Hpp historia V3 pnld2018 Capa al pr indd


estado islâmico e boko Haram



Baixar 43.85 Mb.
Pdf preview
Página321/513
Encontro04.08.2022
Tamanho43.85 Mb.
#24483
1   ...   317   318   319   320   321   322   323   324   ...   513
HisTPassadoPresente 3 MP 0027P18043 PNLD2018
estado islâmico e boko Haram
Os métodos da Al-Qaeda serviram de modelo para um grupo que se or-
ganizou no noroeste do Iraque, ainda durante a ocupação estadunidense, e 
recentemente se expandiu para outras regiões. Liderado pelo iraquiano Abu 
Bakr al-Baghdadi, o autodenominado Estado Islâmico tornou-se conhecido 
ao disseminar pela internet vídeos de execuções de reféns e da destruição de 
monumentos históricos não identificados com a cultura islâmica. Tendo sob 
seu controle uma ampla área do Iraque e o leste da Síria, em junho de 2014, 
al-Baghdadi se declarou califa, o que gerou reações negativas da maior parte 
dos países de população muçulmana.
A situação da população síria já era dramática antes mesmo da tomada 
pelas forças do grupo fundamentalista, em 2013. Desde 2011, o país estava 
imerso em uma guerra civil entre defensores do ditador laico Bashar al-As-
sad – principalmente as forças armadas e milícias xiitas e alauítas – e os di-
ferentes grupos que desejam 
tirá-lo do poder. Entre esses 
últimos, estão desde militan-
tes por reformas democráti-
cas (veja o boxe da página ao 
lado sobre a Primavera Ára-
be) até milícias fundamen-
talistas sunitas e de minoria 
étnica curda.
Além de provocar milhares de mortes e a destruição da infraestrutura e 
das cidades sírias, o conflito levou mais de quatro milhões de sírios a deixar 
o país. Eles se refugiaram principalmente em países vizinhos, como Turquia, 
Líbano e Jordânia, ou nos países desenvolvidos da Europa.
Em março de 2015, outro grupo fundamentalista islâmico afiliou-se ao 
Estado Islâmico: o Boko Haram, que desde 2009 promove ataques terroristas 
e sequestros na Nigéria e atualmente controla o nordeste do país. O grupo, 
cujo nome significa “educação ocidental é proibida”, defende a implantação 
de um regime fundamentalista islâmico na região, de população majorita-
riamente muçulmana. Além disso, o Boko Haram promove ataques contra 
civis no sul da Nigéria, região de maioria cristã, e alvos do governo, visto 
como alinhado aos países ocidentais.
Desde a escalada dos conflitos, estima-se que mais de dois milhões de 
pessoas se deslocaram para outras regiões da Nigéria ou para países vizi-
nhos, como Chade, Camarões e Níger.
Moradores em frente às suas 
casas queimadas em ataques de 
militantes islâmicos na Nigéria. 
Foto de 2014.
Jo
ss
y O
la
/A
P P
ho
to
/G
lo
w I
m
ag
es
252 UnidAde 4 

Ética
HMOV_v3_PNLD2018_242a258_U4_C12.indd 252
21/05/16 20:21



Baixar 43.85 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   317   318   319   320   321   322   323   324   ...   513




©historiapt.info 2022
enviar mensagem

    Página principal