Microsoft Word capitulo anamnese03. doc



Baixar 126.06 Kb.
Pdf preview
Página1/21
Encontro11.12.2019
Tamanho126.06 Kb.
  1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   21


Examinando pacientes  - A ANAMNESE 

Ivan da Costa Barros 

-2004-

 



 



15/04/04 

1

A HISTÓRIA CLÍNICA 

                                                       Prof. Ivan da Costa Barros  

 

“’   Não sou nada, nunca serei nada. 



Não posso querer ser nada. 

A parte isso,  tenho em  mim  todos os sonhos do Mundo ‘”  

“ Álvaro de Campos  (F. Pessoa ) ”

 

 



 

-  INTRODUÇÃO: 

∗ 

 A ANAMNESE



 

ALGUNS ASPECTOS HISTÓRICOS 

 

O interrogatório de pacientes (anamnese) é um método adotado desde a Grécia 



Clássica; tal prática já visava naquela ocasião, aliviar o sofrimento das pessoas enfermas. 

Mas, foi apenas no último século, que a anamnese e o exame físico, nos moldes 

que conhecemos, foram recomendados com interesse diagnóstico.  Embora os termos “ sinal / 

sintoma ”  também sejam conhecidos dos médicos desde a Antigüidade, foi somente no século 

XIX, que tornou-se claro o seu caráter respectivamente, objetivo e subjetivo.  

Até esta ocasião os diagnósticos eram completamente empíricos e baseados nas 

crenças gregas de que toda doença era um simples desequilíbrio entre os quatro humores (bile 

amarela, bile negra, sangue e fleuma ).  

No tempo de Hipócrates (460-375 a. C) a inspeção e a palpação dos pacientes, 

entretanto, já faziam parte do exame dos doentes. Com estas técnicas de exame os gregos 

antigos descreveram pacientes com icterícia, relacionaram-na com o aumento do fígado que  

em geral, se apresentava duro e irregular. Foi Hipócrates  quem estudou as  febres 

reconhecendo-a como sinal de doença. 

Vários fatos marcantes contribuíram para o avanço da medicina; destacamos entre 

eles:  Herophilus da Alexandria (335-280 a. C) no Século IV propõe um método de medir a 

freqüência do pulso.  Sanctorius (1561-1636)  passa a contá-lo, utilizando um relógio. 

Entretanto foi Galeno de Pergamum (130-200 d. C) quem, na época,  estabeleceu a 

importância desta medida anormal, como um importante sinal de doença.  No Século XVIII, 

passou-se  a  valorizar  sua  variação,  que era  atribuída, erroneamente, a algum tipo de 

“desarmonia “  corporal.  




Examinando pacientes  - A ANAMNESE 

Ivan da Costa Barros 

-2004-




Compartilhe com seus amigos:
  1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   21


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal