Guia do aluno


B Bactéria: Microrganismo unicelular que não possui núcleo individual. Bacteriófago: Vírus que pode infectar e destruir bactérias. C



Baixar 1.23 Mb.
Pdf preview
Página128/165
Encontro30.06.2021
Tamanho1.23 Mb.
1   ...   124   125   126   127   128   129   130   131   ...   165
B
Bactéria: Microrganismo unicelular que não possui núcleo individual.
Bacteriófago: Vírus que pode infectar e destruir bactérias.
C
Cadastro: Assentamento de dados de serviços, instalações, pessoas, equipamentos, produtos e ou-
tros relevantes para o controle sanitário.
Cadeia de transmissão epidemiológica: caracterização dos mecanismos de transmissão de um agen-
te infeccioso, que envolvem os suscetíveis, os agentes patogênicos e os reservatórios.


117
Qualificação Profissional: Agente Comunitário de Saúde -  Unidade 1: O Agente Comunitário de Saúde e o SU
S
______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
Caso: Pessoa ou animal infectado ou doente que apresenta características clínicas, laboratoriais e/
ou epidemiológicas específicas.
Censo: A contagem de uma população inteira. Normalmente inclui o registro de informações sobre 
residência, idade, sexo, grupo étnico, estado civil, história obstétrica e relação com o chefe da famí-
lia.
Centro de Saúde: Unidade destinada a prestar assistência à saúde de uma população determinada, 
contando com uma equipe de saúde interdisciplinar em caráter permanente, com médicos genera-
listas e/ou especialistas. Sua complexidade e dimensões físicas variam em função das características 
da população a ser atendida, dos problemas de saúde a serem resolvidos e de acordo com o seu 
tamanho e capacidade resolutiva.
Cobertura: Uma medida, normalmente expressa como um percentual, das pessoas ou domicílios 
que receberam um determinado serviço, em relação àquelas que o necessitam (exemplo: percentu-
al de domicílios com abastecimento adequado de água).
Coeficiente de mortalidade: Relação entre a frequência absoluta de mortes e o número de expostos 
ao risco de morrer. Pode ser geral, quando inclui todos os óbitos e toda a população da área em es-
tudo, e pode ser específico por idade, sexo, ocupação, causa de morte.
Coeficiente de mortalidade materna: Medida de risco de uma mulher morrer por causas associadas 
à gravidez. Morte materna é o óbito de uma mulher enquanto grávida ou durante os primeiros 42 
dias após o término da gestação, independente da duração da gravidez, por qualquer causa, excluin-
do causas acidentais ou incidentais.
Contagioso: Transmitido por contato ou por proximidade.
Contato: Exposição a uma fonte de infecção. A transmissão devida ao contato direto pode ocorrer 
quando a pele ou membranas mucosas se tocam como no contato físico e relação sexual.
Contra-referência: Ato formal de um encaminhamento de um paciente ao estabelecimento de ori-
gem (que o referiu) após resolução da causa responsável pela referência.
Controle: Os programas de controle de doenças têm por objetivo diminuir a incidência de novos 
casos ou reduzir através de tratamento a proporção de casos graves a um nível aceitável, de modo 
que a doença deixe de ser considerada uma ameaça importante à saúde pública.
D
Demanda por cuidados de saúde: Vontade e/ou capacidade de procurar e utilizar serviços de saúde.
Demografia: O estudo de populações, com referência a fatores como tamanho, estrutura de idade, 
densidade, fecundidade, mortalidade, crescimento e variáveis sociais e econômicas.
Desenvolvimento sustentável: Estilo de desenvolvimento que não seja excludente socialmente nem 
danoso ao meio ambiente, garantindo que as necessidades das atuais gerações sejam atendidas, 
sem comprometer o atendimento das gerações futuras.


118
______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
Qualificação Profissional: Agente Comunitário de Saúde -  Unidade 1: O Agente Comunitário de Saúde e o SUS
Desinfecção: Destruição de agentes infecciosos que se encontram fora do corpo, utilizando agentes 
químicos ou físicos.
Doença notificável: Uma doença que, de acordo com as exigências legais, deve ser notificada à au-
toridade de saúde pública responsável.
E
Endemia: Presença contínua de uma doença ou de um agente infeccioso de uma determinada re-
gião. Também pode expressar a prevalência usual de uma doença particular numa zona geográfica.
Epidemia: A ocorrência em uma comunidade ou região de um número de casos de uma doença ou 
outro evento semelhante que exceda claramente o número normal esperado. A quantidade de ca-
sos que indica ou não a existência de uma epidemia variar conforme o agente infeccioso, o tamanho 
e as características da população exposta, sua experiência prévia ou falta de exposição à enfermida-
de, o local e a época do ano em que ocorre.
Epidemiologia: O estudo da distribuição e dos determinantes da saúde e da doença em populações 
e sua aplicação para a prevenção e o controle das doenças e problemas de saúde.
Erradicação: O extermínio de um agente infeccioso, interrompendo assim a transmissão da infecção.
Esporádica: Uma doença ou evento que ocorre irregularmente. É um termo normalmente usado 
para certas doenças transmissíveis.
Ética profissional: Conduta profissional segundo os preceitos da moral, padrões técnicos e científi-
cos.
Exercício ilegal: Exercício de alguma atividade regulada por lei por indivíduo sem habilitação legal, 
isto é, sem diploma legal e registro no respectivo Conselho Regional.
Expectativa de vida: O número médio de anos que uma pessoa pode esperar viver se os níveis cor-
rentes de mortalidade forem mantidos. A expectativa de vida ao nascer é o número médio de anos 
que um recém-nascido pode esperar viver, calculado a partir das condições de mortalidade existen-
tes no momento do seu nascimento.
F
Falso negativo: Um resultado obtido através de um teste de triagem, em que uma pessoa que na 
verdade é positiva (portadora da doença), é classificada como negativa (não tendo a doença).
Fiscalização: Verificação, pela autoridade sanitária, da conformidade com requisitos estabelecidos 
em  normas legais e regulamentares e a adoção de medidas cabíveis para impor o cumprimento 
desses requisitos.



Compartilhe com seus amigos:
1   ...   124   125   126   127   128   129   130   131   ...   165


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal