Império Bizantino 21



Baixar 148.74 Kb.
Pdf preview
Página1/2
Encontro07.09.2021
Tamanho148.74 Kb.
#18182
  1   2
Império Bizantino 21-.
Hist ria Sociedade & Cidadania 1 ensino m dio componente curricu


E. E. E. F. M. Cel. Aluízio Pinheiro Ferreira.

Disciplina: História.

Prof. Francineide Muniz de Araújo

Aluno:_________________________________ Turma:______

Atividades–Período da Quarentena-

1ºano – Atividade- 21

-

O império Bizantino.

1

)- -Assista com atenção ao vídeo no link abaixo sobre “O império Bizantino”:

https://www.youtube.com/watch?v=39p6xR5VZfk

2- Leia no seu livro didático das paginas 168 a 172:

3- De acordo com suas leituras e o vídeo que você assistiu, caracterize:

Império Bizantino:

A agricultura e o uso de mão de obra escrava foram as principais características da economia do império

bizantino na Antiguidade,sendode suma importância para as atividades comerciais (base da economia).

O Império Bizantino se destacou nas relações comerciais com a Arábia, China, Pérsia e Índia, fazendo

com que a economia do Império Bizantino fosse ao longo de vários séculos uma das mais fortes

economias da região do Mediterrâneo. O Estado controlava de forma exagerada tanto o comércio interno

como externo, e detinha o monopólio da emissão de moeda.

Teocracia:

Em seu sentido inicial, a teocracia é um termo de origem grega que significa

“governo divino”. Nesse sentido, definimos a teocracia como todo governo em que

justificativas de natureza religiosa orientam a formação do poder instituído. Na maioria

dos casos, o chefe político é visto como um representante direto de alguma divindade

ou chega a assumir a condição de divindade encarnada.

Ao estudarmos diversas civilizações da Antiguidade, notamos que a teocracia

tem grande presença na organização política de alguns povos. O exemplo mais famoso

desse tipo de governo aconteceu no Egito Antigo, quando o faraó era adorado como

filho do deus Amon-Rá e reconhecido como a encarnação de Hórus, o deus-falcão.

Para os egípcios, a oferenda de sacrifícios e a felicidade pessoal do faraó eram

fundamentais na manutenção de uma relação saudável com as outras divindades.

Governo Justiniano:

No governo de Justiniano (527-565), o Império Bizantino atingiu seu esplendor, através do fortalecimento

do poder imperial e da expansão fronteiriça. No plano político, Justiniano organizou o Corpus Júris

Dominici, ou o Código Justiniano, que foi sintetizado em quatro livros, que abarcavam:

• Código – reunião das leis.




• Digesto – as constituições romanas.

• Institutas – princípios fundamentais do Direito romano e manual para os estudantes.

• Novelas – leis publicadas no governo de Justiniano.

Questão iconoclasta:

.

Cisma do Oriente: É a divisão da igreja cristã, entre a Católica e a Ortodoxa, pois havia muitas



divergências de pensamentos.

Igreja Cristã Ortodoxa:

Diferencie

Igreja Católica apostólica Romana:

Igreja Católica apostólica Romana

Igreja Cristã Ortodoxa:



Papa

É a autoridade máxima.

Não há uma autoridade máxima da

igreja. Sua hierarquia mais alta é um

colegiado de bispos, presidido pelo

Patriarca de Constantinopla.




Baixar 148.74 Kb.

Compartilhe com seus amigos:
  1   2




©historiapt.info 2022
enviar mensagem

    Página principal