Hpp historia V3 pnld2018 Capa al pr indd


conceitual Meios de comunicação



Baixar 43.85 Mb.
Pdf preview
Página155/513
Encontro04.08.2022
Tamanho43.85 Mb.
#24483
1   ...   151   152   153   154   155   156   157   158   ...   513
HisTPassadoPresente 3 MP 0027P18043 PNLD2018
conceitual Meios de comunicação 
de massa.
116
UnidAde 2 

Meios de comunicação de massa
HMOV_v3_PNLD2018_115a130_U2_C6.indd 116
21/05/16 20:12


uma nova educação
Com a criação do
 Ministério da Educação e Saúde 
em novembro de 1930, teve início uma reforma peda-
gógica que, como salienta o historiador Boris Fausto, 
tinha por objetivo formar uma elite mais bem prepa-
rada intelectualmente. Assim, o Ensino Secundário 
(atual Ensino Médio) passou a ser composto de dois 
cursos: o fundamental, de formação humanística, e 
o complementar, organizado em dois anos e obriga-
tório para os que desejassem continuar os estudos no 
Ensino Superior.
O governo lançou também as bases do sistema 
universitário brasileiro, que passou a ser voltado para 
a pesquisa e o ensino. Foram criadas: em 1934, a Uni-
versidade de São Paulo (USP) e a Universidade de Por-
to Alegre, atual Universidade Federal do Rio Grande 
do Sul (UFRGS), e, em 1935, a Universidade do Distrito 
Federal (UDF), organizada pelo educador Anísio Tei-
xeira, no Rio de Janeiro, que mais tarde foi incorpora-
da à Universidade do Brasil, atual Universidade Fede-
ral do Rio de Janeiro.
legislação trabalhista
Embora a reforma na educação tenha sido muito significativa, a obra pela 
qual o governo de Getúlio Vargas é mais lembrado é a legislação trabalhista
iniciada com a criação do
 Ministério do Trabalho, Indústria e Comércio, em 
novembro de 1930.
As leis de proteção ao trabalhador regularam o trabalho de mulheres e 
crianças, estabeleceram jornada máxima de oito horas diárias de trabalho, 
criaram o descanso semanal remunerado e garantiram o direito a férias (já 
concedido anteriormente, em 1923, porém nunca colocado em prática) e à 
aposentadoria, entre outras novidades. Esse conjunto de leis seria sistemati-
zado em 1943, com a
 Consolidação das Leis do Trabalho (CLT).
Ao mesmo tempo, em 1931 o governo aprovou a
 Lei de Sindicalização
que estabelecia o controle do Ministério do Trabalho sobre a ação sindical
Os sindicatos passaram a ser órgãos consultivos do poder público; só podiam 
funcionar com autorização do Ministério do Trabalho, que, por sua vez, tinha 
poderes de intervenção tão importantes nas atividades sindicais que podia 
até afastar diretores. Assim, anarquistas e comunistas foram afastados do 
movimento sindical pelo governo e reagiram à lei, considerada autoritária, 
por meio de greves e manifestações. Aos poucos, porém, diversos setores 
sindicais passaram a acatá-la.
A legislação trabalhista – apresentada à população como uma “dádiva do 
governo” – e a aproximação em relação aos sindicatos faziam parte de um 
tipo de política que seria caracterizado como 

Baixar 43.85 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   151   152   153   154   155   156   157   158   ...   513




©historiapt.info 2023
enviar mensagem

    Página principal