Ministerio das obras publicas, infraestruturas, recursos naturais e ambiente



Baixar 11.87 Mb.
Página51/207
Encontro08.10.2019
Tamanho11.87 Mb.
1   ...   47   48   49   50   51   52   53   54   ...   207

Ambiente Biológico

  1. Aspetos Gerais


Ainda que de tamanho relativamente pequeno devido à sua configuração (mais de 290 km de costa), altitude, clima e microclimas, solos, etc. São Tomé e Príncipe é rico em diversidade de ecossistemas sob a forma de florestas, florestas de mangal, águas interiores, e ecossistemas costeiros e marinhos, muitos dos quais ainda no seu estado tipicamente pristino. A mão humana tem contribuído desde a ocupação portuguesa no século XV para emprestar à paisagem natural modificações substanciais que resultaram em florestas secundárias e velhas plantações (principalmente de cacau, café, banana, etc.), florestas de sombra, savanas e florestas secas.

Os ecossistemas florestais na ilha desempenham um papel importante na biodiversidade e nos meios de subsistência dos habitantes das ilhas. Tanto em STP como no resto do mundo as florestas tropicais são de importância vital para a biodiversidade e conservação e desempenham papéis importantes no controlo das alterações climáticas.

As florestas constituem-se num dos ecossistemas naturais mais complexos, com considerável influência na qualidade dos componentes ambientais tais como ar, água, solo, clima e diferentes formas de vida e biodiversidade em geral. Também têm um forte peso na recreação, no cenário da paisagem e no bem-estar geral dos seres humanos e de outras espécies. A saúde do meio ambiente em geral tem fortes relações com as florestas de formas vastas e complexas.

As florestas melhoram o ambiente de diferentes formas, tais como: (i) humidade relativa do ar que é aumentada; (ii) aumento da fertilidade do solo devido à adição de grandes quantidades de matéria orgânica no solo, aumentando a capacidade de retenção de água e nutrientes do solo; (iii) evitar a erosão do solo; (iv) aumentar a capacidade de água superficial para se infiltrar nas águas subterrâneas; (v) qualidade e diversidade de vida de animais selvagens e domésticos, incluindo humanos.

À medida que a floresta se estabelece e se desenvolve, o próprio local em que isso ocorre passa por mudanças. A cobertura florestal modera o regime de temperaturas extremas à luz do dia de locais abertos, resultando em condições mais uniformes. A velocidade do vento é retardada perto das copas das árvores e torna-se insignificante dentro da floresta. As copas das árvores intercetam a luz do sol e alteram a quantidade e a qualidade da radiação que chega ao solo da floresta em comparação com a que atinge os locais abertos. No solo da floresta, camadas acumuladas de folhas, galhos e outros detritos atraem um grupo característico de plantas e animais que vivem da matéria orgânica em decomposição de uns dos outros.

As florestas do mangal em particular têm provado ser de grande utilidade em África como elementos de apoio para enfrentar variações climáticas ao oferecer a primeira barreira de proteção dos elementos do interior em caso de ocorrência de eventos extremos tais como elevação do nível do mar, ventos, ciclones e até tsunamis (ondas gigantes originadas por tremores de terra em mares e oceanos). As florestas de mangais também se constituem em importantes viveiros de uma diversidade de espécies terrestres, marinhas e lacustres.

A conservação dos mantos florestais é igualmente importante para a prática da agricultura em climas tropicais. O manto florestal contribui para o controlo da precipitação, evapotranspirações, controlo da erosão, reciclagem de nutrientes e manutenção da fertilidade dos solos.

Depois de muitos anos de concentração sobre a influência das florestas sobre o clima ao nível microclimático ou local nos últimos tempos, há uma atenção crescente sobre o impacto potencial das florestas sobre as condições globais. As florestas têm o potencial de contribuir para as mudanças climáticas por meio da sua influência no ciclo global de carbono. A floresta está a ser reconhecida como desempenhando papéis importantes no ciclo bioquímico global. Os principais reservatórios de carbono são a atmosfera, os combustíveis fósseis, os oceanos e a biota terrestre e os solos.





      1. Compartilhe com seus amigos:
1   ...   47   48   49   50   51   52   53   54   ...   207


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal