Historia pdf


º ano – 96 páginas – 2 unidades: Unidade 1: A história e as crianças; Unidade 2: As crianças e a cidadania. 4º ano –



Baixar 1.68 Mb.
Pdf preview
Página130/222
Encontro14.07.2022
Tamanho1.68 Mb.
#24262
1   ...   126   127   128   129   130   131   132   133   ...   222
pnld 2010 historia
3º ano – 96 páginas – 2 unidades: Unidade 1: A história e as crianças; Unidade 2: As
crianças e a cidadania.
4º ano – 112 páginas – 3 unidades: Unidade 1: Aprendendo a pesquisar; Unidade 2: O
encontro entre diferentes culturas; Unidade 3: Formas de ocupação do território brasileiro.
5º ano – 111 páginas – 2 unidades: Unidade 1: Novas paisagens; Unidade 2: A conquista 
da cidadania.


211
Guia de Livros Didáticos – PNLD 2010
A Coleção
A organização do conteúdo faz-se a partir de 
eixos temáticos. As unidades dos dois primeiros 
volumes tratam da criança e do universo em que 
está inserida, privilegiando a sua história local e coti-
diana. O volume 4 trabalha as etnias formadoras da 
sociedade brasileira e os movimentos de migração, 
enfatizando a pluralidade cultural. O volume 5 enfoca 
a construção do conceito de tempo histórico e a 
História do Brasil no período Colonial.
As noções de tempo histórico e transformação, 
assim como o estímulo às percepções das dife-
renças étnicas e culturais entre os povos, também 
são ressaltadas como elementos fundamentais no 
processo de construção do conhecimento histó-
rico, demonstrando o entrosamento da coleção 
com os novos enfoques historiográficos. Os temas 
são desenvolvidos através de problematizações, 
e as atividades estimulam uma visão crítica por 
parte do aluno.
A proposta de construção do conhecimento
histórico é bastante clara, na medida em que 
HORIZONTES:
HISTÓRIA COM
REFLEXÃO
15770COL06
Autoria:
Júlio Ricardo Quevedo dos Santos
Marlene Ordoñez
Marilú Favarin Marin
Editora:
IBEP


Guia de Livros Didáticos – PNLD 2010
212
orienta e explica ao professor a importância de determinados conteúdos e atividades. A crian-
ça aprende História construindo sua história, utilizando os métodos e práticas de pesquisas, 
desenvolvendo capacidade de perguntar e ouvir, de registrar informações, além de selecionar 
e interpretar as fontes em seu nível de entendimento.
Predomina a análise a partir de diferenças e semelhanças, rupturas, permanências e trans-
formações. A criança é estimulada a observar e compreender o mundo em que vive como 
resultado das ações humanas. A metodologia proposta é a da construção do conhecimento 
histórico a partir da problematização do presente. A criança é levada a perceber que o conhe-
cimento histórico faz parte da elaboração de saberes da sociedade e que aquela visão não é 
a única possível.
A coleção apresenta uma proposta pedagógica que prioriza a reflexão da criança 
acerca de sua realidade, a fim de desenvolver no aluno a percepção de que é um sujeito 
histórico. As estratégias pedagógicas priorizam o conhecimento e as experiências prévias do 
aluno. Nos livros do 2° e do 3° anos, a obra propicia a progressão de forma plena. Contudo, 
a partir do 4° ano, tal progressão vai perdendo ritmo, pois a proposta dos eixos temáticos 
torna-se cada vez mais mesclada com a de uma História linear, repercutindo na organização 
das estratégias.
A proposição desenvolvida destaca-se pelo empenho dado ao estímulo à observação, 
compreensão e atuação da criança em relação ao mundo e a sua realidade. Na apresenta-
ção dos conteúdos e atividades, é recorrente o exercício de observação e identificação das 
semelhanças e diferenças entre momentos históricos, estimulando a percepção da dinâmica 
de mudanças e permanências, nas múltiplas temporalidades e vivências sociais, de modo a 
contribuir para a compreensão dos processos históricos.
Em relação à cidadania, os alunos são levados a problematizar as questões dos deveres 
e direitos, trabalhados como conquistas historicamente construídas. Destaca-se o fato de 
priorizar a construção de valores éticos através dos textos e atividades que convidam o aluno 
a perceber-se como “criança cidadã”.
Ressalta-se que existem palavras do léxico português, assim como de línguas africanas e 
indígenas, que não estão referenciadas no glossário, o que compromete a compreensão dos 
textos por parte dos alunos. E há algumas iconografias, muito utilizadas nos livros de história, 
nomeadas erroneamente.
Manual do Professor apresenta propostas complementares ao livro do aluno. De modo 
geral, a opção teórico-metodológica do Manual é coerente com os conteúdos e atividades 


213
Guia de Livros Didáticos – PNLD 2010
presentes na obra. Os exercícios têm orientações detalhadas e sugestões de encaminhamento 
ao docente.
projeto gráfico-editorial é bem cuidado. Os tipos e tamanhos das fontes e o espaço 
entre as letras atendem aos critérios de legibilidade. Há alternância entre texto corrido e textos 
em colunas, embora algumas colunas acompanhem o formato das ilustrações e prejudiquem 
a fluência da leitura.
Os títulos das unidades, dos capítulos e das seções são bem evidenciados. As partes 
complementares se diferenciam da principal, especialmente pelo tipo de fonte. Há um bom 
trabalho de ilustração e distribuição de recursos gráficos, porém, verifica-se a presença de 
algumas páginas sobrecarregadas de textualmente.

Baixar 1.68 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   126   127   128   129   130   131   132   133   ...   222




©historiapt.info 2022
enviar mensagem

    Página principal