Hpp historia V3 pnld2018 Capa al pr indd


Revolução Federalista e a Revolta da armada



Baixar 43.85 Mb.
Pdf preview
Página80/513
Encontro04.08.2022
Tamanho43.85 Mb.
#24483
1   ...   76   77   78   79   80   81   82   83   ...   513
HisTPassadoPresente 3 MP 0027P18043 PNLD2018
Revolução Federalista e a Revolta da armada
Em 1893, irrompeu no Rio Grande do Sul uma rebelião armada: a
 Revolu-
ção Federalista
O objetivo dos 
rebeldes
era derrubar o presidente do estado 
Júlio de Castilhos, um aliado de Floriano Peixoto. Conhecidos como federa-
listas
 ou maragatoseles lutavam também pela instauração do parlamenta-
rismo no Brasil. Seu principal líder era Gaspar Silveira Martins.
Júlio de Castilhos e seus seguidores, os chamados
 pica-pausreagiram e 
teve início uma sangrenta guerra civil que levou o presidente Floriano Pei-
xoto a deslocar tropas do Exército para o Rio Grande do Sul, em apoio ao 
presidente do estado.
A guerra civil gaúcha se estendeu para Santa Catarina e Paraná e teve re-
flexos na capital federal (Rio de Janeiro) ainda em 1893, quando uma rebelião 
da Marinha brasileira se uniu à causa.
Oficiais da Marinha liderados pelo almirante Custódio de Melo, que pre-
tendia assumir a Presidência da República, exigiram o afastamento do pre-
sidente Floriano Peixoto alegando que, pela Constituição, ele não poderia 
exercer o cargo: como Deodoro da Fonseca renunciara antes de completar 
dois anos de mandato, novas eleições deveriam ser convocadas para a esco-
lha do novo presidente. Amotinados, os oficiais rebeldes e alguns marinhei-
ros se apossaram de barcos fundeados na baía de Guanabara e bombardea-
ram a cidade do Rio de Janeiro entre setembro de 1893 e março de 1894.
Tanto a Revolta da Armada, como ficou conhecido esse movimento, 
quanto a Revolução Federalista foram duramente reprimidas pelo governo 
federal. A primeira terminou em abril de 1894. Já a guerra civil gaúcha esten-
deu-se até meados de 1895, quando um acordo pôs fim aos combates e Júlio 
de Castilhos voltou ao governo do estado.
Essa guerra civil deixou um saldo de aproximadamente 12 mil mortos. Mui-
tos dos combatentes morreram degolados, quando capturados pelos inimigos.

Baixar 43.85 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   76   77   78   79   80   81   82   83   ...   513




©historiapt.info 2023
enviar mensagem

    Página principal