I jornada de Intercâmbios, Experiências e Inovação



Baixar 249.72 Kb.
Página1/2
Encontro09.02.2022
Tamanho249.72 Kb.
#21504
  1   2




I Jornada de Intercâmbios, Experiências e Inovação

(Resumo das atividades)

A realização da I Jornada de Intercâmbios, Experiências e Inovação, durante os dias 29 e 30 de junho e 1 de julho de 2017, permitiu reunir uma pluralidade de experiências e projetos desenvolvidos em salas de aula e relatados por professores da Educação Infantil, Primária, Secundária e do Bacharelado de diversas instituições escolares da Comunidade Valenciana. Com um caráter internacional, o evento contou com a participação ativa de pesquisadores do Brasil, da Colômbia e do Chile.

O primeiro dia de atividades do evento foi iniciado com a apresentação da estrutura e dos objetivos da Jornada pelo Prof.º Xosé Manuel Souto (Universidade de Valencia), seguindo-se da conferência de abertura realizada pelo Prof.º Fabián Araya (Universidade de La Serena – Chile), que expôs a sua experiência com o Projeto "Relaciones entre investigación e innovación educativas en el medio rural chileno. El estudio de caso de Monte Patria”. Na oportunidade o professor apresentou a fundamentação teórico-metodológico e os objetivos do projeto, destacando alguns resultados provenientes das experiências com os alunos do Liceo Presidente Eduardo Frei Montalva, alcançados com práticas pedagógicas inovadoras no ensino de geografia construídas a partir dos diálogos entre as problemáticas sociais e ambientais, enfatizando o tema do desenvolvimento rural sustentável e permitindo um processo de ensino e aprendizagem inserido no contexto local dos respectivos alunos.

As atividades do primeiro dia da Jornada tiveram continuidade com a sessão de comunicação sobre as práticas pedagógicas inovadoras na Educação Infantil, sob coordenação do Prof.º Carlos Fuertes (Universidade de Valencia). A primeira comunicação foi apresentada pela Prof.ª Liliana Carbó Martí, relatando a experiência desenvolvida no CEIP El Castell (Almoines), através do projeto "Preparem una festa de benvinguda", onde os alunos puderam ter autonomia e altivez para construir todo roteiro da ação de boas-vindas na escola, produzindo um espetáculo teatral, criando a história e definindo seus personagens de forma colaborativa, permitindo assim um ambiente inovador para a aprendizagem. Em seguida a Prof.ª Estefanía Donet, também do CEIP El Castell (Almoines), apresentou sua experiência com o projeto "És pot pensar històricament en Educació Infantil", expondo a concepção o desenvolvimento de uma prática pedagógica onde se ensina o tempo histórico a partir de diferentes atividades, seguindo-se os pressupostos teóricos de Seixas e Morton. A terceira comunicação coube a professora María José Burgos y Yolanda de Vicente, da escola El Drac, que expôs a organização e alguns resultados dos seis espaços que compõem o "Programa d´Experimentació Sensorial". A última comunicação da sessão foi realizada por Josep Cantó, apresentando o“Projecte COMPENSES a Ontinyent: un exemple del que es pot fer quan l'escola i la universitat van de la mà en la formació inicial”, que se concebe como uma iniciativa pública que possui o objetivo de agregar diversos segmentos da sociedade em prol do desenvolvimento da consciência cidadã e do respeito ao meio ambiente através de atividades didáticas nas escolas e na cidade.

Ainda no primeiro dia da Jornada, a segunda sessão de comunicações foi destinada ao intercâmbio de experiências das práticas pedagógicas inovadoras desenvolvidas no âmbito da Educação Primária, sob coordenação do Prof.º David Parra (Universidade de Valencia). A primeira comunicação foi apresentada pelas professoras Isabel Henarejos y Esther Cardona, do Colégio Vicente Tena (Xàbia), expondo o projeto “Mestres per un dia”, onde os alunos do 5º e 6º anos trabalham a história moderna e contemporânea do local (história, o mar e as paisagens naturais) e depois convertem-se em professores dos alunos mais novos, implicando em uma nova dinâmica do processo de ensino-aprendizagem e proporcionando um método inovador na construção do saber. A segunda comunicação foi realizada pelas professoras Inmaculada Coscolla, María Gallardo, Gemma Menchero y Almudena Montaner, da escola CEIP Jaume I (Paiporta), apresentando os resultados do projeto "La volta al món en 175 dies", onde os alunos puderam aprender de forma colaborativa sobre distintas regiões do mundo, tornando-se agentes produtores de conteúdos em sala de aula e inovando na relação de ensino-aprendizagem dos conteúdos curriculares. A última comunicação do dia foi apresentada pelas professoras María Jérez, Cristina Sabater y María Pilar Corral, do CEIP Sant Vicent Ferrer (Faura), expondo os trajetos de inovação pedagógica do projeto "Descobrint la Prehistòria", onde recorrem a uma aprendizagem baseada em projetos para fomentar a compreesão de algumas questões cotidianas (roupas, alimentação...) da Pré-História.

Após cada sessão de comunicações foi aberto o espaço para debates sobre as experiências, onde surgiram questionamentos, diálogos e avaliações pertinentes sobre os percursos metodológicos e sobre os desafios de se implementar práticas de inovação dentro do contexto escolar. Cabe destacar que as intervenções realizadas pelos participantes e pelos proponentes das comunicações foram de grande relevância para compreender a importância da autonomia dos alunos nas atividades de inovação no processo de ensino-aprendizagem, na construção do conhecimento e no compartilhamento das informações como parte dos itinerários pedagógicos.

No encerramento das atividades do primeiro dia do evento, foi realizada a apresentação de Materiais Didáticos, sob coordenação de Diego García (Universidade de Valencia). Neste momento, foram expostos os seguintes materiais: Marcos Morales (“Colors”), Belén Magdalena y Anna Muñoz (Livro "(IN)VISIBLES, les nostres anàlisis pedagògiques”), Javier Esteve, Carlos Fuertes y Juan Carlos Colomer, ("Materiales para la innovación en la enseñanza de la represión franquista en institutos y universidad"), Paula Jardón y Belén Soler (Projeto “Past Women”) e Rebeca Catalá ("Actualización de materiales: el libro de texto de 1º ESO de Gea Clío").

O segundo dia do evento transcorreu com mais duas sessões de comunicações. A primeira delas, destinada ao compartilhamento das experiências de inovação desenvolvidas na Educação Secundária, foi coordenada pelo Prof. Juan Carlos Colomer (Universidade de Valencia). A sessão foi iniciada com o Prof.º Arnaldo Mira, do IES Andreu Alfaro (Paiporta), relatando o trabalho "Enseñar ciencias sociales con un blog: una reflexión tras cinco años de experimentación en el aula", que enfatizou a necessidade de criar materiais didáticos adequados as características de um alunado em Educação Compensatória. Em seguida se apresentaram Ricard Segura, María José Vidal y Andrés Carrión, do IES El Quint (Riba Roja de Turia) expondo o projeto "El segle XV i XVI: Un temps d'exploracions", no qual relataram a importância de conhecer o processo de construção de informação documental e cartográfica para ensinar as transformações espaciais e históricas da Idade Moderna. Logo após, a professora Susana María Martí compartilhou a experiência do IES Isabel de Villena (Valencia), com o projeto "El debate sobre el progreso", enfatizando o trabalho colaborativo entre o alunado sobre crescimento econômico e avanço tecnológico. A quarta apresentação coube aos professores Francesc Ruiz y María Martínez, do IES Font de San Lluís (Valencia), que expuseram o trabalho "L´organització de l`àmbit sociolingüístic en 1r i 2n de la ESO”, destacando a necessidade de integrar as disciplinas de línguas (espanhol e valenciano) junto com as ciências sociais, exportando os resultados acadêmicos a outros centros educacionais.

A última sessão de comunicações foi destinada a exposição e aos debates referentes as experiências de práticas inovadoras no ensino do Bacharelado, sob coordenação da Prof.ª Helena Raussel (Universidade de Valencia). Nesta sessão foram expostas três experiências, sendo a primeira delas apresentada pelo Prof.º José Manuel Gil, do Colégio Sagrada Familia Patronato de la Juventud Obrera (Valencia), relatando os percursos e resultados de “The Trench, um proyecto sobre la Gran Guerra”, um projeto que possuí como objetivo conscientizar os alunos sobre as causas, fatos e consequências da I Guerra Mundial, integrando ações internas e externas a escola, utilizando diversos recursos didáticos e inovando na construção do conhecimento pelo de forma mais plural e autônoma. A experiência seguinte foi relatada pelo Prof.º Carlos Fuster (Universidade de Valencia), sobre o trabalho "Del mito al logos: una experiencia sobre la aplicación de la investigación educativa en la práctica docente en Bachillerato", desenvolvida no Colégio Nuestra Señora del Socorro (Valencia), onde o proponente pode apresentar os percursos metodológicos da iniciativa direcionada para se pensar o conhecimento histórico a partir do estabelecimento de conceitos metodológicos e observando a pertinência dos diálogos entre o curriculum, a avaliação, o alunado, o contexto educativo e os professores. A última comunicação foi realizada pelos professores Miquel Martínez e Benito Campo (Universidade de Valencia), expondo o projeto "Propuesta didáctica desde el estudio local de clima y paisaje", desenvolvido no IES Jaume I (Ontinyent). Os expositores apresentaram os objetivos e a estrutura do projeto, que possui uma característica interdisciplinar e inovadora na perspectiva que os alunos apreendem os conteúdos curriculares de forma efetiva ao estabelecer ações vinculada com o contexto local, construindo práticas pedagógicas que permitem ao aluno o desenvolvimento de habilidades de leitura e interpretação do espaço geográfico, além de promover nos alunos a consciência cidadã a autonomia para se criar estratégias para a intervenção social.

Após cada sessão de comunicação, foi novamente aberto um espaço para diálogos entre os expositores e o público do evento. Destaca-se, que nas duas sessões do dia os comentários estiveram alinhados com os questionamentos sobre os procedimentos adotados pelos professores para construção dos projetos e para o desenvolvimento das práticas pedagógicas correlacionadas com os conteúdos curriculares, visto que os alunos compreendidos por estes níveis de ensino estão em processo de formação para os exames de ingresso no ensino superior.

As atividades da Jornada foram encerradas com a saída de campo para a cidade de Requena, conduzida por Diego Monteagudo (Universidade de Valencia) e onde estiveram presentes alunos e professores que participaram da programação do evento. A proposta da saída de campo consistiu na apresentação de uma paisagem vitícola em um contexto social com características rurais (Casas de Eufemia) e históricas, visto que a cidade de Requena é considerada um polo na produção de vinhos e derivados, além de ser um importante sítio histórico, abrigando um patrimônio arquitetônico singular. Neste sentido, a saída de campo viabilizou inicialmente a visita a uma bodega familiar (Bodega Carres), onde foi possível compreender o processo de colheita, de produção e de armazenamento dos vinhos. Posteriormente, foi realizada uma visita ao centro histórico da cidade, permitindo entender o processo de origem e de expansão da cidade, além de possibilitar a apreciação da arquitetura dos edifícios históricos, com memórias das ocupações muçulmana e romana. Cabe destacar neste momento a visita guiada realizada pelas cuevas localizadas no subsolo da cidade e a visita a Igreja de San Nicolas, onde também se encontram vestígios arqueológicos do passado de Requena. A última atividade da saída de campo foi realizada no Salão Cultural Feliciano A. Yeves, onde as vereadoras Isabel García (áreas de Educação, Saúde, e Igualdade), María José Martím (áreas de Cultura e Turismo) e José Ángel Jesús-Mariá (Gestor cultural da Prefeitura de Requena) falaram sobre algumas políticas públicas desenvolvidas pela gestão da cidade no que concerne aos debates sobre gênero e igualdade, e que por sua vez estavam associadas com ações implementas nas escolas como forma de ampliar os debates e aprofundar as transformações sociais relacionadas com a questão.

Jorge Ferreira (Universidade Estadual Rio Janeiro, Brasil)





Baixar 249.72 Kb.

Compartilhe com seus amigos:
  1   2




©historiapt.info 2022
enviar mensagem

    Página principal