Modelo para elaboraçÃo e formataçÃo de artigos científicos



Baixar 0.87 Mb.
Página4/12
Encontro17.03.2020
Tamanho0.87 Mb.
1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   12
2 Referencial Teórico

A comunicação de trabalhos científicos precisa ser realizada de forma adequada e ampla, e, para tanto, torna-se necessário planejar previamente as pesquisas dessa natureza.

Ao considerar que as instituições de ensino superior (IES) podem ser vistas como o espaço privilegiado e adequado ao desenvolvimento da reflexão e da análise crítica, portanto, adequado à geração do conhecimento, dentre os trabalhos acadêmicos de natureza científica, destaca-se o projeto de pesquisa que caracteriza-se com um texto que define e apresenta detalhadamente o planejamento a ser seguido na construção de um trabalho científico de pesquisa, de forma a impor ao autor ordem e disciplina para execução da sua inverstigação (MARTINS, 2000).

Segundo Martins (2000), não há uma estrutura única para se elaborar um projeto de pesquisa, devendo apresentar, no mínimo: introdução, cujo objetivo é apresentar o objeto do estudo, portanto, assunto, tema, problema e objetivos da pesquisa; revisão da bibliografia, caracterizada pelo quadro teórico que servirá de referência para o estudo; metodologia, cujo objetivo é detalhar a abordagem metodológica a ser empreendida; orçamento, elemento de caráter facultativo; um cronograma; e, as referências utilizadas ao longo da redação do projeto de pesquisa.

Para Severino (2000), o projeto de pesquisa deve conter vários elementos, que detalham o seguinte roteiro: título do projeto, delimitação do tema e do problema, apresentação de hipóteses, explicitação do quadro teórico, indicação dos procedimentos metodológicos e técnicos, cronograma de desenvolvimento e referências básicas.

A despeito do fato do projeto de pesquisa ser elaborado antes da realização da própria investigação científica, destaca-se que ele também deve adotar normas de redação e apresentação que facilitem a sua compreensão, semelhante ao que é preconizado para os textos científicos propriamente ditos (MARTINS, 2000; SEVERINO, 2000).

Logo, o projeto de pesquisa, assim como qualquer outro trabalho científico, é analisado sob duas óticas, ou seja, quanto ao seu conteúdo e quanto à sua forma.

Essas duas perspectivas são denominadas por Demo (1992) como um binômio que indica tanto a qualidade política e quanto qualidade formal dos trabalhos científicos.

Acerca daquele binômio observado por Demo (1992), Rodrigues, Lima e Garcia (1998) destacam que, apesar da importância da qualidade política dos trabalhos científicos, a qualidade da sua apresentação formal, se não interferir na sua avaliação como um todo, no mínimo, pode influenciar na sua receptibilidade por parte da comunidade científica.

Rodrigues, Lima e Garcia (1998) observam que se deve sempre procurar um equilíbrio entre a qualidade do conteúdo e da apresentação formal, independentemente do tipo de trabalho científico. Sendo que, ainda segundo aquelas autoras, a normalização propicia o suporte necessário à qualidade formal dos trabalhos dessa natureza (RODRIGUES; LIMA; GARCIA, 1998).

Ao relacionar as particularidades das diversas áreas do conhecimento humano e a necessidade de se codificar a mensagem a ser transmitida pela comunicação científica, à produção científica oriunda do espaço privilegiado e adequado à geração do conhecimento proporcionado pelas IES, Rodrigues, Lima e Garcia (1998, p. 153) destacam:

Para codificar essas mensagens tão distintas em suas origens, que tratam de objetos tão variados em seus fins, que tem conteúdos políticos tão díspares, tratados segundo metodologias tão elásticas, enfim, para permitir um modo de comunicação que dê conta de todas essas variedades/especificidades dos conteúdos típicos da ciência, é que surge a normalização como possibilidade metodológica de uniformizar sua expressão escrita. A normalização tem como uma de suas características a capacidade de contribuir para harmonizar as peculiaridades em cada área e em cada veículo de comunicação. Todo o processo de criação desenvolvido na universidade necessita, por conseguinte, da normalização, entendida como o processo de formular e aplicar normas para acesso sistemático a uma atividade típica do meio universitário: a redação do trabalho científico.

Nesse contexto, dentre as diversas normas técnicas emitidas pela ABNT destacam as seguintes NBR aplicáveis aos trabalhos de natureza acadêmica em geral: NBR 6023 (ABNT, 2002b); NBR 6024 (ABNT, 2003c); NBR 6027 (ABNT, 2003d); NBR 10520 (ABNT, 2002e); e, NBR 14724 (ABNT, 2011f). Cada uma dessas norma tem um finalidade específica, apesar de normativamente referenciadas entre si.

A NBR 6023 (ABNT, 2002b, p. 1) “[...]destina-se a orientar a preparação e compilação de referências de material utilizado para a produção de documentos e para inclusão em bibliografias, resumos, resenhas, recensões e outros.”

A NBR 6024 (ABNT, 2003c, p.1) “[...]estabelece um sistema de numeração progressiva das seções de documentos escritos, de modo a expor numa sequência lógica o inter-relacionamento da matéria e a permitir sua localização.”

A NBR 6027 (ABNT, 2003d, p. 1) “[...]estabelece os requisitos para apresentação de sumário de documentos que exijam visão de conjunto e facilidade de localização das seções e outras partes.”

A NBR 10520 (ABNT, 2002e) “[...]especifica as características exigíveis para apresentação de citações em documentos.”

A NBR 14724 (ABNT, 2011f) “[...]especifica os princípios gerais para a elaboração de trabalhos acadêmicos (teses, dissertações e outros), visando sua apresentação à instituição (banca, comissão examinadora de professores, especialistas designados e/ou outros).”

Assim, considerando os aspectos referentes ao conteúdo de um projeto de pesquisa preconizados por Martins (2000) e Severino (2000), entre outros, e, ainda, a qualidade formal demandada por trabalhos de natureza acadêmica explicada por Rodrigues, Lima e Garcia (1998) e viabilizada a partir da adoção das normas da ABNT aplicadas a este tipo de redação, vislumbra-se a possibilidade dos resultados deste estudo permitirem avaliar qual a tendência na ocorrência de erros referentes ao processo de normalização de trabalhos acadêmicos voltados para o processo de planejamento da pesquisa científica..


Catálogo: files -> journals
journals -> South Park e o Cristianismo: relações inter e hipertextuais. Scarabelot, Leandro 1 Resumo
journals -> Fabrizia Borges Duarte
journals -> Beleza pura: uma abordagem histórica e socioantropológica das representaçÕes do corpo e beleza no brasil
journals -> Clariane Ramos Lôbo- nutricionista pela Universidade Paulista (2012)
journals -> Ensinar e aprender na Educação a Distância: um estudo exploratório na perspectiva das práticas tutoriais Resumo
journals -> Rosa: as representações de Gênero na composição de Pixinguinha1
journals -> Cabral, Elisandra Barbosa.² Resumo
journals -> A construção da narrativa transmídia: Apropriação de contos de fadas na série televisiva Once Upon a Time
journals -> AvaliaçÃo do falso-açafrão na qualidade de sementes de milho zea Mays L


Compartilhe com seus amigos:
1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   12


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal