Governo do distrito federal



Baixar 449.06 Kb.
Página1/31
Encontro14.12.2019
Tamanho449.06 Kb.
#5587
  1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   31


GOVERNO DO DISTRITO FEDERAL

SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO

COORDENAÇÃO REGIONAL DE ENSINO DE TAGUATINGA

CENTRO DE ENSINO FUNDAMENTAL 15 DE TAGUATINGA






Projeto Político

Pedagógico 2018

Aprendendo para a vida”

Centro de Ensino Fundamental 15 de Taguatinga – Distrito Federal cef15taguatinga@gmail.com

Taguatinga - DF – 2018



PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO – 2018

APRENDENDO PARA A VIDA”



Sumário




1 – Função Social do CEF 15 de Taguatinga – DF

3




2– Missão da Escola

5




3 – Fins e Princípios Norteadores do CEF 15

6




3.1 – Foco de Atuação

6




4 – Proposta Político Pedagógica – Projeto Educativo

8




4.1– Origem Histórica do CEF 15

8




4.2 – Objetivo Geral

8




4.3 – Objetivo Específico

9 998




4.4– Metas

1010




4.5 – Normas da Escola

110




4.6 – Calendário Escolar

150




5 – Estrutura Organizacional

17




5.1– Organização Administrativa

173




5.1.1– Direção

173




5.1.2– Secretaria

17




5.1.3– Corpo Docente

17




5.1.4 – Corpo Discente

18




5.1.5– Auxiliares da Educação e Terceirizados

18




5.2– Recursos Financeiros

18




5.3- Instalações Físicas e equipamentos

19




5.4 – Organização Pedagógica

20




5.4.1 – Coordenação Pedagógica

20

6 – Organização Curricular

22

7 – Avaliação da Aprendizagem

23

8 – Instituições Escolares Internas

25

8.1– Conselho de Classe

25

8.2– Caixa Escolar

26

8.3– Conselho Escolar

26

09 – Projetos Pedagógicos

28

10 – Avaliação do Projeto Educativo

29

11 – Referências Bibliográficas

30

12 – Anexos

32

1 – Função Social do CEF 15 de Taguatinga - DF

Nossa proposta de trabalho baseia-se na vontade de fazer com que a educação pública seja desenvolvida em um ambiente harmônico entre todos os segmentos da comunidade escolar, pois pensamos que a democracia é o pilar central do conhecimento. Dessa forma, é importante garantir a participação da comunidade no processo de ensino-aprendizagem, promovendo debates sobre melhores formas de conhecer, saber, fazer e entender o mundo que nos circunda.

Na perspectiva dos ciclos que está sendo implantado neste ano em nossa escola, este projeto educativo prevê uma organização didática e administrativa numa visão da pedagogia histórico-crítica da construção dos novos saberes. Nossos objetivos também serão direcionados ao aumento dos índices já alcançados no IDEB, garantindo a aprendizagem do aluno. Outro foco é descobrir caminhos para minimizar o problema da indisciplina que vem aumentando nos últimos anos.

A Lei nº 4.751, de 07 de fevereiro de 2012, será nosso guia, pois a luta implementada pela Educação no Distrito Federal, está aí contemplada; não podemos deixar de lado uma conquista de tamanha envergadura. Temos a consciência de que a Gestão Democrática não está fincada somente na eleição de diretor (a) e vice-diretor (a). É fundamental a construção de diálogo com toda a comunidade, pela participação efetiva do Conselho Escolar, que terá acesso a todas as decisões desta equipe gestora. Outro marco a ser seguido será o Projeto Político Pedagógico –PPP (Professor Carlos Mota).

Para nós, a escola é o espaço onde a sistematização do conhecimento se faz com a interação dos segmentos: alunos, professores, auxiliares em educação e pais, tendo como base a reflexão-ação-reflexão (Betin).

Acreditamos na Escola Pública! E é assim que as reuniões para implementação e renovação do nosso Projeto Político Pedagógico vêm se desenvolvendo ao longo de nossa tarefa em gerir o CEF 15 Taguatinga. Acreditamos que o tempo para discussão teve início e que a renovação de ideias já reflete no PPP 2018. No entanto, como não vislumbramos projetos fixos ou acabados, no decorrer do ano letivo, tantas outras discussões serão realizadas e podem colaborar para o aprimoramento das ações apresentadas neste PPP.

Outro assunto a ser discutido é o fato de muitos alunos trazerem problemas familiares causados pelo abandono por parte dos pais. Assim nossa proposta é de discussão nas coordenações pedagógicas, nos Conselhos de Classe, na reuniões com a comunidade e nas avaliações institucionais para que a família esteja mais próxima da escola e tenha mais compromisso com a educação dos filhos, tendo em vista a família ser fundamental para uma educação de qualidade. Por outro lado, temos vários pais participativos, presentes, que estão sempre preocupados com a educação dos filhos e sempre lhes proporcionam o que for necessário para que este anseio seja alcançado.

Dentro do título do nosso PPP “Aprendendo para a vida”, pretendemos que o currículo seja integrado aos aspectos sócio-culturais de nossos alunos, contextualizando as práticas educativas para que tenham sucesso em nossa principal meta: alcançar a garantia de da aprendizagem no âmbito da educação organizada em Ciclos escolares, mantendo a qualidade de ensino e também a integração da família.

No contexto social atual, com a triste realidade do submundo das drogas que circunda os nossos alunos, desenvolveremos ações para minimizar os problemas com álcool e drogas que temos observado entre nossos alunos, inclusive dentro das nossas dependências. Saber lidar com essa realidade, levará o aluno a enfrentar melhor os desafios de não de envolver com esses vícios, oportunizando-lhe uma melhor qualidade de vida.

Um dos entraves na escola – todos os anos – é a quantidade de licenças médicas curtas e prolongadas: fato que tem nos deixado bastante preocupados com a qualidade de ensino que oferecemos aos alunos. Nem por isso desanimamos! Ações administrativas cabíveis e de contingência serão tomadas para minimizar o efeito da ausência de professores.

Sinalizamos, também, a forma com que a SEEDF tem conduzido a problemática da falta de docentes. Sabemos que o número de profissionais da educação “doentes” tem aumentado muito e isso é reflexo da falta de políticas públicas que melhorem as condições desses profissionais que têm a missão de qualificar a educação. É uma situação bastante desconfortável.

Quanto à estrutura física, informamos que no não de 2017 foi construído reservatório de água da escola conforme projeto pré-existente da Secretaria de Educação, sanando o problema de falta de água durante o racionamento. Cabe informar quanto aos aspectos estruturais que atualmente a escola está com sérios problemas com infiltração de água nas lajes no período de chuvas e que está em andamento o processo de troca de telhado.

Temos certeza de que uma escola não se faz somente com estrutura predial, mas temos certeza também, de que contribui e muito. As discussões pedagógicas no CEF 15 de Taguatinga têm sido expressivas e a oportunidade para essas discussões, garantidas pela coordenação pedagógica, passa a ser protagonista no avanço pedagógico.



Baixar 449.06 Kb.

Compartilhe com seus amigos:
  1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   31




©historiapt.info 2022
enviar mensagem

    Página principal