Hpp historia V3 pnld2018 Capa al pr indd


participado de greves. A repressão do governo



Baixar 43.85 Mb.
Pdf preview
Página500/513
Encontro04.08.2022
Tamanho43.85 Mb.
#24483
1   ...   496   497   498   499   500   501   502   503   ...   513
HisTPassadoPresente 3 MP 0027P18043 PNLD2018

participado de greves. A repressão do governo 
resultou em choques entre a polícia e manifes-
tantes e alguns líderes sindicais foram presos 
e enquadrados na Lei de Segurança Nacional. 
Essas greves contribuíram significativamente 
para acelerar o fim da ditadura militar.
teSte SeU ConheCImento
(p. 199)
1. E
2. B
3. B
4. B
horA de refletIr
(p. 201)
Durante a discussão da atividade, é importante que 
os alunos retomem elementos discutidos ao longo do 
capítulo, como a institucionalização da censura, o uso 
constante da tortura e outras formas de violência, o 
controle da opinião pública, a perseguição política, en-
tre outros exemplos de práticas adotadas pelo regime 
civil-militar no Brasil que demonstram como essa for-
ma de governo implica a violação dos direitos humanos 
e a redução dos direitos dos cidadãos. É importante os 
alunos compreenderem que, apesar de a democracia 
apresentar inúmeros problemas, incluindo diversas 
formas de violência praticadas pelos agentes públicos 
(como a violência policial), essa forma de governo ainda 
possibilita a crítica social e a organização de grupos 
diversos para exigir mudanças e propor meios para a 
superação dos problemas sociais. Assim, ainda que
a democracia brasileira apresente falhas, esta forma 
de governo abre caminho para a organização social em 
busca da superação dos mesmos. Para a dramatização, 
os alunos podem elaborar uma situação curta, entre 
cinco e dez minutos, que problematize os argumentos 
que defendam um governo autoritário. Professor, 
caso julgue conveniente, as dramatizações podem ser 
apresentadas para o restante da comunidade escolar, 
possibilitando a ampliação da discussão entre todos. 
feChAndo A UnIdAde
(p. 202)
1. A canção narra o cotidiano de um jovem pobre na 
sociedade brasileira. O personagem precisa enfren-
tar o duro cotidiano em busca de oportunidades, 
além de conviver com a violência e o risco de ser 
morto por conta dela. Nesse caso, a canção elabora 
uma mensagem de que é preciso lutar contra essa 
ordem e se esforçar para superar as dificuldades, 
mesmo que os problemas sejam inúmeros. Assim, 
a violência é representada em duas dimensões, de 
um lado a violência física e o risco de ser morto, de 
outro a violência social e estrutural que advém das 
dificuldades que precisam ser superadas pelo jovem 
para conseguir oportunidades em nossa sociedade.
2. Os documentos demonstram que os homicídios são 
a principal causa de morte entre os jovens no Brasil. 
De acordo com a tabela, os homicídios correspon-
dem a 46% das mortes, enquanto causas naturais 
correspondem a 26,8% das mortes de jovens entre 
16 e 17 anos no país. Com isso, o número de mortos 
por 100 mil habitantes varia de 13,8 no Tocantins 
até 147 em Alagoas. Por isso, pode-se dizer que em 
todos os estados brasileiros os homicídios de jovens 
se enquadram na categoria de epidemia, de acordo 
com os índices previstos pela OMS.
3. A questão possibilita que o aluno proponha solu-
ções para proteger os jovens da violência e criar 
medidas sociais que ajudem a diminuir os homi-
cídios entre esse grupo, como mencionado nos 
documentos debatidos. Professor, embora a res-
posta seja pessoal, você pode lembrar os alunos 
HPP_v3_PNLD2018_MPESPEC_305a384.indd 357
6/2/16 5:50 PM



Baixar 43.85 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   496   497   498   499   500   501   502   503   ...   513




©historiapt.info 2023
enviar mensagem

    Página principal