Hpp historia V3 pnld2018 Capa al pr indd



Baixar 43.85 Mb.
Pdf preview
Página269/513
Encontro04.08.2022
Tamanho43.85 Mb.
#24483
1   ...   265   266   267   268   269   270   271   272   ...   513
HisTPassadoPresente 3 MP 0027P18043 PNLD2018
dOcuMeNtO 3 – 
Música
Há uma anedota bem conhecida em que um oficial alemão visitou Picasso em seu estúdio em Paris durante a Segunda 
Guerra Mundial. Chocado com o “caos” vanguardista da Guernica, perguntou a Picasso: “Foi você que fez isto?” Ao que 
Picasso replicou, calmamente: “Não, isto foi feito por 
vocês!” Atualmente, muitos liberais, ao serem confrontados com 
explosões violentas como as desordens de 2005 nos subúrbios de Paris, perguntam aos poucos esquerdistas que ainda 
apostam numa transformação social radical: “Não foram vocês que fizeram isto? É 
isto que vocês querem?”. E nós de-
veríamos responder, como Picasso: “Não, foram vocês que fizeram isto! Este é o verdadeiro resultado da
 sua política!”.
ŽIŽEK, Slavjo. 
Violência. São Paulo: Boitempo, 2014.
Edição digital sem paginação.
203
HMOV_v3_PNLD2018_178a203_U3_C9.indd 203
21/05/16 20:18


Ética
F
requentemente nos deparamos com situações que 
nos obrigam a refletir. Como agir diante de tal fato? 
Será que essa atitude é justa? É correta? Posso prejudi-
car outras pessoas ou ser recriminado por essa condu-
ta? Ao fazer esse tipo de questionamento, coloca-se em 
questão o caráter ético do comportamento.
Ética é uma palavra de origem grega que é definida 
como conjunto de princípios e valores instituídos por 
uma sociedade com o objetivo de orientar e regular as 
relações humanas. Espera-se que os indivíduos orien-
tem sua conduta de modo que sigam esse código de 
valores, em geral inspirado no que a ideologia do grupo 
social dominante considera certo ou errado, permitido 
ou proibido, virtuoso ou vicioso.
Os valores éticos estão vinculados às condições his-
tóricas, políticas e econômicas de cada sociedade. Por 
isso, não podem ser considerados imutáveis, uma vez 
que se transformam para se ajustarem a novas exigên-
cias culturais e sociais.
Esses princípios e valores devem ser válidos para 
todas as pessoas de dada sociedade. Assim, quando se 
institui que um indivíduo não pode escravizar outro, 
que os cientistas não podem fazer clonagem de seres 
humanos, que a corrupção e a pedofilia constituem cri-
mes, etc., definem-se princípios éticos que, se forem 
desrespeitados, podem pôr em risco a convivência so-
cial ou a existência da própria sociedade.
Nesta Unidade analisaremos algumas das questões 
éticas centrais das sociedades contemporâneas. Vere-
mos também como a ética depende também das ações 
individuais.
Herbert de Souza (Betinho), símbolo da luta 
por ética na política. Rio de Janeiro, 1995.
UNIDADE
4
204
HMOV_v3_PNLD2018_204a226_U4_C10.indd 204
21/05/16 20:19



Baixar 43.85 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   265   266   267   268   269   270   271   272   ...   513




©historiapt.info 2022
enviar mensagem

    Página principal