Modelo para elaboraçÃo e formataçÃo de artigos científicos



Baixar 0.87 Mb.
Página5/12
Encontro17.03.2020
Tamanho0.87 Mb.
1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   12
3 Metodologia

O curso de graduação em que foi realizado este estudo adota o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) como um dos pré-requisitos necessários a obtenção do título de bacharel em Ciências Contábeis. Sendo que, até chegar ao processo de arguição oral do TCC, o aluno passa pelas disciplinas de Trabalho de Conclusão de Curso 1, 2 e 3, (TCC-01, TCC-02 e TCC-03), desenvolvidas no oitavo, nono e décimo período daquele curso, respectivamente, além de cursar as demais disciplinas próprias da graduação em Ciências Contábeis.

Na disciplina de TCC-01, cursada no oitavo período do curso, o aluno deve elaborar e apresentar um projeto de pesquisa que, se aprovado, será desenvolvido nas duas disciplinas de TCC subsequentes (TCC-02 e TCC-03).

A disciplina de TCC-01, conduzida ao longo do primeiro semestre letivo de 2014, teve como proposta metodológica o desenvolvimento de um conjunto de quatro atividades sequenciais que antecederam a construção do projeto de pesquisa propriamente dito, caracterizado como um quinta etapa, conforme detalhado a seguir:

a) etapa 1 ou diagnótico inicial: aplicada na terceira semana de aula após o início do semestre letivo, esta atividade consistiu em uma avaliação individual composta por questões objetivas acerca do conteúdo das normas da ABNT relacionadas à elaboração do projeto de pesquisa, ou seja, as NBRs aplicáveis aos trabalhos acadêmicos dessa natureza: NBR 6023; NBR 6024; NBR 6027; NBR 10520; e, NBR 14724.;

b) etapa 2 ou identificação de áreas de conhecimento para elaboração do projeto de pesquisa e os possíveis professores orientadores do TCC: na quinta semana letiva, foi solicitado que cada aluno da disciplina de TCC-01 elaborasse um relatório escrito identificando três áreas de conhecimento relacionadas às Ciências Contábeis em que gostaria de desenvolver seu TCC e, ainda, indicasse três professores integrantes do quadro permanente daquela IES que poderiam ser seus possíveis orientadores;

c) etapa 3 ou estudo exploratório e identificação de propostas iniciais de problemas de pesquisa: a partir do desenvolvimento da atividade descrita na etapa 2, na sexta semana letiva, os alunos alvo deste estudo deveriam elaborar um relatório escrito em que deveriam optar por uma daquelas três áreas de conhecimento por ele identificadas e, então, exclusivamente dentro de determinado assunto relacionado àquela área temática escolhida, identificar um tema para aprofundar seus conhecimentos de forma a iniciar a constituição de um quadro teórico sobre tal tema, e, após isso, propor três problemas de pesquisa diferentes daqueles abordados nos trabalhos que viessem a integrar o referido quadro teórico;

d) etapa 4 ou término da constituição do quadro teórico e início da proposta de pesquisa: após desenvolvida a atividade descrita na etapa 3, na oitava semana de aula, cada aluno deveria elaborar um relatório escrito indicando sua opção por um daqueles três problemas de pesquisa por ele propostos, e, aprofundar seus conhecimentos de forma a constituir um quadro teórico definitivo propondo uma problemática de pesquisa que, em uma etapa posterior, seria alvo da construção do respectivo projeto de pesquisa, adicionalmente, naquele mesmo relatório escrito, ele deveria elaborar apresentar um seção em que descreveria todos os procedimentos metodológicos que ele pretendia utilizar para responder ao questionamento direcionador por ele escolhido; e

e) etapa 5 ou elaboração do projeto de pesquisa: uma vez estudado o quadro teórico em torno de determinado assunto em certa área temática, proposto um problema de pesquisa, e, identificada a metodologia a ser utilizada para a solução daquele problema, o aluno deveria reunir condições de desenvolver o seu projeto de pesquisa, assim, essa atividade caracterizou-se pela elaboração daquele projeto propriamente dito.

Exceto pela etapa 1 devido ao seu caráter diagnóstico e sua natureza avaliativa, todos relatórios escritos contemplados nas demais etapas integrantes da proposta metodológica da disciplina de TCC-01 constituíram-se no objeto deste estudo, pois, foi destacado aos alunos que ele deveriam obedecer às normas da ABNT referentes à formatação dos trabalhos desta natureza, além de estar redigido de acordo com as normas de ortografia e gramática comuns a todos os textos escritos em língua portuguesa.

Especificamente, os relatórios elaborados pelos alunos da disciplina de TCC-01 nas etapas 2, 3 e 4 daquela proposta metodológica foram alvo da análise que tinha por objetivo avaliar qual a tendência na ocorrência de erros referentes ao processo de normalização de trabalhos acadêmicos voltados para o processo de planejamento da pesquisa científica. Sendo que, identificada tal tendência ela foi comparada com os erros efetivamente ocorridos na etapa 5, portanto, no projeto de pesquisa propriamente dito, com um meio para validar as evidências coletadas ao longo do processo analítico utilizado nesse estudo.

A amostra analisada nessa pesquisa contou com 74 relatórios (25 na etapa 2 + 22 na etapa 3+ 27 na etapa 4 = 74 relatórios) elaborados por 29 alunos da disciplina de TCC-01 do curso de graduação em Ciências Contábeis de uma universidade pública federal do estado de Minas Gerais. Adicionalmente, foram analisados de forma comparativa outros 29 relatórios caracterizados como projetos de pesquisas, cujo conteúdo deveria conter, no mínimo, as seguintes seções, também devidamente formatadas de acordo com as NBR da ABNT: capa; folha de rosto; listas; sumário; introdução com descrição e delimitação do assunto a ser pesquisado e outras informações relevantes; caracterização do problema de pesquisa; objetivos da investigação (geral e específicos); justificativa e relevância da pesquisa; definição das hipóteses de estudo; proceder metodológico ou metodologia do estudo; referencial teórico ou marco teórico do estudo; possíveis necessidades orçamentárias (quando fosse o caso) proposta de cronograma; relação das referências utilizadas ao longo do trabalho; anexos e apêndices (se for o caso).

Após a organização dos dados referentes às quantidades de erros na adoção das NBR 6023, 6024, 6027, 10520 e 14724, da ABNT, na elaboração dos relatórios redigidos por aqueles 29 alunos, ao longo das etapas 2, 3 e 4, em planilhas eletrônicas do tipo MS Excel ®, procedeu-se à aplicação da análise de regressão linear para detectar a tendência na ocorrência de erros referentes ao processo de normalização dos trabalhos acadêmicos, ainda nas fases que antecederam a elaboração do projeto de pesquisa.

Nesse processo analítico, em um plano cartesiano foi definido no eixo Y, ou eixo das ordenadas, as quantidades de erros observados em cada etapa, e, no eixo X, ou abscissas, foram definidas aquelas três etapas analisadas (2, 3 e 4) e que antecederam a elaboração do projeto de pesquisa. Após isso, foi solicitado ao MS Excel ® que identificasse a equação da reta de tendência, descrita na Equação 1, porém, com ponto de partida definido pelo par ordenado [0,0], ou seja, zero para X e zero para Y, o que originaria um reta definida pela Equação 2.


Ŷ = a ( x ) + b (1)

Ŷ = a ( x ) (2)
Ao considerar como ponto de partida da reta de tendência o par ordenado definido pelo ponto [0,0], portanto, sem o termo de intercepto “b”, o coeficiente “a” da Equação 2, denominado aqui de coeficiente angular, caracterizar-se-ia como a tendência a ser observada na próxima etapa daquela proposta metodológica, portanto, na elaboração do projeto de pesquisa propriamente dito ou etapa 5.

Assim, após somar o valor de “a” à quantidade de erros observada na etapa 4 obter-se-ia a estimativa da quantidade de erros que deveria ser encontrada no relatório elaborado para descrever o projeto de pesquisa (Ŷ).

Para validar a modelagem descritiva da tendência na quantidade erros estimada com base na Equação 2, calculou-se a diferença (E) entre a quantidade de erros estimada (Ŷ) e a quantidade de erros efetivamente ocorrida na etapa 5 (Y), identificando o erro absoluto e o erro relativo, conforme demonstrado pelas Equações 3 e 4, respectivamente.
E(absoluto) = Ŷ - Y (3)

E(relativo ou %) = [(Ŷ – Y) / Y] . 100 (4)
Diante do exposto, esta pesquisa pode ser classificada como uma investigação de caráter empírico, apoiada em métodos quantitativos aplicados, pois, segundo destaca Martins (2000), estudos empírico-analíticos caracterizam-se, principalmente, pela coleta, tratamento e análise de dados de forma predominantemente quantitativa.


Catálogo: files -> journals
journals -> South Park e o Cristianismo: relações inter e hipertextuais. Scarabelot, Leandro 1 Resumo
journals -> Fabrizia Borges Duarte
journals -> Beleza pura: uma abordagem histórica e socioantropológica das representaçÕes do corpo e beleza no brasil
journals -> Clariane Ramos Lôbo- nutricionista pela Universidade Paulista (2012)
journals -> Ensinar e aprender na Educação a Distância: um estudo exploratório na perspectiva das práticas tutoriais Resumo
journals -> Rosa: as representações de Gênero na composição de Pixinguinha1
journals -> Cabral, Elisandra Barbosa.² Resumo
journals -> A construção da narrativa transmídia: Apropriação de contos de fadas na série televisiva Once Upon a Time
journals -> AvaliaçÃo do falso-açafrão na qualidade de sementes de milho zea Mays L


Compartilhe com seus amigos:
1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   12


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal