Imagem bonita da grécia



Baixar 9.04 Kb.
Encontro11.12.2019
Tamanho9.04 Kb.

GRÉCIA III

PROF. LUCAS RAFAEL

IMAGEM BONITA DA GRÉCIA

  • MITOLOGIA
  • CULTURA
  • QUESTÕES
  • μυθολογία
  • ESTUDO DE NARRATIVAS FANTÁSTICAS
  • EXPLICAÇÕES PARA O MUNDO
  • COSMOGONIA

MITOLOGIA
  • NO INÍCIO EXISTIA O CAOS
    • GAIA – TERRA
      • URANO - CÉU
    • EROS – AMOR
    • NIX – UNIVERSO/NOITE
    • ÉREBO - ESCURIDÃO
  • TITÂNS, CÍCLOPES E ECATONQUIROS
  • REPRESENTAÇÕES DA NATUREZA
    • RÉIA (COMPROMISSO)
    • MINEMOSINE (MEMÓRIA)
    • CRONOS (TEMPO)
  • URANO COLOCA OS FILHOS DENTRO DE GAIA
  • CRONOS CASTRA O PAI
    • VIRA SOBERANO E CASA COM REIA
  • CRONOS DEVORA OS FILHOS
  • ZEUS NASCE E É GUARDADO EM CRETA
  • LIBERTA OS IRMÃOS E DECLARA GUERRA AOS TITANS
  • TITANOMAQUIA
  • OLIMPIANOS VENCEM E COLOCAM OS TITÃS NO TARTARO
  • HERCULES – 12 TRABALHOS
  • TESEU – MINITAURO
  • PERSEU – MEDUSA
  • AQUILES – CALCANHAR
  • ÉDIPO – ENÍGUIMA DA ESFINGE
  • BERÇO DA CIVILIZAÇÃO OCIDENTAL
  • UNIDADE SOCIOCULTURAL APESAR DA DIVERSIDADE POLÍTICA

CULTURA
  • TRÁGICOS
    • SÓFOCLES – ÉDIPO-REI
    • EURÍPEDES – MEDÉIA
  • COMÉDIA
    • ARISTÓFANES
  • ÉPICO
    • HOMERO

LITERTURA E TEATRO
  • ORATÓRIA
    • DEMÓSTENES
  • HISTÓRIA
    • HERÓDOTO
    • TUCÍDIDES

ARQUITETURA
  • DÓRICO
  • JÔNICO
  • CORÍNTIO
  • FÍDIAS – PALAS-ATENAS
  • MÍRION – DISCÓBOLO
  • PLAXÍSTELES – HERMES, DIONÍSIO E AFRODITE

ARTE
  • SÉCULO VI A.C, NA ÁSIA MENOR
  • TALES DE MILETO
  • APOGEU NO SÉCULO V E IV EM ATENAS

FILOSOFIA
  • SOFISTAS – SÉC. V A.C
    • PROTÁGORAS
    • “O HOMEM É A MEDIDA DE TODAS AS COISAS”
  • ESTOICISMO
    • ZENON
    • EQUILÍBRIO INTERIOR
  • EPICURISMO
    • EPÍCURO
    • OBTENÇÃO DO PRAZER
  • CETICISMO
    • PIRRO
    • NEGATIVISMO

O que implica o sistema da pólis é uma extraordinária preeminência da palavra sobre todos os outros instrumentos do poder. A palavra constitui o debate contraditório, a discussão, a argumentação e a polêmica. Torna-se a regra do jogo intelectual, assim como do jogo político.

VERNANT, J. P. As origens do pensamento grego. Rio de Janeiro: Bertrand, 1992 (adaptado).

Compartilhe

Na configuração política da democracia grega, em especial a ateniense, a ágora tinha por função
  • agregar os cidadãos em torno de reis que governavam em prol da cidade.
  • permitir aos homens livres o acesso às decisões do Estado expostas por seus magistrados.
  • constituir o lugar onde o corpo de cidadãos se reunia para deliberar sobre as questões da comunidade.
  • reunir os exércitos para decidir em assembleias fechadas os rumos a serem tomados em caso de guerra.
  • congregar a comunidade para eleger representantes com direito a pronunciar-se em assembleias.

No período 750-338 a. C., a Grécia antiga era composta por cidades-Estado, como por exemplo Atenas, Esparta, Tebas, que eram independentes umas das outras, mas partilhavam algumas características culturais, como a língua grega. No centro da Grécia, Delfos era um lugar de culto religioso frequentado por habitantes de todas as cidades-Estado.

No período 1200-1600 d. C., na parte da Amazônia brasileira onde hoje está o Parque Nacional do Xingu, há vestígios de quinze cidades que eram cercadas por muros de madeira e que tinham até dois mil e quinhentos habitantes cada uma. Essas cidades eram ligadas por estradas a centros cerimoniais com grandes praças. Em torno delas havia roças, pomares e tanques para a criação de tartarugas. Aparentemente, epidemias dizimaram grande parte da população que lá vivia.

Apesar das diferenças históricas e geográficas existentes entre as duas civilizações elas são semelhantes pois

A) as ruínas das cidades mencionadas atestam que grandes epidemias dizimaram suas populações.

B) as cidades do Xingu desenvolveram a democracia, tal como foi concebida em Tebas.

C) as duas civilizações tinham cidades autônomas e independentes entre si.

D) os povos do Xingu falavam uma mesma língua, tal como nas cidades-Estado da Grécia.

E) as cidades do Xingu dedicavam-se à arte e à filosofia tal como na Grécia.

A civilização grega atingiu extraordinário desenvolvimento. Os ideais gregos de liberdade e a crença na capacidade criadora do homem têm permanente significado. Acerca do imenso e diversificado legado cultural grego, é correto afirmar que:
  • A IMPORTÂNCIA DOS JOGOS OLIMPICOS LIMITAVA-SE A OS ESPORTES.
  • A DEMOCRACIA ESPARTANA ERA REPRESENTATIVA.
  • A ESCULTURA HELÊNICA, EMBORA DESLIGADA DA RELIGIÃO, VALORIZAVA O CORPOR HUMANO.
  • OS ATENIENSES VALORIZAVAM O ÓCIO E DESPREZAVAM OS NEGÓCIOS.
  • POEMAS, COM NARRAÇÕES SOBRE AVENTURAS ÉPICAS, SÃO IMPORTANTES PARA A COMPREENSÃO DO PERÍODO HOMÉRICO.



Compartilhe com seus amigos:


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal