Hpp historia V3 pnld2018 Capa al pr indd



Baixar 43.85 Mb.
Pdf preview
Página407/513
Encontro04.08.2022
Tamanho43.85 Mb.
#24483
1   ...   403   404   405   406   407   408   409   410   ...   513
HisTPassadoPresente 3 MP 0027P18043 PNLD2018
nacionalismo. Professor, talvez seja interessante abrir 
uma discussão sobre essa ideologia a partir do texto 
Nacionalismo acirra conflitos, na seção Você sabia? da 
página 31. Esboce na lousa, em diálogo com os alunos, 
um quadro que ressalte as principais características 
que definem o nacionalismo e discuta as seguintes 
questões: essa ideologia ainda tem força a ponto de 
causar conflitos? Alguém conhece exemplos de confli-
tos nacionalistas atuais? Quais são os maiores efeitos 
dessa ideologia na vida das pessoas comuns? Nesse 
ponto, é possível tratar da xenofobia, da intolerância, 
das práticas genocidas que marcaram o século XX, como 
genocídio armênio, abordado na seção Enquanto isso... 
da página 40. Em um debate aberto com toda a clas-
se, pode-se buscar enumerar outros casos motivados 
por intolerância étnica e/ou religiosa, bem como suas 
consequências para os povos em questão. Em seguida, 
divididos em grupos, os alunos podem refletir entre si 
sobre a intolerância e registrar em cartazes pelo menos 
três princípios fundamentais para o convívio que respei-
te as diferenças. Pode-se incentivar os alunos a produzir 
esses cartazes como se fossem peças de uma campanha 
publicitária sobre o tema, ou seja, eles devem chamar a 
atenção e comover o público. Os resultados podem ser, 
depois, expostos na escola. Essa atividade, para além 
do respeito às diferenças culturais, pode enveredar 
pelos desafios da educação inclusiva a partir de uma 
Atividade de Inclusão: dando voz aos alunos com algum 
tipo de deficiência, pode-se abrir um debate sobre 
como garantir uma plena integração dessas pessoas na 
comunidade escolar, com igualdade de acesso e opor-
tunidades. Cartazes com essa preocupação também 
podem ser confeccionados.
Para fechar o tema da Primeira Guerra, fazendo mais 
uma relação com o presente, a seção Hora de refletir da 
página 45 levanta a questão da “indústria da guerra”. 
Certamente, os conflitos de 1914 a 1918 ajudaram a 
consolidar esse filão do comércio mundial. Desde então, 
muitas nações, ao mesmo tempo que pregam a paz, 
ganham milhões com exportação e impostos sobre a 
produção de armas. A questão fica ainda mais complexa 
se considerarmos o que movimenta o comércio inter-
nacional ilegal de armas. Professor, para concluir esse 
debate, pode-se executar como Atividade Alternativa 
a exibição de cerca de 15 minutos do filme O senhor das 
armas (2005), de Andrew Niccol, baseado na história 
real de Viktor Bout, um dos maiores contrabandistas de 
armas de fogo do mundo e que foi fornecedor de muitos 
ditadores e chefes de estado. Talvez seja mais interes-
sante exibir as cenas em que o protagonista se reúne 
com ditadores para negociar a venda de armas (entre 12 
e 17 minutos) e a parte em que se mostra como vivem as 
pessoas comuns em países consumidos por guerras civis 
sustentadas pelo tráfico de armas (entre 52 e 62 minu-
tos). Como atividade de conclusão das discussões feitas 
até esse ponto, pode-se sugerir que os alunos escrevam 
uma redação com o seguinte tema: Como sustentar a 
tolerância em um mundo em que a guerra é um negócio?
Outro grande tema a ser trabalhado no capítulo 
é a revolução russa. Professor, muito mais do que 
um evento isolado e relacionado automaticamente 
ao comunismo, talvez seja interessante destacar o 

Baixar 43.85 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   403   404   405   406   407   408   409   410   ...   513




©historiapt.info 2022
enviar mensagem

    Página principal