Hpp historia V3 pnld2018 Capa al pr indd



Baixar 43.85 Mb.
Pdf preview
Página496/513
Encontro04.08.2022
Tamanho43.85 Mb.
#24483
1   ...   492   493   494   495   496   497   498   499   ...   513
HisTPassadoPresente 3 MP 0027P18043 PNLD2018
de olho no mUndo
(p. 190)
A atividade tem por finalidade refletir sobre a con-
tinuidade do trabalho de artistas e intelectuais que 
permanecem ativos no mundo contemporâneo. Dessa 
forma, os alunos podem compreender que o período da 
ditadura militar não está tão distante no tempo, como 
pode parecer para as novas gerações.
Professor, a classe pode ser dividida em pequenos 
grupos de pesquisa e cada um deles deve receber uma 
das personalidades artísticas. Com isso, durante as 
apresentações, pode-se ter uma visão mais ampla e 
variada sobre o tema. Pode-se também incentivar os 
alunos a elaborar apresentações a partir das obras 
artísticas pesquisadas. Assim, as músicas de Chico 
Buarque, por exemplo, podem ser cantadas pelo grupo, 
ou um trecho do livro de Ignácio de Loyola Brandão 
pode ser lido de modo dramatizado, e assim por diante. 
Se preferir, sugira aos alunos que selecionem também 
trechos das obras produzidas durante o regime militar, 
incentivando-os a discutir sobre as diferenças entre as 
produções artísticas do período e as atuais.
eSQUemA-reSUmo
(p. 197)
Com o fim do Estado Novo, em 1945, o país passou 
por uma grande reorganização política, com o sur-
gimento de novos partidos e a criação de uma nova 
Constituição. Nesse contexto, o primeiro presidente 
eleito foi Eurico Gaspar Dutra, em dezembro de 1945. 
Seu governo foi marcado pela adoção de políticas libe-
rais e por problemas econômicos que se repetiriam em 
outros governos. Além disso, foi um período de intensi-
ficação de práticas anticomunistas no país. O governo 
Dutra foi seguido pelo governo de Getúlio Vargas. Po-
rém, Vargas não terminou seu mandato. Por causa de 
uma crescente crise política, ele se suicidou em 1954. 
No ano seguinte, foi eleito Juscelino Kubitschek. Seu 
governo ficou conhecido pelas políticas desenvolvi-
mentistas, de estímulo à indústria e à produção cultu-
ral. No entanto, algumas medidas, principalmente a 
construção de Brasília, contribuíram para aumentar 
a inflação. Jânio Quadros, que sucedeu a JK, assumiu 
o poder com a tarefa de “limpar” a corrupção do país e 
moralizar os costumes da sociedade brasileira. Porém, 
uma crise política fez com que ele renunciasse. Como 
seu vice era Jango, associado à herança varguista e ao 
comunismo, os setores conservadores se articularam 
para impedir a sua posse. Para resolver o embate, o 
Congresso mudou a forma de governo do país, que 
passou do presidencialismo para o parlamentarismo, 
retornando posteriormente ao presidencialismo. A 
posse de Jango, em 1963, e suas medidas populares, 
como a reforma agrária, incomodaram ainda mais os 
setores conservadores da sociedade, como empresá-
rios, parte do clero e representantes da classe média. 
Isso acabou resultando no golpe militar de 1964. O 
governo civil-militar que se instalou no país foi mar-
cado pelo intenso autoritarismo, pela repressão aos 
opositores, pela censura aos meios de comunicação, 
intelectuais e artistas e por constantes violações aos 
direitos humanos (torturas, assassinatos, etc.).

Baixar 43.85 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   492   493   494   495   496   497   498   499   ...   513




©historiapt.info 2022
enviar mensagem

    Página principal