Luciana Antonini



Baixar 60.04 Kb.
Pdf preview
Página5/8
Encontro13.02.2021
Tamanho60.04 Kb.
1   2   3   4   5   6   7   8
 


 

5

A TRAJETÓRIA DA ABB   



 

. A Origem da ABB 

 

A Asea Brown Boveri - ABB foi fundada em 1988, a partir da fusão mundial de duas 



empresas centenárias, a sueca Asea e a suíça Brown Boveri. “A Asea foi fundada em 

Estocolmo, na Suécia, há quase cem anos, em 1883. A Brown Boveri iniciou suas 

atividades mais ou menos à mesma época. (Foi fundada em 1891, na Suíça) por dois 

engenheiros, que identificaram potencial de negócios no aproveitamento das quedas 

d’água dos rios dos Alpes. Montaram uma pequena fábrica para produzir geradores de 

eletricidade. (...) A empresa começou, já com uma perspectiva internacional.” (

MÜLLER, 

1993, p. 139

). Progrediram rapidamente devido ao grande desenvolvimento industrial da 

Europa. 


 

Desde o início do século, a Brown Boveri atua no Brasil. Neste princípio suas 

atividades se limitavam à venda de equipamentos. “O primeiro fornecimento importante 

da Brown Boveri para o Brasil foi bastante conhecido: os bondinhos do Pão-de-Açucar” 

(

MÜLLER, 1993, p. 139



). No Brasil, atua desde 1911 e instala-se em 1954 (atividades 

industriais)., em Osasco. A Asea montou uma fábrica de pequenos transformadores em 

Guarulhos, em 1951.  

 

Em 1986, pela primeira vez o grupo Brown Boveri não pagou os dividendos referentes a 



1985 aos seus acionistas, o que levou a busca da diversificação de setores (não só a 

produção e distribuição de energia elétrica), e a organização com eficácia da produção 

e, posteriormente, à fusão com a Asea. 

 

Atualmente, “a ABB possui uma fábrica em Osasco que produz motores, geradores, 



equipamentos eletrônicos industriais e sistemas de engenharia. Tem uma unidade em 

Guarulhos responsável pela fabricação de transformadores, relés e subestações, Em 

Cravinhos (SP), constrói turbinas a vapor. Em Cachoeirinha (RS), faz aparelhos de 

medição de energia. E, em Contagem (MG), produz linhas de transmissão de energia e 

estruturas metálicas” (

NICOLETTA, 1994, p. B-12

). 

 

“Para se ter uma idéia do que é a ABB, cabe lembrar quais são seus concorrentes. No 



mundo, as outras grandes corporações que atuam no mesmo negócio, como Siemens, 

AEG, na Alemanha; General Eletric, Westinghouse, nos EUA; CGE Aldthom, na 

França; Mitsubishi, Toshiba, Hitachi, no Japão. No Brasil, grandes concorrentes em 

nível local são o Grupo Villares, que atua no setor de equipamentos elétricos; a WEG, 

no setor específico de motores e transformadores” (

MÜLLER, 1993, p. 139

). 



Compartilhe com seus amigos:
1   2   3   4   5   6   7   8


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal