Livros didáticos ensino médio



Baixar 1.61 Mb.
Pdf preview
Página39/65
Encontro30.09.2021
Tamanho1.61 Mb.
1   ...   35   36   37   38   39   40   41   42   ...   65
37

SOCIOLOGIA

e introduz-se Rousseau Tocqueville, Stuart Mill, Rosa Luxemburgo, Robert Dahl, 

Schumpeter, Macpherson, T.H. Marshal; no caso brasileiro, trazem José Murilo de 

Carvalho e Wanderley Guilherme dos Santos. Concluem a unidade com uma con-

ceituação sobre movimentos sociais situados na história de lutas por direitos e 

cidadania no século XX.

A UNIDADE 4 é dedicada à compreensão do mundo do trabalho, tendo como 

fio condutor a sociedade de classes. Revisita-se os clássicos, Marx, Durkheim e 

Weber recortando suas reflexões sobre a divisão do trabalho e os sentidos que a 

racionalização conferiu ao trabalho nas sociedades capitalistas. São explicados 

os diferentes modos de racionalização da produção desde Taylor, passando por 

Ford até chegar à flexibilização da regulação da produção, nos dias atuais. Mos-

tra-se que o mundo do trabalho se organiza em uma sociedade de desigualdades 

sociais e estratificada, explicando como são as “pirâmides sociais” nas diferentes 

estruturas de estratificação e divisão. Exploram-se vários dados sobre trabalho e 

desigualdades sociais no Brasil, incluindo-se dados sobre a juventude.

Na UNIDADE 5 os autores apresentam as teorias sobre desenvolvimento, 

subdesenvolvimento e capitalismo nos diferentes momentos sociais e econômi-

cos dos séculos XX e XXI. Pensadores como Karl Polanyi, John Maynard Keynes, 

Raúl Prebish, Celso Furtado, Fernando Henrique Cardoso e teorias da CEPAL- Co-

missão Econômica para a América Latina e Caribe das Nações Unidas embasam 

as interpretações sobre as crises e etapas de desenvolvimento econômico dos 

países em geral e, em particular, da América Latina. Estudos de autores da Ásia 

também são apresentados, como os do sul-coreano Há-Joon Chang, do indiano 

Amartya Sem e do paquistanês Mahbub Ul Haq. O tema globalização é esclareci-

do com os estudos de Milton Santos, Ulrich Beck, José Maria Gómez, Bauman, o 

franco-libanês Amin Maalouf, o indo-maericano Parag Khanna, compondo um pai-

nel que busca dar conta de todos os continentes no contexto de mundialização.  

Na UNIDADE 6, os autores tratam da vida social nas cidades no século XXI, 

desde os problemas de ocupação do solo urbano, passando pelas questões de 

identidade de gênero e sexualidade até os fenômenos do meio ambiente, cada 

vez mais complexos nas grandes metrópoles. Revisitam as teorias da Escola de 

Chicago, que inauguraram as pesquisas sobre cidades. Explicam a influência des-

ses estudos através da presença de Donald Pierson.  Urbanidade, redes sociais, 

terceiro setor, segregação sócio-espacial urbana, violência, conflitos e crimes são 

analisados à luz de Manuel Castells, Alba Zaluar e Loïc Wacquant.  Os estudos de 

gênero e feministas são mobilizados destacando-se autoras como Cristina Brus-

chini, Angela Davis e Patricia Collins. Destacando estudos da ONU e institutos de 

pesquisa, os autores demonstram o problema da produção de alimentos e toda 

a complexidade do esgotamento dos recursos naturais. Estudos do brasileiro Ri-

cardo Abramovay, da indiana Vandana Shiva, do estadunidense Robert Bullard e 

as ideias do líder Chico Mendes compõem um panorama sobre as questões da 

agricultura, florestas e desenvolvimento sustentável. 

Por fim, organizam-se Referências bibliográficas. 






Compartilhe com seus amigos:
1   ...   35   36   37   38   39   40   41   42   ...   65


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal