Hpp historia V3 pnld2018 Capa al pr indd



Baixar 43.85 Mb.
Pdf preview
Página448/513
Encontro04.08.2022
Tamanho43.85 Mb.
#24483
1   ...   444   445   446   447   448   449   450   451   ...   513
HisTPassadoPresente 3 MP 0027P18043 PNLD2018
eSQUemA-reSUmo
(p. 110)
A Segunda Guerra Mundial está relacionada às 
tensões políticas e econômicas provocadas ao final 
da Primeira Guerra Mundial. A situação internacional 
durante o período entre guerras foi marcada por crises 
econômicas e dos regimes democráticos liberais, pela 
formação de governos totalitários e por uma forte 
política expansionista de algumas potências mundiais. 
Outro aspecto importante para compreender o início 
da guerra é a formação de alianças militares, como o 
Eixo. Em 1939, os governos alemão e soviético firmaram 
um pacto de não agressão, o que permitiu a invasão da 
Polônia por forças nazistas em 1939, dando início ao 
conflito. Entre 1939 e 1941, as forças do Eixo consegui-
ram avançar militarmente e conquistar vitórias. Entre 
1942 e 1945, porém, as forças do Eixo foram derrotadas 
tanto na Europa quanto na Ásia, e a guerra chegou ao 
fim com a vitória das forças aliadas. A guerra provocou 
a radical alteração do equilíbrio mundial que existia 
até então. Além disso, provocou a morte de cerca 
de 50 milhões de pessoas, entre as quais um grande 
número de civis. O conflito foi marcado também pelo 
Holocausto, a política de extermínio sistemático de 
judeus, opositores e todos aqueles considerados infe-
riores pelos alemães (ciganos, homossexuais, pessoas 
com deficiência, etc.), e pelo uso de bombas atômicas 
contra populações civis no Japão. Ao final da guerra, 
a Alemanha derrotada foi dividida entre as potências 
vencedoras, criou-se a Organização das Nações Unidas 
para evitar novos conflitos mundiais e a ordem mundial 
assumiu a forma de uma bipolarização entre o bloco 
capitalista e o bloco socialista.
orGAnIzAndo AS IdeIAS
(p. 111)
1. Em agosto de 1939, a Alemanha e a URSS assinaram 
o Pacto Ribbentrop-Molotov, um acordo de não 
agressão bélica que possibilitou a invasão da Polônia 
pelos alemães. No entanto, em julho de 1941, Hitler 
rompeu o pacto e iniciou a operação Barbarossa, 
atacando a União Soviética. Com isso, a URSS en-
trou na guerra, aliando-se à Inglaterra contra os 
países do Eixo. Após o contra-ataque soviético, que 
deu início à derrota alemã, os russos ocuparam todo 
o leste europeu até Berlim, em abril de 1945.
2. A população civil reagiu das mais variadas maneiras 
à expansão do nazismo na Europa. Muitos grupos 
pegaram em armas para lutar na resistência contra 
as tropas alemãs. Outros divulgaram panfletos con-
trários ao nazismo. Na Alemanha, muitas pessoas 
ajudaram a esconder judeus perseguidos pelos 
nazistas em suas residências. Não foram raros os 
casos de judeus que conseguiram escapar do país 
com a ajuda de terceiros.
3. A política expansionista japonesa no Pacífico se 
opunha aos interesses estadunidenses e ameaçava 
a segurança da costa oeste dos Estados Unidos. Em 
resposta às sanções econômicas estadunidenses 
ao Japão, em dezembro de 1941 a base militar de 
Pearl Harbor foi atacada pela força aérea japonesa. 
Em maio do ano seguinte, os japoneses haviam con-
quistado as Filipinas, Cingapura, Hong Kong, a atual 
Indonésia e outras regiões. O conflito na China, na 
Indochina e na Indonésia envolveu tropas chinesas, 
australianas e britânicas, além de japonesas e esta-
dunidenses. O quadro começou a mudar a partir de 
junho de 1942, quando a marinha estadunidense der-
rotou os japoneses na batalha de Midway. Daquele 
momento em diante, as forças dos Estados Unidos 
iniciaram um contra-ataque, selando sua vitória 
em agosto de 1945 com a explosão de duas bombas 
atômicas nas cidades de Hiroshima e Nagasaki.
4. A partir da rendição alemã, em maio de 1945, Estados 
Unidos, União Soviética e Inglaterra reuniram-se 
entre julho e agosto do mesmo ano, em Potsdam, 
para definir os termos do acordo de paz. Boa parte 
das decisões ali tomadas já havia sido proposta 
em fevereiro daquele ano, durante uma reunião 
semelhante realizada em Ialta, na Crimeia. Pela 
Conferência de Potsdam ficou acertada a divisão 
da Alemanha em quatro zonas de influência sobre 
controle dos Estados Unidos, da União Soviética, 
da França e da Inglaterra. Berlim também sofreria 
o mesmo tipo de divisão. Definiu-se ainda que a 
Alemanha pagaria 2 bilhões de dólares em indeniza-
ção aos países vencedores e que os líderes nazistas 
seriam julgados por uma corte internacional, o 
Tribunal de Nuremberg. Finalmente, confirmou-se 
naquele encontro a criação de uma nova entidade 
HPP_v3_PNLD2018_MPESPEC_305a384.indd 332
6/2/16 5:50 PM



Baixar 43.85 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   444   445   446   447   448   449   450   451   ...   513




©historiapt.info 2023
enviar mensagem

    Página principal