História da ipa origem e desenvolvimento da ipa



Baixar 39.26 Kb.
Página1/2
Encontro08.10.2019
Tamanho39.26 Kb.
  1   2

História da IPA

Origem e desenvolvimento da IPA

Freud se refere mais de uma vez, com saudade considerável, aos dez anos de “esplêndido isolamento”, durante o qual a psicanálise foi desenvolvida por ele. Sem dúvida, ele sentiu que este período começou quando sua colaboração com Breuer chegou ao fim em 1894, deixando-o continuar o seu trabalho sozinho, na ausência de qualquer colega com quem pudesse discutir o assunto. Mas desde a publicação das cartas de Freud e Fliess, sabemos que eles trocavam uma correspondência muito animada em que Freud utilizava Fliess como uma caixa de ressonância para suas ideias em desenvolvimento, e sabemos também que algumas destas foram certamente estimuladas pelas próprias teorias de Fliess. Além disso, os dois homens se encontraram em diversas ocasiões as quais Freud se refere, brincando, como seus “congressos”. Esta palavra foi um presságio do que estava por vir. Nessa medida, então, Freud não estava totalmente isolado em seu trabalho, embora seja verdade que ele não tinha colaboradores em Viena; Fliess era um Berliner.

Em 1902, provavelmente por iniciativa de Stekel, que havia sido seu paciente, Freud convidou quatro homens (Stekel, Adler, Kahane e Reitler) para encontrá-lo, a fim de discutir o seu trabalho, e eles formaram o que chamaram de Sociedade Psicológica das Quartas- Feiras, já que encontravam-se semanalmente neste dia. Em 1908, havia 14 membros e o nome foi mudado para Sociedade Psicanalítica de Viena; foi neste ano que Ferenczi juntou-se a eles. Além dos membros, havia algumas pessoas que mais tarde se tornaram importantes para a psicanálise, como Eitingon, Jung, Abraham e Jones, cada um dos quais mais tarde se tornou presidente da IPA.


Catálogo: IPA Docs


Compartilhe com seus amigos:
  1   2


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal