Guia do aluno



Baixar 1.23 Mb.
Pdf preview
Página42/165
Encontro30.06.2021
Tamanho1.23 Mb.
1   ...   38   39   40   41   42   43   44   45   ...   165
ATIVIDADE VIII 
CIDADANIA
Objetivo
•  Compreender o significado de cidadania.
Material
•  Texto de Apoio: “Cidadania: uma história de sonhos, lutas e conquistas”.
Desenvolvimento
•  Participe da atividade proposta pelo docente;
•  Faça a leitura do Texto de Apoio: “Cidadania: uma história de sonhos, lutas e conquistas”;
•  Participe do debate promovido pelo Docente, abordando as seguintes questões;
1-O que você entende por cidadania?
2-Qual a diferença entre direitos e deveres? Cite exemplos.
•  Participe da sistematização da atividade.
TEXTO DE APOIO
CIDADANIA: UMA HISTÓRIA DE SONHOS, LUTAS E 
CONQUISTAS
..............................................................
Toda história, é a história de um povo, de homens e mulheres iguais a todos nós, que sonham, lutam 
e assim constroem uma vida melhor. A palavra CIDADANIA é derivada de cidadão, que vem do latim 
“civitas”, que quer dizer cidade. A palavra cidadania foi usada na Roma antiga para indicar a situação 
política de uma pessoa e os direitos que essa pessoa tinha ou podia exercer. Era considerado cidadão 
aquele que estava integrado na vida política da cidade.
Naquela época, e durante muito tempo, a noção de cidadania esteve ligada à ideia de privilégio, pois 
os direitos de cidadania eram explicitamente restritos a determinadas classes e grupos. Ao falarmos 
de CIDADANIA, estamos falando de direitos e deveres do cidadão.
DIREITOS: o que é justo, conforme a Lei e a justiça. Normas de convivência dos homens com a so-
ciedade.
DIREITOS CIVIS: o direito de dispor do próprio corpo, de ir e vir e de segurança.
DIREITOS SOCIAIS: o direito de ter nossas necessidades humanas básicas atendidas, tais como: tra-
balho, saúde, escola, lazer, cultura, moradia e etc.


43
Qualificação Profissional: Agente Comunitário de Saúde -  Unidade 1: O Agente Comunitário de Saúde e o SU
S
______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
DIREITOS POLÍTICOS: o direito de livre expressão de pensamento e ideias, como também de partici-
par na política (partidária, sindical, comunitária, etc.) além de poder votar e ser votado nas eleições.
DEVERES: obrigação de fazer ou deixar de fazer alguma coisa, imposta por lei, pela moral ou pela 
própria consciência.
São alguns dos nossos DEVERES de cidadão: Respeitar as Leis; Preservar o meio ambiente; Conhecer 
e reivindicar nossos direitos, etc.
Durante muito tempo, a noção de cidadania esteve vinculada ao ato de votar. No entanto, o povo 
precisa ser cidadão todo dia, em todos os lugares; no trabalho, na escola, na sua casa, na sua vida...
No Brasil, estamos gestando a nossa cidadania.
Demos passos importantes com o processo de redemocratização e a Constituição de 1988. Mas, 
muito temos que andar. Predomina ainda uma visão reducionista da cidadania (votar, e de forma 
obrigatória, pagar os impostos... ou seja, fazer coisas que nos são impostas) e encontramos muitas 
barreiras culturais e históricas para a vivência, acostumados a apanhar calados, a dizer sempre “sim 
senhor”, a engolir sapos, a achar “normal” as injustiças, a termos um “jeitinho” para tudo, a não 
levar a sério a coisa pública, a pensar que direitos são privilégios e exigi-los é ser boçal e metido, a 
pensar que Deus é brasileiro e, se as coisas estão como estão é por vontade Dele.
Os direitos que temos não nos foram conferidos, mas conquistados. Muitas vezes, compreendemos 
os direitos como uma concessão, um favor de quem está em cima para os que estão em baixo. Con-
tudo, a cidadania não nos é dada, ela é construída e conquistada a partir da nossa capacidade de 
organização, participação e intervenção social.
A cidadania não surge do nada como um toque de mágica, nem tão pouco a simples conquista legal 
de alguns direitos significa a realização destes direitos. É necessário que o cidadão participe, seja 
ativo, faça valer os seus direitos. Simplesmente porque existe o Código do Consumidor, automati-
camente deixarão de existir os desrespeitos aos direitos do consumidor ou então estes direitos se 
tornarão efetivos? Não! Se o cidadão não se apropriar desses direitos fazendo-os valer, esses serão 
letra morta, ficarão só no papel.
Construir cidadania é também construir novas relações e consciências. A cidadania é algo que não 
se aprende com os livros, mas com a convivência, na vida social e pública. É no convívio do dia a dia 
que exercitamos a nossa cidadania, através das relações que estabelecemos com os outros, com a 
coisa pública e o próprio meio ambiente. A cidadania deve ser perpassada por temáticas como a 
solidariedade, a democracia, os direitos humanos, a ecologia e a ética.
A cidadania é tarefa que não termina, não é como um dever de casa, onde faço a minha parte, 
apresento e pronto, acabou. Enquanto seres inacabados que somos, sempre estaremos buscando, 
descobrindo, criando e tomando consciência mais ampla dos direitos. Nunca poderemos chegar e 
entregar a tarefa pronta, pois novos desafios na vida social surgirão, demandando novas conquistas 
e, portanto, mais cidadania.
REFERÊNCIA
MINAS GERAIS, Escola de Saúde Pública do Estado de Minas Gerais. Guia Curricular do Curso Técnico 
de Saúde Bucal - Módulo I: o contexto do trabalho em saúde no SUS. Belo Horizonte: ESPMG, 2009. 
p. 34-35. 


44
______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
Qualificação Profissional: Agente Comunitário de Saúde -  Unidade 1: O Agente Comunitário de Saúde e o SUS
Tempo estimado: 1 hora e 20 minutos
..............................................................



Compartilhe com seus amigos:
1   ...   38   39   40   41   42   43   44   45   ...   165


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal