Inspiramais como termômetro de mercado imagens



Baixar 19.08 Kb.
Página1/2
Encontro17.06.2021
Tamanho19.08 Kb.
  1   2

INSPIRAMAIS COMO TERMÔMETRO DE MERCADO
Imagens: https://drive.google.com/drive/folders/1ZF4jgXAtS-TlBz2Ftn1mVPPa8Tl2TF1M

"O Inspiramais é um indicador da movimentação do mercado. O Salão está com corredores lotados, estandes cheios, muitos expositores, isso representa, nesse momento, um aquecimento dos negócios ". Esta é a fala de Fernanda Resende, designer de calçados da marca Carmen Steffens.


A profissional é uma das muitas convidadas do principal Salão de Inovação e Design de Materiais de Moda da América Latina, que começou hoje em São Paulo e segue até amanhã, dia 15.

A designer chegou pelas Caravanas Inspiramais, que recebem visitantes das mais diversas regiões do país como Birigui, Franca, Jaú, Divinópolis, Nova Serrana, Criciúma, Juruaia, Brusque e Blumenau, de estados como São Paulo, Minas Gerais, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.
"Frequento o Inspiramais há sete anos, já trabalho com pelo menos um fornecedor de cada área que o Salão atende, como acessórios, couros, aviamentos, e venho acompanhando seu crescimento. Não deixo de marcar presença no espaço para ver as novidades apresentadas in loco de parceiros e de outros expositores, além de conhecer o resultado de tendências e pesquisas propostas pelo núcleo de pesquisa do Salão", acrescenta a visitante.
Celebrando uma década de incentivo à moda nacional, o Inspiramais reafirma a posição de propulsor num processo que envolve todo a indústria. "Hoje comemoramos a junção de diferentes fatores. Da sustentabilidade à inovação e tecnologia, somando a isso o esforço de empresas de diferentes segmentos, aproveitando a transversalidade, a versatilidade que algumas têm de transitar em diferentes setores", diz Ilse Guimarães,  superintendente da Associação Brasileira das Empresas de Componentes para Couro, Calçados e Artefatos (Assintecal).
"A expectativa para a temporada é de conscientizar o mercado da necessidade e importância dos produtos sustentáveis e a inserção das Start Ups para materiais como novos autores nesse processo que se iniciou pelo design", acrescenta a superintendente.
Entre as Start Ups que participam do Salão, a Trash Flow, de Novo Hamburgo, de apenas oito meses de existência, se destaca desenvolvendo em laboratório projetos próprios e outros para terceiros, produtos produzidos por parceiros, como a sola reciclada, que reduz o valor em 30 a 40% em relação ao produto convencional, além de propiciar benefícios ao meio ambiente.
Já a Kirimurê, apresenta a zircônia reciclada, utilizada em calçados e bijuterias, produzida em laboratório, com o mesmo brilho da pedra que antes era extraída da natureza. A empresa de acessórios de Limeira também apresenta uma linha de aço inox aplicado em vestuários e calçados , itens foscos e brilhantes de origem reciclada, tendo todo processo de produção à mão: soldado, montado, torcido e abaloado. Toda a química usada no processo de corte à la estamparia é coletada por uma empresa que reutiliza o material na rede de esgoto.
A Seringô apresenta a borracha da Amazônia – coleta de látex em seringais nativos, aplicada em diferentes processos. A ONG e Cooperativa de Belém do Pará traz desde tecidos emborrachados, camisetas de algodões orgânicos estampadas via Block Print – um processo no qual um molde de sucata de alumínio funciona como matriz carimbando no tecido desenhos em alto relevo.
Acessórios e artesanatos também chamam à atenção, além produção de sandálias, um processo que começou com mil pares mês, hoje está em 10 mil e pode chegar até 100 mil, conforme a demanda de parceiros que aparecem cada vez mais interessados. Um trabalho que em 2015 capacitou 4 famílias, 40 em 2017 e espera preparar 200 até o final desse ano.
A tecelagem plana Innovativ, de Santa Bárbara D’oeste, com atuação em vestuário, calçados, acessórios, movelaria e setor automotivo, apresenta produtos em jacquard com textura, em algodão, linho e mistos com viscose, e a linha sustentável de algodões naturalmente coloridos com construções e algodões reciclados, itens de apelo natural e tátil.
O Inspiramais acontece no centro de eventos Pro Magno até hoje. Único do gênero na América Latina, o Salão de Inovação e Design de Materiais é um marco na história dos projetos de construção de identidade genuinamente nacional.
Ponto de referência para todo o mercado, o salão é responsável por impulsionar um processo que envolve toda a indústria, atendendo aos setores calçadista, moveleiro, automotivo, confecção, acessórios e bijuterias, reunindo informações que unificam linguagem e metodologia para toda a cadeia produtiva da moda.
Com entrada gratuita para profissionais do setor, entre compradores e formadores de opinião, o Inspiramais recebe atualmente cerca de 7 mil visitantes, para conferir de perto produtos com inovações em criação, design, sustentabilidade e tecnologia, em um total de 1.000 produtos exibidos por mais de 180 empresas.



Compartilhe com seus amigos:
  1   2


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal