Ilê Oyá Tade, em Teresina-Pi



Baixar 22.11 Kb.
Página2/4
Encontro17.03.2020
Tamanho22.11 Kb.
1   2   3   4
MATERIAIS E MÉTODOS
Os métodos de abordagem do presente trabalho foram o hipotético-dedutivo e o qualitativo. Com o método hipotético-dedutivo observou-se os fenômenos, no caso, os rituais gastronômicos realizados no Candomblé. Posteriormente, percebeu-se a relação entre a Gastronomia e a Religiosidade e por último constatou-se a generalização da importância dessa relação no plano do hibridismo cultural.

Com o método qualitativo, buscou-se delinear os elementos factuais por meio de uma captação na qual o pesquisador acredita ser pertinente com seus conhecimentos pessoais e sociais, destacando a importância da gastronomia em outras esferas, ou seja, a ressignificação do alimento a partir do momento que torna-se simbólico no campo da religiosidade.

As técnicas de pesquisa utilizadas foram documental direta, com pesquisa de campo diretamente onde ocorreram os rituais gastronômicos, bem como técnicas de observação por meio de entrevista estruturada.

A priori, o contato com o terreiro de Candomblé realizou-se por meio de fontes bibliográficas a fim de um embasamento teórico.

A triagem do referencial teórico delineou-se nas seguintes áreas: História da Gastronomia, Antropologia, Sociologia e Estudos Culturais. O corpus escolhido, que foi o terreiro Ilê Oyá Tade, que na linguagem yorubá significa Casa da Coroa de Iansã, em Teresina-PI.




Compartilhe com seus amigos:
1   2   3   4


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal