Kevin B. Lee: "Os vídeo-ensaios fazem-nos ver através dos olhos de outra pessoa"


Luís Mendonça (LM) – Como, e de que forma, começou a fazer ensaios audiovisuais?



Baixar 423.04 Kb.
Página2/13
Encontro13.01.2022
Tamanho423.04 Kb.
#21014
1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   13
ENTREVISTA 2 KEVIN B LEE
Luís Mendonça (LM) – Como, e de que forma, começou a fazer ensaios audiovisuais?

Falando por mim, eu queria ser um realizador e fui-o durante alguns anos em Nova Iorque. Nessa altura comecei a ver muitos filmes como forma de me educar, já que não frequentei a escola de cinema, e por isso havia uma dimensão amadorística nos meus trabalhos como cineasta independente. Eu acreditei que as ferramentas que tinha à minha disposição com a internet e a cultura digital me seriam suficientes e não seria necessário ter uma formação na escola de cinema ou ter uma prática de realizador. Assim comecei a ver muitos filmes e como tinha alguns conhecimentos práticos de cinema, a montagem de vídeo em particular, tive o desejo e o impulso – estou a referir-me a 2005/2006, em que o acesso a ficheiros digitais dos filmes era cada vez mais comum (através do rip de um DVD ou de um Torrent) – de pegar nessas cópias digitais, colocá-las no meu software de montagem, cortar uma sequência e analisá-la, explicá-la a mim mesmo. Esta foi uma forma de me educar sobre o cinema, de como se fazem os filmes. Depois, coloquei alguns destes vídeos no YouTube e as pessoas começaram e discutí-los e eu fiz mais. Tudo começou com uma necessidade básica de aprender realização fazendo filmes com os filmes dos outros. Num período em que a tecnologia me permitia fazê-lo.




Baixar 423.04 Kb.

Compartilhe com seus amigos:
1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   13




©historiapt.info 2022
enviar mensagem

    Página principal