Mãe, voltei!



Baixar 3.29 Mb.
Pdf preview
Página14/15
Encontro07.02.2022
Tamanho3.29 Mb.
#21488
1   ...   7   8   9   10   11   12   13   14   15
Mãe, Voltei! Osmar Barbosa
Eustaquio
“Oi mãe, oi pai!
Caramba, demoramos muito para nos comunicar, né?
Mãe, muito tempo atrás eu e meus irmãos cometemos algo terrível, e o que
aconteceu conosco ao lado de você e do papai foi e é necessário para
nossa evolução. As coisas são assim. O que, muitas vezes sentimos como
dor, na verdade é um ensinamento ou uma lição necessária para que
possamos nos tornar melhores. Eu sei que é difícil entender, mas foi
exatamente isso que aconteceu. Nós precisávamos desencarnar juntos para
podermos continuar juntos no mesmo lugar, na mesma hora, e na mesma
colônia. Foi tudo muito confuso para nós e imaginamos que para você
também. Não pudemos acompanhar os acontecimentos depois da tragédia.
Papai e mamãe, nós estamos bem... estamos crescendo e aprendendo muita
coisa legal aqui na colônia. Sabe, mãe, existem cidades no mundo
espiritual preparadas para nos receber. Deus é amor, lembre-se disso. E eu
continuo com a minha bíblia.
Nina nos pediu para evitarmos dar nosso nome completo para que não
haja problemas para pessoas que só querem fazer o bem, mas há sinais
nessa cartinha que você e o papai vão saber que somos nós. O Igor e o
Vinicius estão crescendo e me dando bastante trabalho aqui...
Mas tudo isso não importa, o que importa é que vocês saibam que não
foram culpados de nada, tudo já estava organizado para acontecer do jeito
que aconteceu. O sítio continua lindo. Cuida dele, mãe.
O quadro que eu estava pintando na escola e que não terminei era para
você, mamãe.
Saudades dos amigos da escola. Saudades da minha tia e de toda a


família.
Fiquem em paz. Nós te amamos muito.”
Shaiani, Shai...


“Como sofri durante a quimioterapia né, mãe? Seu coração ficava em
pedaços, eu me lembro que você saía do quarto para chorar do lado de
fora no corredor do hospital.
Não foi fácil, enfim a doença nos venceu.
Mas não me venceu, porque eu não morri. Eu vi anjos, mamãe, como eu
sempre te dizia, que quando eu morresse eu queria ver anjos.
Você se lembra?
E você me dizia que anjos andam junto com anjos.
Boba...
Mãe, estou bem agora. Eu não tenho mais a doença. Sinto muita falta de
você e da minha casa. Mas Nina me explicou que é assim mesmo.
Te amo, tá?
Beijos...”
João Victor


“Oi mamãe, oi vovó, oi vovô, oi papai!
Oi para todo mundo!
Mãe, você esqueceu meu aniversário?
Você não rezou para mim nesse dia. O que houve?
Mãe, te amo.
Vó, te amo.
Vô, te amo.
Papai, cuida de todo mundo aí, tá?”
Francielle


“Mamãe, eu queria te dizer que eu não morri. Que ninguém morre e que
você tem que se cuidar. O acidente não foi um castigo de Deus como você
vive pensando. Deus não castiga ninguém. O acidente foi o meio que Deus
usou para me trazer para ficar com a Vovó Maria, pois é ela quem está
cuidando de mim agora.
Nós sentimos muito sua falta, mas eu já pude compreender que as coisas
são assim mesmo. Logo, logo você vai estar aqui conosco e poderemos
compreender melhor tudo o que nos aconteceu. Foi isso que a vovó me
ensinou.
Estou indo à escola aqui. Lá nós aprendemos as coisas de Deus.

Baixar 3.29 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   7   8   9   10   11   12   13   14   15




©historiapt.info 2022
enviar mensagem

    Página principal