Letras de hoje letras de hoje letras de hoje



Baixar 159.38 Kb.
Pdf preview
Página1/11
Encontro17.03.2020
Tamanho159.38 Kb.
  1   2   3   4   5   6   7   8   9   10   11


LETRAS DE HOJE  LETRAS DE HOJE  LETRAS DE HOJE  LETRAS DE HOJE  LETRAS DE HOJE

Letras de Hoje. Porto Alegre, v. 42, n. 3, p. 197-212, setembro 2007

š

Latim Vulgar:



representação do acento no

plano multidimensional

José S. de Magalhães

Universidade Federal de Uberlândia



RESUMO – O objetivo deste artigo é analisar o acento no Latim Vulgar

sob o ponto de vista da Teoria da Otimidade (M

C

CARTHY; PRINCE, 1993;



HYDE, 2001), baseando-se no Plano Multidimensional do Acento, confor-

me proposto por Magalhães (2004). Argumentamos que o sistema simples

do Latim Vulgar ignora as consoantes em coda para a composição métrica,

de modo que soantes e obstruintes desempenham o mesmo papel. Além

disso, mostramos que nenhuma referência à extrametricidade ou a

NonFinality necessita ser feita para que tais consoantes sejam ignoradas.



ABSTRACT – The aim of this paper is to analyze the Vulgar Latin stress

system under the light of Optimality Theory (M

C

CARTHY; PRINCE, 1993;



HYDE, 2001), based on the Multidimensional Plan of Stress, as proposed by

Magalhães (2004). We will argue that the simple system of Vulgar Latin

ignores all the consonants in coda for its metrical composition, so that

sonorants and obstruents play the same role. Moreover, we will show that it

is necessary no reference to extrametricality or NonFinality to make these

consonants ignored.



1 Introdução

Estudos sobre o Latim Vulgar normalmente se baseiam no Latim

Clássico para descrever as diferenças entre uma e outra língua,

situando a segunda como um estágio anterior à primeira (MASSINI-

CAGLIARI, 1995; QUEDNAU, 2000). Sem a pretensão de se fazer uma

análise diacrônica do Latim Vulgar, não nos debruçaremos sobre esse

debate, pois nosso intuito é analisar a língua em um determinado

momento histórico. Assim, o objetivo deste artigo é propor uma nova

análise do Latim Vulgar sob o ponto de vista da Teoria da Otimidade



198

Letras de Hoje

Magalhães, J. S.

š

(MCCARTHY e PRINCE 1993; HYDE 2001) e sustentada no Plano



Multidimensional do Acento, como proposto por Magalhães (2004).

Para o cumprimento desse propósito, recorreremos antes a trabalhos

em gramática histórica com a finalidade de se obterem os dados ne-

cessários para fundamentarem uma clara descrição da língua, a fim

de determinar sua gramática de restrições com base na configuração

métrica do Plano Multidimensional do Acento.

Este trabalho está dividido nas seguintes seções: inicialmente,

fazemos uma apresentação teórica acerca do Latim Vulgar com obje-

tivo de situar os dados historicamente documentados numa expo-

sição que culminará com a análise do acento primário da língua pelo

modelo de Hayes (1995). Argumentamos que o Latim Vulgar é uma

língua essencialmente trocaica, independentemente de sua caracte-

rização moraica ou silábica. Na seqüência descrevemos sucintamente

as características do Plano Multidimensional do Acento, com a defi-

nição e a ilustração dos princípios que o compõem, para, finalmente,

identificarmos, com base em restrições, a representação do Latim

Vulgar no Plano Multidimensional do Acento. Neste ponto defen-

demos que nenhuma alusão à extrametricidade/NonFinality precisa

ser feita.




Compartilhe com seus amigos:
  1   2   3   4   5   6   7   8   9   10   11


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal