Guilherme Jahara



Baixar 12.77 Kb.
Encontro01.11.2019
Tamanho12.77 Kb.

Guilherme Jahara



Guilherme Jahara é chief creative officer (CCO) da F.biz desde janeiro de 2014. Em 2015, trouxe os primeiros Leões da história da F.biz no Festival Internacional de Criatividade de Cannes. Ganhou Prata em Outdoor com a campanha "Bolsos", e Bronze em Press com as peças de "Blind Spots". Com 22 anos de experiência, ele começou a sua carreira como diretor de arte na Artplan e, depois, foi para a extinta Salles D'Arcy, ambas no Rio de Janeiro. Em 2000, chegou em São Paulo para trabalhar na F/Nazca Saatchi & Saatchi e, em seguida, na AlmapBBDO. No ano de 2006, tornou-se diretor de criação na Publicis Brasil, onde ocupou o cargo de vice-presidente de criação. Após três anos, como diretor de criação da DM9DDB, Jahara contribuiu para a conquista do Agency of the Year em Cannes. Em janeiro de 2012, tornou-se o diretor de criação Executivo da Leo Burnett Tailor Made e ajudou a agência a ser uma das 10 mais premiadas do mundo e a ser a unidade da Leo Burnett mais premiada do grupo. Além de ser responsável pela direção de arte do 37º Anuário do Clube de Criação São Paulo (CCSP), em 2013, despontou na lista dos 10 diretores de arte mais importantes do mundo, segundo o AdvertisingAge. Naquele mesmo ano, Jahara também ganhou o prêmio de Melhor Diretor de Arte pela Associação Brasileira de Publicidade (ABP). No ano seguinte, apareceu novamente no ranking do AdvertisingAge, só que desta vez, como um dos dez diretores de criação mais premiados do mundo. Entre os trabalhos que realizou, estão “Vem pra Rua” para a Fiat; “1, 2, 3” para o modelo Strada da Fiat; “Bentley do Chiquinho Scarpa” para a Associação Brasileira de Transplante de Órgãos (ABTO); “Meu sangue é Rubro Negro” para a Fundação de Hematologia e Hemoterapia do Estado da Bahia (Hemoba) e o Esporte Clube Vitória; assim como outras inúmeras campanhas de sucesso para Volkswagen, Itaú, cerveja Schin, Samsung e vodka Absolut. Seja como diretor de criação ou diretor de arte, Jahara traz em seu currículo prêmios em diversos festivais nacionais e internacionais, tais como 34 Leões em Cannes; Lápis de Ouro no One Show e Lápis no D&AD; Ouros no LIA Awards, Clio Awards e Andy Awards; GPs no Wave, no El Ojo, no Fiap, na ABP e no NY Festivals; Prêmio Abril; e Estrelas no CCSP.


Compartilhe com seus amigos:


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal