História do Tempo Presente: oralidade, memória, mídia


participação popular e, mais diretamente, na afirmação de



Baixar 390.25 Kb.
Pdf preview
Página19/58
Encontro25.04.2021
Tamanho390.25 Kb.
1   ...   15   16   17   18   19   20   21   22   ...   58

participação popular e, mais diretamente, na afirmação de
personagens e grupos políticos favorecidos pelas narrativas que
constroem.
Referências
ABREU, Alzira Alves de; LATTMAN-WELTMAN, Fernando. Uma
instituição ausente nos estudos de transição: a mídia brasileira. In:
ABREU, Alzira Alves de (Org.) A democratização no Brasil: atores
e contextos. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2006. p.  67-93.
BARTHES, Roland. O efeito de real. In: GENETTE, Gérard et al.
Literatura e semiologia: pesquisas semiológicas. Petrópolis: Vozes,
1972. p. 35-44.
BIROLI, Flávia. Liberdade de imprensa: margens e definições para
a democracia durante o governo de Juscelino Kubitschek (1956-
1960). Revista Brasileira de História, São Paulo, v. 24, n. 47, p.
213-240, 2004.
BOURDIEU, Pierre. Coisas ditas. São Paulo: Brasiliense, 1990.
CASTRO, Celso; D’ARAÚJO, Maria Celina (Orgs.). Dossiê Geisel.
Rio de Janeiro: Editora FGV, 2002.
Correio da Manhã, Rio de Janeiro, 22 fev. 1945.
FICO, Carlos. A negociação parlamentar da anistia de 1979 e o


76  |  
História do Tempo Presente:oralidade, memória, mídia
chamado “perdão aos torturadores”. Revista Anistia Política e
Justiça de Transição [Ministério da Justiça], Brasília, n. 4, p. 318-
333, jul./dez. 2010.
Folha de S. Paulo, São Paulo, 30 ago. 1974.
GASPARI, Élio. A ditadura envergonhada. São Paulo: Companhia
das Letras, 2002.
GRINBERG, Lúcia. 


Compartilhe com seus amigos:
1   ...   15   16   17   18   19   20   21   22   ...   58


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal