Microsoft Word txtco vera lucia messias fialho capellini doc



Baixar 163.23 Kb.
Pdf preview
Página1/15
Encontro08.10.2019
Tamanho163.23 Kb.
  1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   15


 

 

1



HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO ESPECIAL: EM BUSCA DE UM 

ESPAÇO NA HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO BRASILEIRA 

 

CAPELLINI, Vera Lúcia Messias Fialho – (UNESP/Bauru) 

MENDES, Enicéia Gonçalves 

 

verinha@emphasis.com.br

 

 

 

Resumo – Considerando que a escola deve garantir o acesso, a permanência e o sucesso 

de todos os alunos, este estudo é parte de uma pesquisa maior que objetivou verificar o 

rendimento escolar dos alunos com deficiência incluídos nas escolas publicas estaduais 

do município de Bauru. Assim, o presente estudo ora apresentado tem por objetivo 

traçar e analisar o percurso histórico da Educação Especial bem como verificar se os 

professores de classe comum têm o conhecimento deste contexto histórico. O trabalho 

faz referência ao período que compreende a evolução histórica da Educação Especial 

desde a Antiguidade até os dias atuais enfatizando os aspectos que conduziram este 

processo da exclusão as perspectivas atuais de inclusão escolar. Para tanto, adotamos a 

abordagem qualitativa, voltada tanto para o estudo de fontes que implicam em 

documentos legais e publicações específicas da historia da educação especial, além de 

levantar junto aos professores se a formação inicial recebidas por eles ofereceu 

subsídios teórico-práticos sobre o ensino para alunos com deficiência, sobretudo se a 

Disciplina História da Educação, componente dos quadros curriculares das licenciaturas 

e cursos de magistério em nível de Ensino Médio, abordou a evolução histórica deste 

segmento populacional. O resultado referente a análise processual histórica, aponta que 

nos dias atuais ainda encontramos resquícios da antiguidade referentes a exclusão 

social. No entanto, vale ressaltar que há inúmeras iniciativas de ordem internacional, as 

quais se refletem no contexto da educação brasileira como tentativas legais e de 

formação profissional visando reverter este quadro para a inclusão. Atualmente ainda 

estão presentes praticas excludentes, mediante as quais, pessoas com deficiência são 

excluídas e segregadas em suas próprias famílias e/ou instituições especializadas, 

quando a escola não cumpre com seu papel democrático garantindo acesso e 

permanência para todos os alunos com qualidade. Em relação ao perfil dos professores 

referentes a sua formação inicial, na disciplina História da Educação, os resultados 

indicaram que dos 68 professores que responderam ao questionário, somente dois 

afirmaram que na formação inicial tiveram acesso a algumas informações sobre a 

história da Educação Especial, mas que julgavam insuficientes para o trabalho em sala 

de aula. Observa-se na atualidade a iniciativa de reformulações curriculares no ensino 

superior, no sentido de garantir acesso a essa temática, nos cursos de pedagogia. No 

entanto, ainda estamos longe desta proposta ser efetivada em todas as licenciaturas 

conforme recomendação do Ministério da Educação. Parece-nos ser primordial que os 

sistemas de avaliação externa dos cursos superiores incluam este quesito em suas pautas 

dentre os diversos existentes.  






Compartilhe com seus amigos:
  1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   15


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal