Ministério da educação



Baixar 9.26 Mb.
Pdf preview
Página9/79
Encontro14.09.2021
Tamanho9.26 Mb.
1   ...   5   6   7   8   9   10   11   12   ...   79
9
física no ensino médio
<
mais que uma disciplina científica>
A Física escolar faz parte de uma programação básica de assuntos para tratamento no Ensino Médio, 
que foi se estruturando pela tradição das práticas escolares e se firmando como razoavelmente acei-
ta por professores e escolas de todo o país. 
Nos dias de hoje, a quantidade e a diversidade desses assuntos estão ampliadas em decorrência de 
exigências de várias ordens, sobretudo as sinalizações e orientações resultantes dos estudos acadê-
mico-científicos da área de pesquisa em ensino de Física, consolidada nas últimas décadas tanto no 
Brasil como no exterior. Concorrem, também, para essa ampliação, as demandas oriundas do próprio 
processo de ressignificação do Ensino Médio como um todo e aquelas decorrentes da Física escolar, 
já constatadas há algum tempo, tanto pelas unidades escolares como pela sociedade brasileira. Por 
isso, devemos estar atentos às atualizações e reformulações permanentes que se fazem necessárias 
para que esse componente curricular cumpra efetivamente seu papel. 
A Física escolar deve contemplar, portanto, a escolha cuidadosa dos elementos mais importantes 
presentes na estrutura conceitual da Física como uma disciplina científica, uma área do conhecimen-
to sistematizado em termos de conceitos e definições, princípios e leis, modelos e teorias, fenôme-
nos e processos. Deve, ainda, incorporar um tratamento articulado desses elementos entre si e com 
outras áreas disciplinares, bem como com aspectos históricos, tecnológicos, sociais, econômicos e 
ambientais, de modo a propiciar as aprendizagens significativas necessárias aos estudantes e, assim, 
contribuir para que o Ensino Médio efetive sua função como etapa final da formação educacional 
básica de todo e qualquer cidadão. Em outras palavras, a Física escolar deve articular um equilíbrio 
entre a importância relativa dos tópicos de Física programados e a relevância vivencial e social des-
ses conteúdos para os sujeitos em formação, ou seja, para nossos estudantes do Ensino Médio. 
Tudo isso deve ser visto como parte de um objetivo maior, que é tornar o Ensino Médio uma etapa da 
escolaridade brasileira efetivamente integrada à Educação Básica, em termos de sua universalização. 
O aumento da garantia de acesso ao Ensino Médio, fruto das políticas públicas educacionais desen-
volvidas nos últimos anos, deve vir acompanhado de esforços visando a melhoria dos indicadores de 
permanência dos estudantes ingressantes nesta etapa de ensino, levando-os à sua conclusão. 
Desafio ainda maior é conseguir que a permanência desses estudantes seja acompanhada de uma 
aprendizagem significativa em todos os componentes curriculares, de modo a capacitá-los para o 
exercício pleno de sua cidadania, com possibilidades efetivas de participação ativa e crítica na socie-


10
dade, de inserção adequada no mercado de trabalho, de continuidade dos estudos em nível superior 
e de formação contínua ao longo da vida. 
Nessa perspectiva, alguns elementos têm sido considerados fundamentais na organização de uma pro-
posta de ensino de Física, com destaque para a contextualização do conhecimento a ser desenvolvido.
<


Compartilhe com seus amigos:
1   ...   5   6   7   8   9   10   11   12   ...   79


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal