Historia pdf



Baixar 1.68 Mb.
Pdf preview
Página8/222
Encontro14.07.2022
Tamanho1.68 Mb.
#24262
1   ...   4   5   6   7   8   9   10   11   ...   222
pnld 2010 historia
3 – Resultados
Na área de História, inscreveram-se, no PNLD 2010, 43 coleções e 72 livros didáticos 
regionais. Deste conjunto, foram para a etapa da avaliação pedagógica 40 coleções e 
64 livros didáticos regionais.
3.1. – Coleções
Das coleções inscritas na área de História no PNLD 2010 e avaliadas, a maioria foi de reinscri-
ção. Pelo gráfico a seguir, pode-se perceber a relação entre novas (38%) e reinscrições (62%):


Guia de Livros Didáticos – PNLD 2010
16
Não foi reapresentada nenhuma obra que tivesse sido excluída na avaliação anterior. Isso 
pode indicar a permanência do mesmo conjunto de livros de três anos passados e pouco 
investimento de autores e editores em reformar aquelas excluídas.
Entre outras questões identificadas em relação aos livros didáticos e ao ensino de História 
nas séries iniciais, observou-se a consolidação de experiências escolares que abordam os 
conteúdos da área com temas oriundos do ideário da Escola Nova.
Constataram-se também, em vários níveis, problemas para a inclusão de conteúdos refe-
rentes à História e às Culturas Afro-brasileira e Indígena, tais como a ocorrência de tratamento 
não-histórico na abordagem dos direitos fundamentais da pessoa humana, o que dificulta a 
percepção do significado das lutas pela instituição e reconhecimento de direitos desses grupos
naturalização da escravidão e a participação dos negros identificada exclusivamente a essa 
instituição; a manifestação de preconceitos pela ausência de elementos que permitam a iden-
tificação e a compreensão histórica de situações de conflitos, de desigualdades, de dominação 
e de movimentos de lutas e resistência; ou, ainda, da desconsideração da heterogeneidade 
em ambos os grupos – indígenas e afrodescendentes - aparecendo enquanto povos únicos, 
não tendo suas diversidades étnico-culturais reconhecidas.
Observou-se igualmente, em algumas obras inscritas, o tratamento genérico de nordestino
aos migrantes da Região Nordeste, sem que fossem diferenciados os processos intrarregionais 
e locais, além da apresentação de um único binômio explicativo para a migração: miséria/
seca, fato que favorece o estigma dos lugares, pouco contribuindo para a transformação social 
desejada, pautada no respeito, na igualdade e na alteridade.
Quanto à discriminação, no que concerne à iconografia, é preciso observar duas situações 
diferenciadas: a primeira, quando as imagens de afrodescendentes e indígenas, e às vezes 
de mulheres, são apresentadas em posições sociais subalternas – com frequência bem maior 
do que quando aparecem em situações socialmente privilegiadas – pois se considera que, 
trabalhadas de forma contínua ao longo do livro, reforçariam preconceitos estabelecidos; a 
segunda, quando há a ausência completa de representantes dos grupos étnicos nas imagens 
(ilustrações, fotografias, gravuras, desenhos, pinturas), não refletindo a diversidade étnica da 
sociedade brasileira.
Das coleções avaliadas, 32 foram aprovadas e serão apresentadas neste guia.

Baixar 1.68 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   4   5   6   7   8   9   10   11   ...   222




©historiapt.info 2022
enviar mensagem

    Página principal