Masarykova univerzita



Baixar 275.91 Kb.
Página15/21
Encontro17.03.2020
Tamanho275.91 Kb.
1   ...   11   12   13   14   15   16   17   18   ...   21

A mensagem dos contos



      1. « Rosa do Riboque »


Este primeiro conto começa de uma maneira ímpar – com o enterro da protagonista desse conto, Rosa Adriana. Mas o reconhecimento desta ex-riboquense não é tão simples como o caixão que encerrava o seu corpo. O narrador retorna na história antes a sua morte para poder recontar a história dela, a vida da personagem central nas grandes festas riboquenses. Rosa aviva as histórias diversas com recordações interessantes sendo representada não só como a pessoa que sabe divertir-se e cativar pela palavra mas personifica também a identidade de colonizada rebelde. Esta outra face da personagem revela-se no diálogo entre a Rosa e o Beto Vicente exprimindo assim as preocupações e a ânsia dos companheiros : « Chico? “Quêˮ que deu com ele? Beto, você sabe “quéˮ que gente vai fazer. Chico só pode estar num sítio, eu sei onde ele está. Gente vai até lá agora mesmo, aproveitando escuro, “páˮ gente ouvir e decidir “quéˮ que gente pode fazer “páˮ ajudar eles. » Neste caso do problema do Chico Grande nem Rosa, ela própria, « nunca imaginara que fosse tão grande o sentimento de união nesse Riboque fértil nas intermináveis discussões entre os vizinhos. » (Idem, p.46)

Todavia, o narrador leva-nos do Riboque ao Monte Grande, onde tem lugar a greve contra os salários baixos dos estivadores. Ele traz-nos à cena dos perseguidos sempre em desafio ao poder estabelecido, cuja luta podemos observar quando amigos Chico de Monte Grande e corcovado de vontade firme Beto Vicente, Mé Léchi e, evidentemente, Rosa Adriana, observam « de olhos negros, grandes, como grande era a sua vontade em colaborar para avançar. » (Idem, p.17)

Albertino Bragança ilustra o mundo pós-independentista violento, conduzindo o leitor através das contradições, poblemas dos luchans contra os quais luta Rosa Adriana com os seus companheiros.



      1. Compartilhe com seus amigos:
1   ...   11   12   13   14   15   16   17   18   ...   21


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal