Historia pdf


Guia de Livros Didáticos – PNLD 2010 O Livro



Baixar 1.68 Mb.
Pdf preview
Página148/222
Encontro14.07.2022
Tamanho1.68 Mb.
#24262
1   ...   144   145   146   147   148   149   150   151   ...   222
pnld 2010 historia
239
Guia de Livros Didáticos – PNLD 2010
O Livro
O livro didático regional, para o 4º ou 5º ano do 
ensino fundamental, aborda a história do estado 
de Minas Gerais com uma proposta de ensino 
temática. Parte da pré-história brasileira e, confor-
me uma sequência, ora cronológica, ora temática, 
analisa os povos indígenas e africanos, bem como 
a chegada dos portugueses.
Apresenta, em seguida, a formação do estado 
de Minas Gerais no contexto do Brasil Colônia, o 
trabalho e a sociedade do estado no século XVIII, 
as diferentes manifestações da cultura mineira, a 
contribuição do imigrante na formação étnica de 
Minas Gerais e a biografia de personalidades e 
personagens mineiros dos séculos XX e XXI.
Cada unidade é composta por um texto-base 
que guia a discussão da história de Minas Gerais, 
relacionando-a à História do Brasil. A obra é en-
trecortada por seções que propõem atividades e 
trazem textos complementares. Nos conteúdos
históricos, apresenta qualidades no trata-
mento da relação local-regional, por trazer uma 
CONTOS E ENCANTOS
MINEIROS
16210L1722
Autoria:
Anésio José de Oliveira
Eliany Maria Silva de Assis
Editora:
Base Editora e Gerenciamento 
Pedagógico


Guia de Livros Didáticos – PNLD 2010
240
problematização para cada uma das unidades, pela correção dos conceitos e imagens e a 
inserção de textos complementares que contribuem para a aprendizagem dos alunos.
O livro explora, de forma privilegiada, fontes imagéticas que são problematizadas e inte-
gradas ao texto, bem como algumas fontes documentais escritas. A partir da apresentação 
da proposta do livro e de suas seções, são reveladas determinadas concepções, como a 
perspectiva da relação com o presente enquanto eixo articulador da obra. Alguns dos concei-
tos básicos para a área de História são apresentados e trabalhados, tais como os conceitos 
de sociedade, patrimônio, trabalho – que, inclusive, representou a categoria – bem como 
o conceito de poder, chave para se trabalhar as relações patriarcais da família, no período 
colonial brasileiro.
A fundamentação teórico-metodológica explicitada não aprofunda questões referentes ao 
aspecto pedagógico. A competência privilegiada para o ensino é a memorização, concretizada, 
inclusive, na sequência de apresentação dos conteúdos do texto principal em comunhão com 
atividades de interpretação textual que requerem registro escrito de perguntas de localização 
de informações literais. Recorrem a diferentes gêneros textuais em variadas situações de 
ensino-aprendizagem, tais como reportagens, poesias, mapas, artigos científicos, relatos 
históricos, cartazes educativos e, sobretudo, textos didáticos e legendas.
As diferentes unidades são introduzidas por poemas, seguidos por textos introdutórios, de 
problematização e atividades de interpretação de texto. Nos textos e nas atividades de compa-
ração e análise, a efetivação do objetivo declarado – formar o aluno na criticidade – é percebida 
nos momentos de problematização de questões sociais e relações com o presente.
Na cidadania, deve ser destacada, como marca positiva, a qualidade do tratamento das 
influências indígenas e africanas na constituição da população brasileira. A questão do trabalho 
também foi abordada, bem como a questão da imigração. A valorização da mulher, enquanto 
sujeito social, esteve presente, mesmo que em momentos pontuais.
Merece destaque a retomada de questões referentes aos grupos indígenas e afro-brasileiros 
durante diversos momentos, não sendo a história desses restrita a capítulos específicos, como 
se representassem um corpo estranho na trilha narrativa.
Manual do Professor apresenta qualidades quanto à discussão pormenorizada dos con-
teúdos e da resolução das questões, orientações aos professores para cada uma das unidades 
e a apresentação dos objetivos do ensino de História regional. Estão também apresentados
em pormenores, os temas tratados em cada uma das unidades da obra.
Porém, carece de qualidade e aprofundamento, no que diz respeito à apresentação, deta-
lhamento e coerência da concepção de História adotada, a clareza em relação ao processo 


241
Guia de Livros Didáticos – PNLD 2010
de ensino-aprendizagem, à discussão de uma proposta de avaliação da aprendizagem e à 
valorização do papel mediador do professor em sala de aula.
É possível perceber a preocupação com uma padronização e com o uso de recursos

Baixar 1.68 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   144   145   146   147   148   149   150   151   ...   222




©historiapt.info 2022
enviar mensagem

    Página principal