Música clássica



Baixar 2.15 Mb.
Encontro12.12.2019
Tamanho2.15 Mb.

Música clássica 1750 a 1810

INTRODUÇÃO

  • A palavra “clássico” derivada do latim classicus, que significa um cidadão (e, posteriormente um escritor) da mais alta classe. E, com efeito, seu sentido, para nós, está associado a algo que consideramos de alta classe, de primeira ordem, de extremo valor. Assim, como “clássicos” da literatura, falamos, por exemplo, das peças de Shakespeare ou dos romances de Charles Dickens; e descrevemos como “clássicos” o estilo arquitetônico da Grécia e da Roma antigas – significando um estilo que atribui suma importância à graça e à simplicidade, à beleza de linhas e formas, ao equilíbrio e à proporção, à ordem e ao controle.

PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS

  • Mais leve, de textura mais clara e menos complicada que a barroca; é principalmente homofônica – a melodia sustentada por acompanhamento de acordes (mas o contraponto continua presente). Ex.:
  • Ênfase na beleza e na graça da melodia e da forma, proporção e equilíbrio, moderação e controle; refinada e elegante no caráter, com a estrutura formal e a expressividade em perfeito equilíbrio.

Hydn - Quarteto de Cordas Op 64
  • Maior variedade e contraste em uma peça: de tonalidade, melodias, ritmos e dinâmica (agora utilizando o crescendo e sforzando); frequentes mudanças de diposição e timbres.
  • As melodias tendem a ser mais curtas que as barrocas, com frases bem delineadas e cadências bem definidas.
  • A orquestra cresce em tamanho; o cravo contínuo cai em desuso e as madeiras se tornam uma seção independente.
  • O cravo é substituído pelo piano: as primeiras músicas para piano são pobres em textura, com largo emprego do baixo de Alberti (Hydn e Mozart), mas depois se tornam mais sonoras ricas e vigorosas (Beethoven).
  • Atribui-se importância à música instrumental – muitos tipos: sonata, trio, quarteto de cordas, sinfonia, concerto, serenata e divertimento.
  • A forma sonata como a concepção mais importante – usada para construir o primeiro movimento de quase todas as grandes obras, mas também em outros movimentos, e em peças isoladas (como as aberturas).

PRINCIPAIS COMPOSITORES

Wolfgang Amadeus Mozart

Wolfgang Amadeus Mozart

  • Wolfgang Amadeus Mozart, nome completo: Johann Chrysostom Wolfgang Amadeus Mozart;
  • 27 de Janeiro de 1756 – 5 de Dezembro de 1791;
  • Foi um compositor prolífico e influente do período clássico, autor de mais de 600 obras - muitas tidas como referências da música sinfônica, concertante, operática, coral, pianística e de câmara - e um dos compositores de música clássica mais populares de todos os tempos.

Missa de Réquiem

  • O Requiem em Ré menor (K. 626) é uma missa fúnebre do compositor austríaco Wolfgang Amadeus Mozart, de 1791, sua última composição e talvez uma de suas melhores e mais famosas obras, não apenas pela música em si, mas também pelos debates em torno de até qual parte da obra foi preparada por Mozart antes de sua morte. Teria sido posteriormente finalizada por seu amigo e discípulo Franz Xaver Süßmayr.

Missa de Réquiem

Kyrie


Lacrimosa (Letra)

Kyrie (Letra)

Lacrimosa

Bibliografia

  • BENNETT, ROY- Uma breve história da Música, Ed. Jorge Zahar.
  • http://pt.wikipedia.org/wiki/Wolfgang_Amadeus_Mozart
  • http://pt.wikipedia.org/wiki/Requiem_(Mozart)



Compartilhe com seus amigos:


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal