Introdução à Sociologia



Baixar 13.34 Kb.
Página13/13
Encontro17.03.2020
Tamanho13.34 Kb.
1   ...   5   6   7   8   9   10   11   12   13

O Golpe

  • Maioria parlamentar simples, mas não ¾, apoia reeleição, aumentando poder de Napoleão.
  • Parlamento era favorável a ele, porém constituição, não. Saída: rasgar a constituição.
  • Derrocada econômica auxilia o golpe de Estado.
  • Ruptura da burguesia comercial, dos legitimistas, da aristocracia financeira e da burguesia industrial com seus representantes, que os acusavam de desordeiros e responsáveis pela situação caótica na economia (1851).

Fim da linha

  • Burguesia quis se livrar do governo, pondo-o em uma mão forte para poder cuidar de seus negócios.
  • “Antes um fim com terror do que um terror sem fim”.
  • Napoleão apoia sufrágio universal, parlamento não; Napoleão apela ao povo e usa o exército para enjaular representantes da assembleia. Estava consumado o golpe.

Explicações de Marx

  • Máquina estatal é aperfeiçoada aos poucos, é centralizada a cada revolução.
  • Poder se autonomiza da sociedade a ponto de uma única figura poder se apossar dele.
  • Havia apoio de camponeses a Napoleão, a massa do povo francês. Eram “saco de batatas”, não uma classe.
  • Alguém (Executivo) tem que os representar ou proteger, pois não conformam um interesse mútuo capaz de ser representado.
  • Napoleão, por fim, surge como benfeitor universal de todas as classes. Instaura uma anarquia em nome da ordem.



Compartilhe com seus amigos:
1   ...   5   6   7   8   9   10   11   12   13


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal