Livros didáticos ensino médio


GUIA DE LIVROS DIDÁTICOS PNLD 2015



Baixar 1.61 Mb.
Pdf preview
Página13/65
Encontro30.09.2021
Tamanho1.61 Mb.
1   ...   9   10   11   12   13   14   15   16   ...   65
12

GUIA DE LIVROS DIDÁTICOS PNLD 2015

SOBRE A MEDIAÇÃO DIDÁTICA

 

As seis obras aprovadas, dentre as 13 inscritas, demonstram um amadure-



cimento de propostas pedagógicas e didáticas para o ensino de Sociologia e um 

enriquecimento do processo de rotinização da disciplina nas escolas. Contudo, 

cumpre  apontar  os  desafios  que  ainda  persistem,  sobretudo  se  considerarmos 

que a Sociologia ainda se encontra em fase de consolidação como disciplina es-

colar, enfrentando por isso uma série de obstáculos quando se trata da mediação 

entre o conhecimento científico e o conhecimento escolar. Um desses obstáculos 

refere-se à simplificação de teorias e conceitos.  Sabemos que é uma meta em 

todos os níveis de ensino conseguir explicar conceitos complexos de forma com-

preensível, sem trair seu significado profundo. É um desafio da comunicação cien-

tífica e da disseminação da ciência para públicos leigos. E certamente esse desa-

fio é ainda maior se considerarmos a própria natureza das ciências sociais que se 

caracteriza pelo embate permanente entre concepções teóricas distintas. Como 

tratar então a relação “indivíduo e sociedade” nos autores clássicos sem que se 

reduzam suas concepções a um mero jogo de primazia entre indivíduo e socieda-

de? Entendemos que muito embora diferentes entre si, o olhar de Durkheim não 

se restringiu a pensar essa relação tendo em vista o domínio da sociedade sobre 

o indivíduo. Da mesma forma, sabemos que não basta inverter essa relação – o 

domínio do indivíduo sobre a sociedade – para se entender o pensamento de 

Weber, nem tampouco, apresentar as concepções teóricas de Marx limitando-as 

às determinações econômicas. 

  Percebemos que o problema da reificação dos conceitos é um forte risco e 

constitui-se em um dos maiores desafios do conhecimento escolar da sociologia. 

  Outro desafio refere-se à articulação e às possibilidades de interdisciplinari-

dade das Ciências Sociais, no caso a Antropologia, Ciência Política e Sociologia. No 

processo de institucionalização da Sociologia foi se consolidando o que podemos 

chamar de consenso, que a disciplina é denominada Sociologia, mas que os con-

teúdos devem ser das Ciências Sociais. Essa meta abre possibilidades e enriquece 

o currículo no ensino médio, favorecendo-se diferentes alternativas ao se realizar a 

mediação didática. Uma alternativa é apresentar os conteúdos das Ciências Sociais 

em três partes, sendo uma da Antropologia, outra da Ciência Política e outra da So-

ciologia. Destacando-se os temas, conceitos e teorias de cada área. Se isso, por um 

lado, enriquece a reflexão e garante o acesso do estudante aos conhecimentos das 

três áreas, por outro lado, reproduz a divisão tal e qual dos cursos de graduação de 

ciência sociais das universidades, renunciando ao tratamento dessas três áreas de 

maneira interdisciplinar a partir de temas. Outra alternativa caminha no sentido de 

apresentar, por meio de algumas temáticas, autores que contemplem as três áreas, 

o que pode acabar se expressando de forma desequilibrada entre as três áreas, 

com forte predomínio de uma em detrimento das demais, correndo-se o risco de 

deixar de dar tratamento adequado a algumas temáticas. 

  Não resta dúvida de que tanto uma quanto outra são opções válidas, mas 

que ainda se constituem em desafios tanto no plano epistemológico, como no 

plano prático e nos cabe observar como essas diferentes alternativas podem ser 

desenvolvidas e recontextualizadas nas escolas. 





Compartilhe com seus amigos:
1   ...   9   10   11   12   13   14   15   16   ...   65


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal