Geografia no cotidiano: ensino médio, 3º ano


Dados da Rússia e países vizinhos – 2014



Baixar 11.43 Mb.
Página82/239
Encontro18.07.2022
Tamanho11.43 Mb.
#24300
1   ...   78   79   80   81   82   83   84   85   ...   239
Geografia no cotidiano ensino m dio, 3 ano
ticket
Dados da Rússia e países vizinhos – 2014

País

Área (km²)

População (milhões hab.)

PIB (trilhão US$)

RNB per capita (US$)

Rússia

17 098 240

143,80

1,86

13 220

Belarus (Bielorússia)

207 600

9,40

0,07

7 340

Ucrânia

603 550

45,36

0,13

3 560

Armênia

29 740

3,00

0,01

4 020

Azerbaijão

86 600

9,53

0,75

7 590

Fontes: The World Bank. Disponível em: . Acessos em: 22 jan. 2016.
VÁ FUNDO!
Acesse:
Rússia

Site do Consulado Geral da Rússia, no qual se encontram informações úteis e links sobre as relações Rússia-Brasil nas áreas de cultura, educação, comércio, turismo e esportes.

Página 138



MARIO YOSHIDA
Fonte: IBGE. Atlas geográfico escolar. 6. ed. Rio de Janeiro: IBGE, 2012. p. 43 e 47.

DEVIN PAVEL/SHUTTERSTOCK
Centro financeiro de Moscou, capital russa, 2015.
Economia pós-comunismo
A maioria dos países da ex-URSS enfrentou grandes dificuldades para se reerguer economicamente. Em grande parte, a Rússia tem conseguido manter-se com ajuda estrangeira; além disso, possui grandes jazidas minerais, especialmente de carvão, gás natural e petróleo, o que lhe possibilita ganhos comerciais significativos. O desenvolvimento industrial russo está fortemente ligado a essas jazidas. O país também possui uma forte indústria pesada, com siderúrgicas, máquinas, química, naval etc.
Apesar da presença de um clima frio rigoroso, em que os rios ficam congelados a maior parte do ano e as temperaturas podem chegar a 50 °C negativos no inverno e não ultrapassar 10 °C no verão, as planícies russas possuem solos apropriados para a agropecuária.

Página 139


Em outra extensa área de climas frio e temperado, no centro-oeste do país, prolonga-se a floresta boreal, também conhecida por taiga siberiana. Grande parte dela desapareceu e deu lugar a áreas de plantio ou de pastagens. Os intensos e contínuos problemas ambientais provocados por uma industrialização antiga e leis pouco rigorosas também acentuaram o processo de devastação ambiental.
No setor da agricultura, a Rússia se destaca como grande produtora de aveia, cevada e semente de girassol e está entre as nações que apresentam a maior produção de batata e trigo. Mesmo assim, precisa importar muitos produtos de origem tropical, além de carnes e aves.
A desestatização, que ocorreu na década de 1990, associada às grandes dívidas internas e externas e à falta de competitividade de suas empresas, levou os países da ex-União Soviética à recessão. A população russa, por exemplo, passou a enfrentar uma série de dificuldades, como desemprego, aumento da inflação, desvalorização monetária e crescimento do crime organizado. O ápice dessa crise ocorreu em 1998 e motivou uma crise global.
Apesar da recuperação a partir de 2000, a forte dependência do petróleo ainda torna a economia russa muito oscilante. Cerca de um terço da sua população ainda vive na pobreza. A situação só não é pior por causa de alguns indicadores sociais, que conservam as heranças positivas do período socialista, como o baixo índice de analfabetismo, que é de 0,4%.
Imperialismo Russo
Um dos maiores desafios a serem enfrentados pela Rússia se refere aos movimentos separatistas que ocorrem no interior do país. O caso mais grave é o da Chechênia, e será tratado com mais profundidade no Capítulo 12.
Na última década, a Rússia vem demonstrando seu poderio sobre sua zona de influência. Sua ação ocorre internamente, ao conter movimentos separatistas como no caso da Chechênia, como externamente, com destaque para ações na Geórgia e na Ucrânia. Em 2008, duas repúblicas da Geórgia, Ossétia do Sul e Abecássia, declararam-se independentes. Tropas georgianas invadiram essas repúblicas, mas foram reprimidas pelo exército de Moscou.
Na ocasião, o presidente russo reconheceu a independência das regiões separatistas, mas não teve o aval da ONU e da maioria das outras nações.
Em 2014, ao buscar maior aproximação com a União Europeia, a Ucrânia se viu dividida em partidários pró-Europa Ocidental e outros pró-Rússia. Nesse embate, muitas manifestações ocorreram no país, culminando com a invasão das tropas russas, que reivindicaram e tomaram posse do território da Crimeia, no sul do país.
Em 2015, ataques de caças russos a tropas rebeldes na Síria foram respondidos com um atentado terrorista contra um avião civil que culminou com a morte de 224 pessoas, a maioria russa.
Para aumentar seu poder de influência, a Rússia vem fortalecendo ações por meio da Organização do Tratado de Segurança Coletiva (OTSC), uma aliança militar intergovernamental ratificada em 2002 que reúne várias ex-repúblicas soviéticas.

Baixar 11.43 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   78   79   80   81   82   83   84   85   ...   239




©historiapt.info 2022
enviar mensagem

    Página principal