Microsoft Word Exemplar final doc



Baixar 4.85 Kb.
Pdf preview
Página68/122
Encontro27.05.2021
Tamanho4.85 Kb.
1   ...   64   65   66   67   68   69   70   71   ...   122
ANA PAULA RODRIGUES
98
 
 
 
                                                 
98
 Fonte da Foto 13: 
www.ginasticas.com
 – Copa do Mundo/São Paulo – Brasil/2005 


 
 
159
 
 
 
Ana Paula Rodrigues
99
, ex-ginasta, participante dos Jogos Olímpicos de Atenas 
(2004), solteira, estudante de Educação Física e atualmente estagiária na área de ginástica e 
musculação em academias de Curitiba, onde reside. Foi entrevistada no dia 26 de maio de 2007, 
com 19 anos, na casa de seus pais, com quem mora.  
Nasceu em 20 de janeiro de 1988, e iniciou a ginástica artística em 1993, de 
quatro para cinco anos de idade
100
 na Praça Oswaldo Cruz em Curitiba, por causa de problemas 
de saúde. Ela tinha bronquite e sua mãe, passando em frente ao local das aulas, pensou que 
poderia ajudar na sua recuperação e a inscreveu nas aulas de GA.
 
 
Sempre treinou em instituições de Curitiba ligadas à sede da Confederação 
Brasileira de Ginástica, com diferentes técnicos e encerrou sua carreira desportiva após completar 
18 anos, no início de 2006.  
Tem como principais títulos ou classificações:  
⇒ 
integrante da equipe 9ª colocada nos Jogos Olímpicos de Atenas (2004) e 26º 
lugar individual geral;  
⇒ 
Vice-campeã nos Jogos Sul-americanos, em 2002, em Curitiba. 
                                                 
99
 Fonte de ambas as Fotos 14 e 15: 
www.ginasticas.com
 – Campeonato Brasileiro – 2004/ Porto Alegre-RS 
100
 Não tem certeza da idade de início, mas pensa ser 1993. 


 
 
160
⇒ 
Campeã pan-americana individual geral, na Trave de equilíbrio, nas Barras 
Assimétricas e no Solo e medalha de prata na prova de Salto no Campeonato Pan-
americano na Costa Rica em 1998; 
⇒ 
Medalha de bronze por equipe e finalista de Barras Assimétricas no Jogos Pan-
americanos de Santo Domingo. 
 
É bastante abrangente ao destacar as principais influências nas suas conquistas 
como ginasta: 
 
Acho que foi determinante para chegarmos neste nível a estrutura da aparelhagem que a 
gente tinha, que era uma das melhores do mundo. Os treinadores que eram o Oleg 
Ostapenko que é dos melhores do mundo, que levou várias atletas olímpicas. Eu acho 
que... tudo. Fisioterapia, Psicologia, Nutrição. Acho que cada um tinha uma coisinha que 
nos levou até lá (p. 9). 
 
 
 
 
 

1   ...   64   65   66   67   68   69   70   71   ...   122


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal