Lição 8 tema: Recompensado por interpretar um sonho Texto Bíblico: Gênesis 41. 1-45



Baixar 5.74 Kb.
Encontro16.03.2020
Tamanho5.74 Kb.

Lição 8


TEMA: Recompensado por interpretar um sonho
Texto Bíblico: Gênesis 41.1-45
“[...] Perturbado pelos sonhos Faraó chamou todos os adivinhadores do Egito e todos os seus sábios (v. 8). Faraó buscava uma explicação, mas ninguém sabia interpretar os sonhos. Entendiam que tais sonhos continham mensagens ocultas relativas a eventos futuros e era importante que fossem decodificados.

Foi nesta conjuntura que o copeiro-mor lembrou seu período na prisão em que ele e o padeiro-mor tinham sonhado e José interpretou os sonhos corretamente. O copeiro contou a história a Faraó. José foi chamado e depois preparado às pressas para uma audiência com Faraó, foi introduzido à sua presença. Quando Faraó lhe disse que ele tinha a reputação de ser intérprete de sonhos, José protestou, afirmando que o poder não estava nele, mas em Deus. Os adivinhos pagãos se vangloriavam de possuir poderes próprios, embora quase sempre junto com um deus ou deusa. José, como todos os crentes no verdadeiro Deus, consideravam que a predição do futuro era um dom divino. José não teve dificuldade em interpretar. Mas ao fazê-lo destacou propositalmente que o único Deus verdadeiro estava prestes a agir no Egito.

Os dois sonhos formavam uma unidade com uma mensagem relacionada com as futuras condições de colheita no Egito. As sete vacas formosa e as sete espigas formosas simbolizavam sete anos de safras abundantes. Seus respectivos opostos representavam sete anos de fome (v. 27), que viriam imediatamente depois de sete anos de grande fartura.

José reparou que, visto que ambos os sonhos significavam a mesma coisa, a situação era urgente, porque a coisa era determinada de Deus e logo aconteceria. José passou a dar a Faraó alguns conselhos práticos que não faziam rigorosamente parte da interpretação. Sugeriu que um varão entendido e sábio fosse incumbido com a responsabilidade de juntar e armazenar todo o excesso das colheitas durante os sete anos de fartura para que houvesse alimento durante os sete anos de fome.

Faraó informou a José que ele seria o homem indicado para supervisionar o plano de armazenamento de colheitas. Seu cargo estaria ao lado do próprio Faraó em termos de poder e autoridade.

Para simbolizar o novo ofício de José, Faraó lhe deu o anel que usava e vestiu-se de vestes de linho fino, e pôs um colar de ouro no seu pescoço. (Texto extraído do Comentário Bíblico Beacon, vl 1 pp.113,4, CPAD).


Boa ideia!

Aproveite este momento e utilize os visuais dos primeiros sonhos de José. Pergunte as crianças se há alguma relação entre os sonhos de José e a sua atual posição. Espere as respostas. Depois explique que Deus estava começando a cumprir na vida de José os sonhos que havia dado a ele ainda menino.

Compartilhe com seus amigos:


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal