Microsoft Word MeloSampaioPires xvsnbu2008. doc



Baixar 168.16 Kb.
Pdf preview
Página8/15
Encontro25.04.2021
Tamanho168.16 Kb.
1   ...   4   5   6   7   8   9   10   11   ...   15
 

5 Enquanto isso no Brasil... 

No Brasil, além das diferenças da educação entre a camada mais rica e a mais 

pobre da população temos o problema das diferenças regionais, ou seja, o país 

não se desenvolve da mesma forma nas várias partes de seu imenso território. 




 

10

As regiões que investem mais em ciência e tecnologia vêm alcançando um 



grau de desenvolvimento elevado, comparado com as demais do país onde 

não é possível o mesmo investimento. Uma forma de minimizar os malefícios 

das disparidades regionais é o investimento na difusão do conhecimento em 

que regiões com mais estoques de conhecimento compartilhem seus produtos 

de informação com aquelas menos favorecidas. Retirar o conhecimento das 

estantes das bibliotecas das regiões privilegiadas do país, onde estão restritas 

a uma pequena parcela da população e protegido pelo fantasma do direito 

autoral, tornando a informação em um bem público, parece ser um grande 

passo rumo ao desenvolvimento nacional. Nos países como o Brasil, com 

tradição no direito continental, os direitos autorais são regulamentados como 

direito da pessoa, tendo um certo equilíbrio entre o direito privado e o público, 

embora esse equilíbrio não seja o desejável. Craveiro, Machado e Ortellado 

(2008) orientam que o Estado é o grande financiador da pesquisa científica, da 

educação e da cultura no país e os recursos vêm diretamente do contribuinte e 

explicam que 

desde a década de 1960, o Estado estabeleceu uma política de imunidade tributária à 

indústria do livro, tendo deixado de recolher, apenas no ano de 2007, cerca de 1 bilhão de 

reais em tributos como ICMS, Imposto de Importação, Imposto sobre Serviço, PIS e 

COFINS/PASEP. Destinados a estimular e promover a educação e a cultura, esses 

incentivos cumprem muito parcialmente o seu objetivo. As restritas exceções e limitações 

da nossa lei de direitos autorais e a ausência de políticas para o licenciamento livre de 

conteúdos financiados com recursos públicos têm criado barreiras ao acesso público à 

informação. 

 

 



Iniciativa, coroada de sucesso, ao reunir, organizar e disseminar informação no 

ambiente virtual, partiu do Centro Latino-Americano de Informação em Ciências 

da Saúde

11

 (BIREME)



 

 com a criação da Biblioteca Virtual de Saúde

12

  (BVS), 



no ano de 1998. Um ano antes, 1997, também sob a coordenação da BIREME, 

nascia o modelo SciELO

13

 de publicação eletrônica que viria mudar, 



definitivamente, o sistema de publicação científica e do qual falaremos mais 

adiante. 

Com a instalação de seu primeiro terminal, em 1972, a BIREME entra 

definitivamente no mundo da informação eletrônica, operando com a National 

                                                 

11 Disponível em: . Acesso em 25 mai. 2008. 

12 Disponível em: . Acesso em 25 mai. 2008. 

13 Disponível em: . Acesso em 25 fev. 2008. 




 

11

Library of Medicine



14

  (NLM) via Satélite Intersat, exercitando o que viria a ser 

na era da informação: a rede das redes na área da saúde. 

Atualmente, a BIREME, com seus nós em todos os países da América Latina e 

em países da Europa e África, caracteriza-se pelo trabalho em rede e operação 

de fontes de informação de acesso remoto, enfatizando, sobretudo, o trabalho 

cooperativo.  

A mais recente iniciativa sob a coordenação da BIREME é a Global Health 

Library, cuja meta é promover o acesso democrático à informação científica em 

saúde como condição essencial para o progresso da saúde

15

.  Biblioteca Virtual 



em saúde do Mundo conta com a coordenação do Brasil para o 

desenvolvimento e operação da plataforma metodológica e tecnológica a partir 

da que opera a Biblioteca Virtual em Saúde (BVS), amplamente disseminada 

na região da América Latina e Caribe, que é mantida e desenvolvida pela 

BIREME e por uma rede de desenvolvedores. 

 




Compartilhe com seus amigos:
1   ...   4   5   6   7   8   9   10   11   ...   15


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal