Geografia no cotidiano: ensino médio, 3º ano


Saiba mais Projeto da Embrapa na África



Baixar 11.43 Mb.
Página92/239
Encontro18.07.2022
Tamanho11.43 Mb.
#24300
1   ...   88   89   90   91   92   93   94   95   ...   239
Geografia no cotidiano ensino m dio, 3 ano
ticket
Saiba mais
Projeto da Embrapa na África
Com o objetivo de levar conhecimentos resultantes das atividades de pesquisa feitas no Brasil, foi aberto em Acra, capital de Gana, um escritório da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa). Os projetos e acordos se estendem por Moçambique, Angola, Senegal, Cabo Verde, Congo, Guiné-Bissau, Nigéria, Níger, Malauí, Etiópia, Tanzânia e Togo e pretendem colaborar com o aumento das produções agrícolas nessas nações africanas.
Entre os programas desenvolvidos, destaca-se o Programa de Aquisição de Alimentos da África, inciativa para promover segurança alimentar e nutricional e geração de renda para agricultores e comunidades vulneráveis.
Para o governo brasileiro, além da preocupação social com esse tipo de política externa, existe também uma questão estratégica: a ampliação das relações comerciais entre o Brasil e os países africanos.
Saúde pública
A África Subsaariana também enfrenta sérios problemas de saúde pública. Parte das doenças, como malária, leishmaniose, dengue, febre amarela e chikungunya, é transmitida por insetos, que encontram na água parada e no clima quente das regiões equatoriais as condições ideais para sua proliferação. No caso da malária, embora o número de casos tenha diminuído na última década, a Organização Mundial da Saúde (OMS) ainda estimava a morte de uma criança por minuto no continente em 2013, ou cerca de meio milhão ao ano.
Outra doença recorrente em alguns países africanos é o ebola, cujo vírus é extremamente contagioso e pode ser transmitido até mesmo pelo suor e pela saliva. Um surto em 2014 em países da África Ocidental, como Guiné, Libéria e Serra Leoa, matou cerca de 11 mil pessoas. Mais do que isso, esse fato levou muitos africanos a serem vítimas de preconceito, uma vez que a doença era diretamente associada a qualquer pessoa procedente desse continente, mesmo de regiões distantes do foco do problema.
No tocante à Aids, mais que em qualquer outra parte do mundo, essa doença tem deixado na África uma verdadeira legião de órfãos. Apesar dos avanços da medicina no controle do vírus HIV, responsável pela destruição das células de defesa do organismo, os programas de saúde nos países africanos ainda são precários e não atendem a toda a população. Nos últimos anos, milhões de crianças perderam os pais em virtude da doença.

Baixar 11.43 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   88   89   90   91   92   93   94   95   ...   239




©historiapt.info 2022
enviar mensagem

    Página principal