Geografia no cotidiano: ensino médio, 3º ano


Dados da União Europeia – 2014



Baixar 11.43 Mb.
Página81/239
Encontro18.07.2022
Tamanho11.43 Mb.
#24300
1   ...   77   78   79   80   81   82   83   84   ...   239
Geografia no cotidiano ensino m dio, 3 ano
ticket
Dados da União Europeia – 2014

Área (km²)

População (milhões hab.)

PIB (trilhões US$)

RNB per capita (US$)

4 423 147

508,3

18,51

35 718

Fonte: World Factbook. Disponível em: . Acesso em: 27 jan. 2016.
Vale ressaltar, porém, que nem todos os países da União Europeia utilizam o euro como moeda de troca. Países como Reino Unido, Suécia e Dinamarca não adotaram o euro por temer a perda da soberania de suas políticas monetárias.
VÁ FUNDO!
Leia:
A União Europeia e a Zona do Euro, de Maria de Fátima Previdelli. São Paulo: Icte, 2014.
O livro mostra como a União Europeia tem servido para integrar países, povos e economias, mas também para excluir, como ocorreu durante a crise de 2008.

Página 135


Saiba mais
Estrutura funcional da união Europeia
A União Europeia é uma organização formada por várias instituições: o poder legislativo compõe-se de três instituições:
• Conselho da União Europeia: representa os Estados-membros;
• Conselho Europeu: reúne os chefes de Estado e de governo de todos os Estados-membros e o presidente da Comissão Europeia;
• Parlamento Europeu: representa os cidadãos.

HADRIAN/SHUTTERSTOCK
Parlamento Europeu, em Estrasburgo, França, em 2015.
Existe também a Comissão Europeia, um órgão politicamente independente que representa o interesse geral dos europeus.
O poder judiciário está sob o comando do tribunal de Justiça.
O poder econômico, sob o controle do Banco Central Europeu.
O quadro a seguir mostra como funcionam as instituições que compõem a União Europeia.

PAULA RADI
Fonte: União Europeia. Disponível em: . Acesso em: 22 jan. 2016.
Qualquer país que se candidate a ingressar na União Europeia deve respeitar os princípios contidos no Tratado da União Europeia referentes à liberdade, à democracia, ao respeito pelos direitos humanos e pelas liberdades fundamentais, bem como ao Estado de Direito.

Página 136


O futuro da União Europeia
Entre os postulantes a ingressarem na União Europeia, a Turquia é citada como o caso mais emblemático de todos, por ser um país islâmico, que apresenta preceitos religiosos bem diferentes dos da Europa, continente basicamente cristão. Essa nação iniciou oficialmente sua adesão a partir de 2005, porém o processo para sua aceitação pode ser longo, em virtude da forte oposição da França, Alemanha e Áustria.
Quanto às questões ambientais, o Tratado de Maastricht foi importante, na medida em que incluiu entre suas diretrizes a necessidade de aprovar normas ambientais comuns entre os países-membros. Com isso, foi possível orientar a construção de políticas e tomadas de decisões referentes às alterações climáticas e à redução no consumo de energia. Entre as medidas, estão:
• redução de 40% nas emissões de gases do efeito estufa da UE até 2030, e em 50% até 2050, em relação aos níveis de 1990;
• economia de 20% no consumo de energia.
Com a crise financeira que abalou os mercados mundiais a partir de 2008, os Estados mais fragilizados economicamente, como Grécia, Portugal, Irlanda, Espanha e Itália, entraram em recessão. Com isso, os índices de desemprego e o endividamento desses países cresceram substancialmente.

LUCAS CARVALHO/GEOIMAGENS
Painéis solares em área rural no sul da Itália, em 2015.

LUCAS CARVALHO/GEOIMAGENS
Desempregado pedindo ajuda nas ruas de Madrid, Espanha, 2015. Nesse ano, cerca de 22% dos espanhóis não tinham emprego.

Página 137


De um lado, o Fundo Monetário Internacional (FMI) e o Banco Central Europeu passaram a pressionar essas nações a promover um arrocho nos gastos públicos em troca de elevados empréstimos. De outro lado, os sindicatos e os trabalhadores exigiram a manutenção dos benefícios sociais e dos empregos, cobrando dos bancos a responsabilidade pela crise. Esse embate colocou em xeque a estabilidade do euro e o futuro da União Europeia.
Rússia e a Comunidade dos Estados Independentes (CEI)
A Rússia tem uma extensão territorial de aproximadamente 17 milhões de quilômetros quadrados e é a maior nação entre todas as do globo. Do extremo leste ao extremo oeste do país, são cerca de 10 mil quilômetros, compreendendo 11 diferentes fusos horários.
Em virtude de sua importância geopolítica, ampla extensão territorial, grande população e mercado econômico em expansão forma, junto com Brasil, Índia, China e África do Sul, o bloco mais representativo dos países emergentes, conhecido por BRICS, que será estudado no Capítulo 8.
A Rússia apresenta um Índice de Desenvolvimento Humano próximo ao do Brasil e exerce um papel político-econômico expressivo. Tanto que faz parte do G-8, bloco que reúne, além dela mesma, as sete nações mais ricas do globo (G-7). Além disso, a Rússia é a maior e mais importante república da antiga União Soviética (URSS) e lidera o conjunto de países que formam atualmente a Comunidade dos Estados Independentes (CEI), mantendo, ainda hoje, uma forte influência na região e no mundo, mesmo que de forma não tão contundente como nos tempos da Guerra Fria.
A CEI é uma organização supranacional criada após a dissolução da URSS em 1991. Com exceção dos países bálticos (Lituânia, Letônia, Estônia) e mais recentemente a Geórgia, todas as outras ex-repúblicas soviéticas mantêm-se na CEI. Observe o mapa e a tabela a seguir, na qual constam dados desses países.


Baixar 11.43 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   77   78   79   80   81   82   83   84   ...   239




©historiapt.info 2022
enviar mensagem

    Página principal