Mercantilismo e Conquista da América Espanhola



Baixar 5.84 Kb.
Encontro17.03.2020
Tamanho5.84 Kb.

Capítulo 10 O mercantilismo e a colonização da América

Profº Leandro de Araújo Crestani

O MERCANTILISMO:

  • Definição: conjunto de práticas econômicas dos Estados Absolutistas.
  • Quando: aproximadamente entre os séculos XV e XVIII.
  • Onde: vários países da Europa, principalmente POR, ESP, FRA e ING.
  • Característica básica e fundamental: intervenção do Estado na economia.

ESTADO ABSOLUTISTA

MERCANTILISMO

Sustenta a nobreza

Apóia os negócios burgueses

OBJETIVOS

MEIOS

METALISMO: Entesouramento de metais preciosos.

Fortalecimento do poder real.

Protecionismo

Colonialismo

Pirataria

Balança comercial favorável.

Características do mercantilismo na Europa:

    • ESPANHABulionismo (estocagem de ouro e prata).
    • INGLATERRA – Adoção de tarifas protecionistas, desenvolvimento da frota naval e da marinha mercante para o comércio externo, desenvolvimento das manufaturas. Política conhecida como comercialista e posteriormente industrialista.

FRANÇAColbertismo: limitação de importações e desenvolvimento de manufaturas de artigos de luxo e criação de companhias de comércio. Devido ao estímulo da indústria, também ficou conhecido como industrialismo.

COLBERT

AS GRANDES NAVEGAÇÕES OU EXPANSÃO MARÍTIMA:

  • Definição: período em que as nações européias iniciaram um processo de exploração e conquistas em novos territórios, que ampliou o mundo até então conhecido.
  • Quando: aproximadamente entre os séculos XV e XVI.
  • Causas:
    • busca de especiarias nas Índias;
    • busca de metais preciosos;
    • tentativa de romper o monopólio comercial das cidades italianas;
    • expansão da fé cristã (justificativa);
    • fortalecimento das monarquias nacionais e desenvolvimento da política mercantilista;
    • Renascimento cultural;
    • surgimento de novos aparelhos para a navegação (bússola, astrolábio, caravela, desenvolvimento da cartografia...);
    • alívio de tensões sociais (secundário);
    • guerras para ocupar e prestigiar nobres (secundário).
  • Pioneirismo português:
    • centralização prematura;
    • burguesia mercantil atuante;
    • posição geográfica estrategicamente favorável;
    • Escola de Sagres (secundário);
  • As principais viagens:
    • 1415: Ceuta (POR);
    • 1488: Cabo da Boa Esperança - Bartolomeu Dias (POR);
    • 1492: América – Cristóvão Colombo (ESP);
    • 1498: Índias (via África) – Vasco da Gama (POR);
    • 1500: Brasil – Pedro Álvares Cabral (POR);
    • 1519: Circunavegação – Fernão de Magalhães (ESP);

CIRCUNAVEGAÇÃO

DESCOBRIMENTO DO BRASIL

ROTA DE VASCO DA GAMA
  • Disputa entre POR e ESP pelas novas terras:
    • Bula Intercoetera (1493): 100 léguas a partir de Cabo Verde. Terras no lado Ocidental pertenceriam a Espanha. Terras no lado Oriental pertenceriam a Portugal.
    • Tratado de Tordesilhas (1494): 370 léguas a partir de Cabo Verde. Terras no lado Ocidental pertenceriam a Espanha. Terras no lado Oriental pertenceriam a Portugal. Esse tratado substituiu o anterior.

O TRATADO DE TORDESILHAS:

Conseqüências das navegações:

    • deslocamento do eixo econômico do Mar Mediterrâneo para o Oceano Atlântico (Oriente para Ocidente);
    • ampliação do comércio (em escala mundial);
    • fortalecimento das monarquias européias;
    • desenvolvimento técnico e científico.


Compartilhe com seus amigos:


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal