Microsoft Word txtco lúcio aparecido moreira doc



Baixar 34.7 Kb.
Pdf preview
Página1/7
Encontro29.10.2019
Tamanho34.7 Kb.
  1   2   3   4   5   6   7


A (DES)CONSTRUÇÃO DA HISTÓRIA DE UMA UNIVERSIDADE DO 

INTERIOR DE MINAS GERAIS CRIADA NA DÉCADA DE 1960: A VISÃO DE 

ANTIGOS DOCENTES 

 

                                                                                                     Maria José de Morais Pereira 

                                                                                               Lúcio Aparecido Moreira 

                                                                                                   Universidade de Itaúna 



 

 

A Universidade de Itaúna, localizada, na região centro-oeste de Minas Gerais, a 

oitenta quilômetros de Belo Horizonte,  completa quatro décadas de funcionamento, o 

que justificou uma pesquisa sobre a construção de sua história a partir do olhar dos 

professores que viram o seu nascimento, acompanharam a sua implantação, o seu 

desenvolvimento  e ainda  prestam serviços na instituição. É relevante esclarecer que a 

Universidade de Itaúna conta, no momento, com 62 cursos. O seu campus está 

localizado numa área de 1.572.005 metros quadrados, com  prédios e laboratórios bem 

projetados e  equipados  adequadamente. Ressalta-se, sobretudo, no campus a extensa 

área verde e a beleza dos jardins que cercam todos os prédios. Estes dados são 

importantes para uma melhor compreensão dos relatos dos antigos professores da 

instituição. 

A pesquisa foi realizada com seis professores, sendo dois da Faculdade de 

Engenharia, dois da Faculdade de Direito e dois da Faculdade de Odontologia. A 

escolha dos professores destas Faculdades não foi aleatória. Foram escolhidos devido ao 

fato de que já se fazia, através do Grupo de Estudos e Pesquisa do Ensino Superior – 

GEPES, cadastrado no Diretório de Grupos de Pesquisa do CNPq,  uma pesquisa com 

os alunos egressos destas Faculdades. Uma das características que definiu esse trabalho 

está no fato de que ele foi desenvolvido no espaço de uma oficina de formação para a 

pesquisa, através da iniciação científica,  integrando, portanto,  estudantes de graduação 

das Faculdades de Educação, Direito, Engenharia, Odontologia e Educação Física. 

Tratou-se, assim, de um trabalho, no qual, em todas as suas etapas, o grupo de alunos 

teve  oportunidades de formação nas diferentes competências exigidas pela pesquisa em 

ciências sociais. Durante o seu desenvolvimento tivemos a possibilidade de confrontar 

os dados das duas pesquisas e de realizar uma análise mais profunda sobre o papel 

desempenhado pela Universidade de Itaúna no âmbito social, econômico e cultural da 

cidade, da região e do país. A pesquisa contou com o financiamento do Programa de 

Apoio, Fomento e Acompanhamento da Pesquisa, da Universidade de Itaúna (PAFAP).  

Os estudos permitiram a constituição da história da Universidade de Itaúna 

descortinando as transformações ocorridas desde a sua criação, no ano de 1964, e as  

mudanças sociais das décadas de sessenta e setenta e as transformações da década de 

oitenta e noventa. Dos seis professores entrevistados, quatro entraram na Universidade, 

nas primeiras turmas, como alunos, tendo logo após a suas formaturas, ingressado no 

quadro de docentes da mesma. Portanto, estes professores puderam falar sobre a 

Universidade sob os dois olhares: o de ex-alunos e o de professores.    

Para os estudos e análise dos dados utilizamos os aportes teóricos de autores 

que,  nos últimos anos, vêm se dedicando a estudos e pesquisas sobre trajetórias de 

professores e sobre especificidades e singularidades da profissão docente, entre eles  

Nóvoa,  Arroyo,  Contreras e  Estrela. 



 

2

 Buscamos nas histórias dos docentes os traços marcantes das trajetórias de 



cada professor e a relação dessas trajetórias na construção da identidade da Instituição 

Universidade de Itaúna. Tivemos, assim, a oportunidade de refletir sobre a profissão 

docente nesta Universidade desde a sua criação e implantação.  Nesse sentido, a 

pesquisa, através da reconstrução das trajetórias dos professores, possibilitou rever 

papéis e retomar conceitos sobre a profissão docente na Universidade de Itaúna. 

Procurou-se, ainda, analisar a percepção dos docentes sobre a influência da 

Universidade na sua trajetória pessoal e profissional e nas suas relações com a vida 

social, cultural e política, principalmente na cidade de Itaúna. Foi utilizado, como 

referência para a localização dos docentes, o tempo de exercício na Universidade, de 

acordo com os registros documentais do  Departamento de Pessoal da Instituição.  

Foi utilizada a abordagem metodológica própria da história oral: método de 

trabalho que incide sobre o passado dos atores, sobre aspectos da vida profissional e 

social, particularmente da esfera do cotidiano. Os relatos pessoais, filtrados pelo tempo 

e pelos percursos individuais, permitiram a reconstituição do passado e a visão deste 

passado, no presente.  

A história oral foi realizada através de entrevistas abertas com os docentes, as 

quais foram gravadas e transcritas. Com o consentimento dos entrevistados, após cada 

entrevista, fez-se o registro do momento através de fotografias que constam  do relatório 

final da pesquisa. Os depoimentos permitiram a utilização da memória como fator 

dinâmico da interação entre o passado e o  presente.   

Do ponto de vista metodológico, alguns aspectos importantes foram 

observados, desde o momento inicial de obtenção dos dados até o final de sua análise: a 

atenção à relação fundamental existente entre as representações e ações dos 

entrevistados e os contextos específicos que as determinaram; a atitude de atenção e 

escuta dos entrevistados, evitando intervenções durante o relato e o cuidado com o 

estabelecimento de generalizações. 

Alguns passos foram seguidos na análise dos dados obtidos através das 

entrevistas de história oral: a) leitura flutuante do material, intercalando a escuta do 

material gravado com a leitura do material transcrito para garantir a fidelidade da 

transcrição, deixando aflorar os temas relacionados, principalmente, com a criação e 

implantação da Universidade de Itaúna; b) o cuidado e a atenção para não fugir aos 

objetivos da pesquisa, checando os diferentes e diversos aspectos relacionados às 

questões de estudo; c) a organização da trajetória profissional de cada docente 

entrevistado, ordenando os dados obtidos numa seqüência cronológica; d) a análise 

comparativa dos diferentes momentos vividos e narrados pelos professores, 

identificando aspectos comuns e específicos, bem como as continuidades e rupturas, de 

acordo com características individuais detectadas; e) a identificação de alguns traços 

característicos de cada trajetória dos professores  tais como: ingresso no magistério, 

nível de satisfação com a carreira, relações entre  o professor e a Universidade de 

Itaúna,  expectativas  dos professores em relação à Universidade,  expectativas e 

alternativas apontadas pelos professores para a profissão, imagens dos alunos do 

passado e de hoje e a visão da Universidade de Itaúna ao longo de sua história. 

Arroyo (2000 p. 189),  afirma que  




Compartilhe com seus amigos:
  1   2   3   4   5   6   7


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal