Geografia no cotidiano: ensino médio, 3º ano


Dados de alguns países da Europa – 2014



Baixar 11.43 Mb.
Página80/239
Encontro18.07.2022
Tamanho11.43 Mb.
#24300
1   ...   76   77   78   79   80   81   82   83   ...   239
Geografia no cotidiano ensino m dio, 3 ano
ticket
Dados de alguns países da Europa – 2014

País

Área (km²)

População (milhões hab.)

PIB (trilhões US$)

RNB per capita (US$)

Alemanha

357 120

80,89

3,86

47640

Espanha

505 370

46,40

1,38

29 440

França

549 190

66,20

2,82

42 960

Holanda

41 530

16,85

0,87

51 890

Itália

301 340

61,30

2,14

34 270

Noruega

323 800

5,10

0,49

103 630

Portugal

92 120

10,40

0,23

21 360

Reino Unido

243 610

64,51

2,98

43 430

Fontes: IBGE. Atlas geográfico escolar. 6. ed. Rio de Janeiro: IBGE, 2012. p. 181-184;The World Bank. Disponível em: . Acesso em: 22 jan. 2016.
VÁ FUNDO!
Acesse:
União Europeia

Site oficial, apresenta as mais variadas informações sobre a União Europeia.
Interdisciplinaridade História
Processo de integração
Desde o século XV já se pensava na criação de um Parlamento dos Estados Europeus, mas só no século XX, após a unificação de vários Estados-nações, é que as negociações se tornaram possíveis. Antes de qualquer coisa, esse era um grande desafio diplomático, impedido por muitos conflitos.
Após a Segunda Guerra Mundial (1939-1945), algumas nações europeias, sentindo-se ameaçadas pelo poder dos Estados Unidos e da União Soviética, deixaram antigas rivalidades de lado e estabeleceram acordos para reorganizar a economia e a política no continente.
A participação dos Estados Unidos na reconstrução econômica da Europa Ocidental após a guerra, por meio do Plano Marshall, foi fundamental e ampliou a influência política estadunidense, levando alguns países a temer que essa influência colocasse em risco sua autonomia política.
Com o Plano Marshall, os europeus criaram uma organização para administrar os recursos financeiros provenientes dos Estados Unidos: a Organização para a Cooperação Econômica Europeia (OECE). Ela foi uma das primeiras organizações que agruparam grande parte dos países da Europa Ocidental e ajudaram a liberalizar o comércio entre os Estados-membros, introduzindo acordos monetários e a cooperação econômica.

Página 133


Uma experiência anterior de integração econômica foi o Benelux, que buscava pôr em prática uma união aduaneira entre Bélgica, Holanda (Nederland) e Luxemburgo. Mas foi em 1950, com a criação da Comunidade Europeia do Carvão e do Aço (Ceca), que foi dado o primeiro grande passo para a criação da União Europeia. Nela participavam, inicialmente, seis países-membros: França, Alemanha, Itália, Bélgica, Holanda e Luxemburgo.
Esses países assinaram, em 1957, o Tratado de Roma, criando a Comunidade Econômica Europeia (CEE). Os países integrantes buscavam, com esse tratado, a formação do mercado comum na Europa com objetivos claros de abolir as tarifas alfandegárias e possibilitar a livre circulação de mercadorias, de serviços e de pessoas entre os países-membros.
Em 1973, após certa relutância, os britânicos aderiram à CEE, juntamente com a Dinamarca e a Irlanda. Dando continuidade ao processo de ampliação, a Grécia entraria em 1981; Portugal e Espanha, em 1986; e Suécia, Finlândia e Áustria, em 1995.
O Tratado de Maastricht e a criação da União Europeia
O Tratado de Maastricht, assinado em 1992, promoveu o aprofundamento do papel da comunidade, dando início ao que se denominou União Europeia (UE). Procurou-se, dessa forma, reforçar a cooperação política, desenvolver a vertente social da comunidade e melhorar a eficácia e a legitimidade democrática das instituições.
Esse tratado trouxe a efetivação de um mercado único, estabeleceu uma moeda única, o euro, e a criação de um Banco Central Europeu. A moeda foi adotada pelos membros da UE em 1999, mas somente em maio de 2002 ela começaria a circular.

ILOLAB/SHUTTERSTOCK
O Banco Central Europeu, localizado em Frankfurt, Alemanha, é responsável pela gestão do euro e pela fixação das taxas de juros, além de garantir a estabilidade dos preços nos países-membros. Foto de 2016.

Página 134


Dando continuidade ao processo de expansão, em 2004, mais dez países passaram a fazer parte da instituição. Com a adesão da Romênia e da Bulgária, em 2007, e da Croácia, em 2013, a União Europeia elevou para 28 o número de países-membros. Observe o mapa a seguir:

MARIO YOSHIDA
Fonte: União Europeia. Disponível em: . Acesso em: 7 maio 2015. (Adaptado).
União Europeia hoje
Após essa ampliação, a União Europeia se fortaleceu e ganhou maior poder de negociação no comércio mundial, além de reunir em um mesmo bloco países que, no contexto da Guerra Fria, faziam parte da Europa Ocidental (capitalista) e da Europa Oriental (socialista).


Baixar 11.43 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   76   77   78   79   80   81   82   83   ...   239




©historiapt.info 2022
enviar mensagem

    Página principal