Hpp historia V3 pnld2018 Capa al pr indd



Baixar 43.85 Mb.
Pdf preview
Página102/513
Encontro04.08.2022
Tamanho43.85 Mb.
#24483
1   ...   98   99   100   101   102   103   104   105   ...   513
HisTPassadoPresente 3 MP 0027P18043 PNLD2018
CAPÍTULO 3
HMOV_v3_PNLD2018_046a073_U1_C3.indd 71
24/05/16 11:41


FECHANDo A uNIDADE
FECHANDO A UNIDADE
O
s documentos a seguir abordam os caminhos da ciência e da tecnologia. O primeiro é uma 
reportagem com a opinião de Stephen Hawking e outros cientistas sobre as implicações do 
uso de tecnologias de inteligência artificial para a vida humana. O segundo é uma representação 
do artista Albert Robida (1848-1926), produzida no final do século XIX, que indica o modo como 
ele imaginava o futuro humano. O terceiro documento é a imagem de uma cena de um filme de 
ficção científica contemporâneo que representa o futuro da humanidade. Finalmente, o quarto 
documento é um trecho do conto “Segunda variedade”, escrito pelo autor estadunidense Philip K. 
Dick (1928-1982). Após a leitura, responda ao que se pede.
[...] Hawking fez a advertência ao responder uma per-
gunta sobre os avanços na tecnologia que ele próprio usa 
para se comunicar, a qual envolve uma forma básica de 
inteligência artificial.
O físico britânico, que sofre de esclerose lateral 
amiotrófica (ELA), uma doença degenerativa, está usan-
do um novo sistema desenvolvido pela empresa Intel 
para se comunicar.
Especialistas da empresa britânica Swiftkey tam-
bém participaram da criação do sistema. Sua tecnolo-
gia, já empregada como um aplicativo para teclados de 
smartphones, ‘aprende’ a forma como Hawking pensa e 
sugere palavras que ele pode querer usar em seguida.
Hawking diz que as formas primitivas de inteligên-
cia artificial desenvolvidas até agora têm se mostrado 
muito úteis, mas ele teme eventuais consequências de 
se criar máquinas que sejam equivalentes ou superiores 
aos humanos.
“(Essas máquinas) avançariam por conta própria e se 
reprojetariam em ritmo sempre crescente”, afirmou. ‘Os 
humanos, limitados pela evolução biológica lenta, não 
conseguiriam competir e seriam desbancados.’
[...]
Nem todos os cientistas, porém, compartilham da 
visão negativa de Hawking sobre a inteligência artificial.
‘Acredito que continuaremos no comando da tec-
nologia por um período razoável de tempo, e o poten-
cial dela de resolver muitos dos problemas globais será 
concretizado’, opinou o especialista em inteligência 
artificial Rollo Carpenter, criador do Cleverbot, cujo 
software aprende a imitar conversas humanas com 
crescente eficácia.
Carpenter disse que ainda estamos longe de ter o 
conhecimento de computação ou de algoritmos neces-
sário para alcançar a inteligência artificial plena, mas 
acredita que isso acontecerá nas próximas décadas.
‘Não podemos saber exatamente o que acontecerá 
se uma máquina superar nossa inteligência, então não 
sabemos se ela nos ajudará para sempre ou se nos jogará 
para escanteio e nos destruirá’, disse Carpenter, que ape-
sar disso vê o cenário como otimismo por acreditar que a 
inteligência artificial será uma força positiva.
Ao mesmo tempo, Hawking não está sozinho em 
seu temor.
No curto prazo, há preocupação quanto à eliminação 
de milhões de postos de trabalho por conta de máquinas 
capazes de realizar tarefas humanas; mas líderes de em-
presas de alta tecnologia, como ElonMusk, da fabricante 
de foguetes espaciais Space X, acreditam que, a longo 
prazo, a inteligência artificial se torne ‘nossa maior ame-
aça existencial’.
hAwkINg, stephen. Inteligência artificial pode destruir a
humanidade. Disponível em: 2014/12/141202_hawking_inteligencia_pai>. Acesso em: 12 fev. 2016.

Baixar 43.85 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   98   99   100   101   102   103   104   105   ...   513




©historiapt.info 2022
enviar mensagem

    Página principal