March 2018 ❘ Colégio Brasileiro de Alto Estudos/ufrj renato Raul Boschi


Tabela 1. Resultado Nominal do Governo Central



Baixar 24.25 Kb.
Página7/12
Encontro08.10.2019
Tamanho24.25 Kb.
1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   12
Tabela 1. Resultado Nominal do Governo Central

2010

2011

2012

2013

2014

2015

-45.785

-87.517

-61.181

-110.554

-271.541

-513.896

-1,2%

-2,0%

-1,3%

-2,1%

-4,8%

-8,7%

Fontes: Dowbor (2017, p. 235) com base em dados do Banco Central do Brasil, Resultado Fiscal do Governo Central.

 

  • Com relação ao combate à corrupção, a “politização da justiça” e a “judicialização da política” - que se manifestam no ativismo do Judiciário por meio de ações de espetacularização cinematográfica da Operação Lava-Jato, com o beneplácito de vasta cobertura midiática e jornalística -, vêm culminando no que Renato Boschi intitula de “justicialismo de exceção”;
  • Para além de explicitar as relações patrimonialistas e incestuosas entre o Estado brasileiro, a burocracia governamental, os partidos políticos e as elites empresariais no âmbito da Petrobras, o fato é que a Operação Lava-Jato contribuiu para devastar a economia, aumentar o desemprego e agravar a recessão;
  • Irresponsavelmente e sem parcimônia, tamanho protagonismo do Judiciário, do Ministério Público e das demais instituições de controle externo teve reverberações catastróficas nos setores produtivos de petróleo e gás, indústria naval, construção civil (empreiteiras de obras públicas) e paralisaram obras de infraestrutura, que são cruciais para propiciar a transição do modelo de consumo de massas para um padrão norteado pelo investimento;
  • Concomitantemente às investidas da Lava-Jato, o que também corroeu a governabilidade e suscitou tanto a instabilidade política como a paralisia decisória foi a eleição do Congresso mais conservador e reacionário desde a redemocratização da República, em 1985;
  • A mandatária foi traída por políticos de sua “base aliada” que conspiraram com setores da oposição (PSDB) para levar a efeito o impeachment. Ademais, a perda de popularidade de Dilma foi decorrência das manifestações de 2013 e 2015.




Compartilhe com seus amigos:
1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   12


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal