Geografia no cotidiano: ensino médio, 3º ano


Regionalizações do espaço mundial



Baixar 11.43 Mb.
Página47/239
Encontro18.07.2022
Tamanho11.43 Mb.
#24300
1   ...   43   44   45   46   47   48   49   50   ...   239
Geografia no cotidiano ensino m dio, 3 ano
ticket
Regionalizações do espaço mundial
Como você pode observar, existem diversas possibilidades de regionalização do espaço geográfico mundial. Podemos citar algumas: países ricos e pobres; países do Hemisfério Norte e do Hemisfério Sul; por continentes (América, África, Ásia, Europa ou Oceania); países de cultura ocidental e de cultura oriental, e assim por diante.
Ao estudar países pobres e ricos, por exemplo, o critério adotado é o socioeconômico. Se a regionalização se basear na divisão política, o critério é, principalmente, o território de cada país e suas influências regionais ou globais. Já, se levarmos em consideração aspectos como idioma, religião e costumes, essa regionalização será de caráter étnico e cultural. No texto a seguir, o autor discute o papel dos critérios quando se propõe uma regionalização.
Interdisciplinaridade Sociologia
AMPLIANDO CONCEITOS
A região
Durante um longo período, muitos a estudaram isoladamente do mundo como um todo. Viam-na como uma entidade autônoma, com aspectos particulares, o que equivalia a dividir o mundo em uma infinidade de regiões autossuficientes, mantendo poucas relações entre si. Mas o mundo mudou e as transformações são cada vez mais intensas e velozes.
A compreensão de uma região passa pelo entendimento do funcionamento da economia em nível mundial e seu rebatimento no território de um país, com a intermediação do Estado, das demais instituições e do conjunto de agentes da economia, a começar pelos seus atores hegemônicos.
Estudar uma região significa penetrar em um mar de relações, formas, funções, organizações, estruturas etc., com seus mais distintos níveis de interação e contradição.
Se o espaço se torna uno para atender às necessidades de uma produção globalizada, as regiões aparecem como as distintas versões da mundialização. Esta não garante a homogeneidade, mas, ao contrário, instiga diferenças.
É nesse contexto que o estudo da região assume importante papel nos dias atuais, com a finalidade de compreender as diferentes maneiras de um mesmo modo de produção se reproduzir em distintas regiões do globo, dadas as suas especificidades.
Em um estudo regional se deve tentar detalhar sua composição enquanto organização social, política, econômica e cultural, abordando os fatos concretos, para reconhecer como a área se insere na ordem econômica internacional, levando em conta o preexistente e o novo, para captar o elenco de causas e consequências do fenômeno.
Fonte: SANTOS, Milton. Metamorfoses do espaço habitado. São Paulo: Hucitec, 1988. p. 46-48.
Como nos indica o autor nesse texto, a economia é um dos critérios mais importantes de regionalização do espaço geográfico mundial, tendo em vista seu papel nas relações entre os países. Diante disso, os critérios socioeconômicos e políticos serão fundamentais nos estudos regionais a serem feitos na próxima unidade.

Página 73


A divisão do mundo em regiões é um elemento didático de explicação da realidade baseado na organização estabelecida pelos diversos grupos sociais no espaço. Ela também é utilizada para a elaboração e implementação de políticas públicas em diversas áreas, como na saúde, planejamento estatal e privado, implantação de infraestrutura em um país, para o desenvolvimento do setor de turismo etc. Assim, para que se possa implementar essas políticas, é necessária a formação de profissionais em diversas áreas do conhecimento, como você verá a seguir.

Baixar 11.43 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   43   44   45   46   47   48   49   50   ...   239




©historiapt.info 2022
enviar mensagem

    Página principal