Luciana Antonini


A IMPORTÂNCIA ECONÔMICA E POLÍTICA DA INDÚSTRIA DE



Baixar 60.04 Kb.
Pdf preview
Página2/8
Encontro13.02.2021
Tamanho60.04 Kb.
1   2   3   4   5   6   7   8
A IMPORTÂNCIA ECONÔMICA E POLÍTICA DA INDÚSTRIA DE 

EQUIPAMENTO 

 

Segundo Pierre George “existe uma distinção fundamental que separa os países que 



possuem indústrias de equipamento dos que não dispõem de outras indústrias além das 

de transformação, ou de indústrias produtoras de objetos de uso ou de consumo (...) O 

crescente conhecimento da correlação entre a independência nacional, a capacidade de 

defesa e a posse das indústrias fundamentais tem levado um certo número de países a 

criar indústrias pesadas (ou de equipamento), mesmo em condições naturais 

desfavoráveis”

  

 (



GEORGE, 1980, p.52/5).

 

 



Dentre as indústrias de equipamento, as indústrias eletromecânicas desenvolveram-se 

“sob a forma de abastecedoras de motores e aparelhagem das usinas elétricas, e 

proliferaram (...) sob a forma de indústrias de material radioelétrico, dos aparelhos 

eletrônicos, das máquinas de calcular, dos aparelhos de controle e de telecomando e dos 

computadores. Elas têm também um lugar importante no ciclo das indústrias nucleares. 

O desenvolvimento dessas indústrias - que pedem investimentos muito grandes e um 

alto grau de tecnicidade -  é específico dos países industriais mais avançados (...). O 

fator principal para sua implantação é a presença de quadro técnico e uma mão de obra 

altamente qualificada. (E devem ser) bem servidas por redes de transportes e de 

circulação (...). 

As indústrias metalúrgicas de transformação afirmam seu caráter fundamental de 

indústria de equipamento condicionando os meios de produção e transportes numa 

economia moderna. Um país desprovido de produção metalúrgica é obrigado a importar 

todos os seus meios de produção de transporte e de transmissão e não pode pretender 

dispor da menor autonomia econômica. 

                                                           

*

 Aluna de graduação 



Departamento de Geografia - FFLCH - Universidade de São Paulo 

São Paulo -Brasil 




 

2

Essas indústrias são, sob um outro aspecto, instrumento de potência e de independência 



política: elas constituem, com efeito, o esqueleto de todas as produções estratégicas 

(...)” (


idem, p.167-8

). 




Compartilhe com seus amigos:
1   2   3   4   5   6   7   8


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal